Momento MT

2ª etapa de vacina contra a febre aftosa vai de 1º a 30 de novembro em Mato Grosso

Publicado

Em Mato Grosso, cerca de 13,6 milhões de bovinos e bubalinos devem ser vacinados durante a segunda etapa de vacinação contra a febre aftosa. O lançamento oficial foi realizado nesta terça-feira (30), na Fazenda Novapec, em Rondonópolis. De 1º a 31 de novembro devem ser imunizados todos os bovinos e bubalinos de até 24 meses de idade.

De acordo com a presidente do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea/MT), Daniella Bueno, “o produtor já poderá adquirir a vacina nas revendas autorizadas, a partir desta quarta-feira (31.10)”. Após a imunização do rebanho, o produtor deve fazer a declaração da vacinação com a contagem dos animais por idade e sexo, juntamente da Nota Fiscal da compra das vacinas e apresentar no Indea do seu município, até o dia 10 de dezembro.

A exceção fica para as propriedades localizadas no baixo pantanal mato-grossense. Nesta etapa é obrigatória a imunização de todos os bovinos e bubalinos, de mamando a caducando. O prazo é de 1º de novembro a 15 de dezembro para vacinar e comunicar a vacinação junto ao Indea.

A multa para quem deixar de vacinar o rebanho dentro do período da campanha é de 1 UPF (Unidade Padrão de Fiscal) por cabeça de gado não vacinado. O produtor que atrasar a comunicação fica impossibilitado de emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA) por um período mínimo de 30 dias.

m maio deste ano, o Brasil foi reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), como país livre de febre aftosa com vacinação. E está em andamento o Plano Estratégico 2017-2026 do Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa (PNEFA), que prevê a implementação de ações para a retirada da vacinação até 2023.

Leia mais:  Projeto de lei na Assembleia impõe multa a proprietários que não limparem imóveis.

A última ocorrência de febre aftosa em Mato Grosso foi registrada em 1996. Segundo Daniella Bueno, a última vacinação a ser realizada no estado será em maio de 2021, porém já em 2019 cerca de 300 mil animais terão a última vacinação. “Estamos caminhando para a retirada da vacinação, mas até lá nós temos que continuar com os índices de vacinação acima de 99% para darmos garantia ao mercado exportador de que somos livres da doença e competentes no que fazemos”.

Para o presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Marco Túlio Duarte Soares, este é um momento muito importante para o setor produtivo, haja vista as conquistas nos últimos anos. “A conquista de mercados para os nossos produtos foi graças ao reconhecimento desse trabalho, exportamos para mais 150 países. E os índices de vacinação mostram o comprometimento da defesa agropecuária e da responsabilidade do setor produtivo”.

O evento contou com a presença dos servidores da Unidade Local de Execução e Unidade de Supervisão Regional do Indea em Rondonópolis, do diretor técnico do Indea, Thiago Augusto Tunes, do gerente regional de Rondonópolis, Ricardo Oliveira Alves, do vereador Gilberto Lima dos Santos (Beto do Amendoim), representantes da Empaer e de revendas agropecuárias.

Leia mais:  Deputados apresentaram  113 emendas ao PLDO-2020

Cuidados

É importante que o produtor fique atento aos cuidados ao realizar a vacinação do rebanho, como comprar vacinas somente de revendas registradas; manter as vacinas na temperatura correta entre 2°C e 8°C; manter a vacina no gelo até o momento da aplicação, respeitando a medida de 3 partes de gelo para uma de vacina; lembrar que a higiene e a limpeza são fundamentais; agitar o frasco antes de usar e aplicar a dosagem de 5 ml em cada animal; aplicar na tábua do pescoço, embaixo da pele.

Brucelose

O produtor pode aproveitar o manejo do rebanho para vacinar as fêmeas com idade de 03 a 08 meses contra brucelose. A segunda etapa da campanha teve início em 1º de julho e vai até 31 de dezembro. A vacinação precisa ser feita uma única vez. A comunicação deve ser feita até o dia 10 de janeiro de 2019, nos escritórios do Indea.

É proibida a vacinação em machos de qualquer idade e de fêmeas com idade superior a 08 meses. As bezerras vacinadas com RB51 deverão receber a marca com a letra “V”, no lado esquerdo da cara. Já as bezerras vacinadas com B19 deverão receber a marca do algarismo final do ano da vacinação, por exemplo: “8”, último dígito do ano 2018. A vacinação deve ser feita por médico veterinário ou vacinador sob sua supervisão.

Comentários Facebook
publicidade

Momento MT

Vereador Orivaldo acompanha lançamento do Programa Amor da prefeitura

Publicado

Assessoria de Imprensa

A prefeitura de Cuiabá lançou nesta terça-feira (7/01) o programa AMOR (Assistência Médica Odontológica Rural), neste ato o Vereador Orivaldo da Farmácia está representando a Câmara Municipal de Cuiabá, programa este que visa atender a comunidade rural na atenção básica e sanar a falta de atendimento que nas gestões passadas não atendiam.
“Essa é a gestão humanizada que a população precisa, as comunidades rurais agradecem, nós conhecemos bem a realidade destas comunidades e este programa AMOR vem no momento certo para ajudar essas famílias que tanto necessitam”, disse o Vereador Orivaldo da Farmácia.

Antônio Gomes – Assessoria Orivaldo da Fármacia

Comentários Facebook
Leia mais:  Projeto que indica a obrigatoriedade de rótulos na parte frontal das embalagens é apresentado na AL
Continue lendo

Momento MT

Câmara oferecerá novos espaços as Mulheres e ao movimento comunitário

Publicado

Assim que retornar do recesso parlamentar, a Câmara Municipal de Cuiabá passará a oferecer novos espaços dedicados à atenção da mulher e do movimento comunitário. A medida faz parte de um conjunto de ações envolvendo a revitalização e modernização do Legislativo Cuiabano, sob gestão do presidente, vereador Misael Galvão (PTB).&nbsp
“É determinação do presidente adequar o prédio, a modernidade e normas técnicas que atendam ao cidadão, que é o nosso cliente maior dentro do serviço publico”, disse o secretário de Patrimônio e Almoxarifado Marcelo Gomes de Oliveira, que destacou as necessidades das obras estarem sendo feitas.&nbsp
Segundo observou ele, a Sala da Mulher passará a funcionar em parte do espaço em que funcionava a Secretaria Geral, localizada no subsolo da casa de leis. Já a sala destinada ao Movimento Comunitário cuiabano, será na atual cantina da Câmara, que deverá ser remanejada.&nbsp &nbsp &nbsp &nbsp
Segundo a fiscalizadora do contrato de serviço, a engenheira civil Bruna Izaela Garcia Meira, os espaços antigos foram bem aproveitados para a transformação das novas salas, momentos em que se teve que empregar material de primeira para se apurar o serviço de qualidade.&nbsp
“Para a Sala da Mulher foram feitas adequações, na parte do forro, iluminação, elétrica e pintura, portas e tudo mais. Já a sala comunitária ocupará o lugar da copa, isto por que já se tem uma copa sobrando e que estava desativada, mas vai ficar bem centralizado o local”, destacou a engenheira, salientando que todos os locais, que estão sofrendo intervenções de obras, estão sendo adaptada a passagem de deficiente tanto visual quanto físico, cumprindo o que determina a lei de acessibilidade.&nbsp
“Estamos fazendo a parte de rampa, fitas para deficientes visuais, corri mão nos banheiros também haverá acessibilidade e dessa forma estaremos adequando tudo”, ressaltou ela que faz parte do quadro de técnicos da Coordenadoria de Patrimônio e Almoxarifado.
Até o final do mês, com o retorno também de todas as atividades voltadas a comunidade, além de plenário, outros espaços do prédio da Câmara Municipal de Cuiabá, devem sofrer intervenções na sua estrutura, garantindo melhor funcionalidade.&nbsp
“São obras importantes a câmara vai abranger o atendimento e vai começar a oferecer outro tipo de serviço, com um olhar mais carinhoso com a sociedade e vamos oferecer um estrutura boa, com equipamentos e ferramentas necessária, para que as pessoas possam fazer bom uso”, ainda lembrou o titular da Coordenadoria de Patrimônio e Almoxarifado.&nbsp
Finalizou ele, contando que todo o esforço está sendo mantido para manter o cronograma de obras e conclusão de todo o serviço no próximo dia quatro de fevereiro para entregar as obras. “É um cronograma apertado, para que a gente possa estar inaugurando todas as salas que o presidente anunciou durante todo ao ano de 2019, que é um compromisso dele com a sociedade”, terminou o Coordenador.
Adão de Oliveira – Câmara Municipal de Cuiabá

Comentários Facebook
Leia mais:  Projeto de lei na Assembleia impõe multa a proprietários que não limparem imóveis.
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana