Momento MT

AL implanta novo sistema para gerenciamento eletrônico de documentos

Publicado

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

O Sistema de Gerenciamento Eletrônico de Documentos (SGED) entra em vigor a partir desta sexta-feira (20), na Assembleia Legislativa. O novo modelo de gestão de documentos fornece os melhores recursos voltados ao gerenciamento eletrônico de dados. Com ele, é possível digitalizar, indexar, tratar e visualizar documentos com o apoio de ferramentas de ponta. Na manhã dessa quinta-feira (19), a gerente de atendimento da Secretaria de Tecnologia e Informática da Casa, Nara Lemos, fez uma explanação de como vai funcionar o novo sistema.

“Todos os processos administrativos serão trabalhados dentro desse sistema. O modelo foi dividido em protocolos eletrônicos, documentos eletrônicos e arquivamentos eletrônicos. Ele já existe na Casa, mas agora é genuinamente da Assembleia Legislativa. Foi tomada essa iniciativa em função da necessidade da dinâmica que o Parlamento possui”, explicou ela.

Conforme Lemos, não será possível acessar o sistema por atalho configurado na máquina, o acesso será por link documentos.al.gov.sged/login ou pela área de trabalho da intranet “Sistema SGED".

A gerente afirmou que o projeto foi pensado em três grandes fases: 1º) adequar usabilidade e padronizar o visual, preservando as mesmas regras de negócio/funcionalidades; 2º) elaboração e repositório de documentos administrativos com criação, revisão, assinatura eletrônica e controle de versionamento; e 3º) arquivamento eletrônico dos documentos.

Para o técnico legislativo Cleudes Faro, o novo sistema vai significar uma possibilidade de melhoria e dinamismo para a Assembleia. “A Assembleia  possuía um sistema terceirizado e a manutenção era difícil. Estamos acompanhando desde a primeira demonstração e vai possibilitar nova dinâmica e transparência nos trabalhos. Agora o produto é nosso e as tramitações serão mais rápidas, fáceis e com maior segurança”, ressaltou Faro.

Na ocasião, Nara Lemos destacou que a principal mudança é a melhoria na adequação dos processos do Parlamento. “Com as constantes mudanças das nossas direções precisamos adequar os processos de maneira muito dinâmica e é isso que a gente está propondo. Estamos trazendo um sistema que tenha maior agilidade nas alterações”, apontou ela.

Outro detalhe indicado pela gerente de atendimento é quanto à alteração do link. “Como a gente não tem mais o mesmo produto, muitos usuários da Casa usam os links configurados na sua área de trabalho, portanto, se ele usar o mesmo link, futuramente vai ter problemas e vai dizer que não existe mais. Então, orientamos que ele escreva um novo link na barra de navegação, ou que ele acesse diretamente na área de atalho da intranet”, lembrou Nara.

Fonte: Assembléia Legislativa de MT

Comentários Facebook
publicidade

Momento MT

Taxa de desemprego deve continuar caindo nos próximos meses, avalia IFI

Publicado

Em seu mais recente Relatório de Acompanhamento Fiscal (RAF-Fev/2020), a Instituição Fiscal Independente (IFI) afirma que a taxa de desemprego brasileira caiu lentamente durante 2019, mas diz que essa redução pode ser mais acentuada nos próximos meses.

De acordo com o relatório, o desemprego ficou em 11% no fim do ano passado, sendo que a taxa caiu com mais força nos últimos dois meses de 2019, o que indica que essa redução pode continuar nos primeiros meses de 2020. Parte desse aumento no nível de emprego se deve às novas modalidades de contratação (trabalho intermitente ou parcial), de acordo com a instituição.

Conforme a IFI, o número de desempregados na economia somou 11,6 milhões de pessoas em dezembro de 2019, contra 12,1 milhões no mesmo mês de 2018.

“Em linhas gerais, as condições no mercado de trabalho continuam a apresentar melhora gradual, em linha com a lenta recuperação observada na atividade econômica. De todo modo, existem sinais de melhora nas condições de emprego e renda, o que tende a impulsionar o consumo das famílias nos próximos meses”, diz o RAF.

Entretanto, afirma a IFI, o desemprego só cairá com mais intensidade quando a recuperação da economia for mais intensa. A instituição projeta crescimento do PIB de 2,2% em 2020, o que ajudará a manter a trajetória de queda do desemprego.

O RAF deste mês também aborda, entre outros assuntos, taxa de inflação (alta de 4,19% nos últimos 12 meses); taxas de juros; conjuntura fiscal da União; análise das receitas e despesas da União em 2019 e respectivo resultado primário; dívida pública; e orçamento impositivo.

Fonte: Agência Senado

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Festival de Lambadão abre votação para público escolher banda preferida

Publicado

A votação já está aberta no site oficial da Associação Mato-Grossense de Cultura, realizadora do evento. Votos serão computados até o dia 13 de abril

Começou a disputa! Foram divulgados os nomes das bandas selecionadas pela curadoria do Festival de Lambadão. A votação online já está aberta ao público que vai escolher sua banda preferida pelo site oficial do evendo (www.amcmt.org.br).

O festival será realizado entre os dias 3 e 18 de abril em três cidades diferentes: nos dias 3 e 4, no Colônia Show Bar (Cuiabá); 11 e 12, no Atlântico (Várzea Grande) e 18 e 19, no Clube do Edemildes, em Poconé.

Nos dias 3, 4, 11 e 12 as 16 bandas se apresentam. Quatro em cada dia. Já no dia 18, apenas as bandas premiadas. Vale ressaltar, a votação será concluída no dia 13 de abril.

Em seguida, no domingo (19.04), é a vez do júri técnico escolher quais são as três melhores performances de dança. O festival recebeu 12 inscrições.

Os três melhores da música e dança serão premiados com o Troféu Chico Gil, além de ganharem dentre outros prêmios, horas em estúdio, equipamentos, instrumentos e valores em dinheiro, dependendo da colocação no concurso.

O músico e pesquisador musical dedicado à música popular, Levi Barros, que é também o presidente da Associação Mato-Grossense de Cultura (AMC), realizadora do evento, celebra a movimentação do segmento.

“Dentre as bandas que estão na disputa, temos grupos recém-formados concorrendo junto a outros nomes consagrados. Mas todos têm as mesmas condições já que é o público, que com seu voto, define quais são as primeiras colocadas”.

Bandas selecionadas

Amigos Banda Show

Arte Sentimento

Scort Som

Estrela Dalva

Nova Versão

Novo Som

Os Amigos

Os Three Boys

Real Som

Sensação

Stillus

Vegas

KinYou Banda Show

Lucianinho dos Teclados

Sensashow

Zezinho Lambadão Styllus

Premiação

O realizador do evento explica que esta é certamente a maior premiação da história que o seguimento já teve, pois, somando todos os prêmios, mais de R$ 20 mil reais serão distribuídos entre os primeiros lugares.

“Fora uma ajuda de custo que vão receber para se apresentarem, mesmo antes do resultado final”, explica Levi Barros.

A banda escolhida pelo público para ganhar o primeiro lugar vai faturar o prêmio de R$ 3 mil, gravação de um EP com três faixas em estúdio, gravação de videoclipe em estúdio, fotos profissionais em estúdio, 1 microfone profissional com fio, 1 jogo de peles de bateria, 2 jogos de cordas para contrabaixo, 2 jogos de cordas para guitarra, 3 pares de baquetas e 3 suportes para instrumento e roupas novas para todos os integrantes.

A música da banda vencedora também será usada como trilha sonora da divulgação da próxima edição do evento, além é claro, do troféu Chico Gil.

Já a segunda colocada ganhará R$ 2 mil mais a gravação de um EP com duas faixas; fotos profissionais em estúdio, 1 microfone profissional com fio, 1 jogo de cordas para contrabaixo, 1 jogo de cordas para guitarra, 2 pares de baquetas e 1 suporte para instrumento, roupas novas e troféu.

O prêmio será de R$ 1 mil para a terceira colocada e ela ganhará também a gravação de um single, 1 microfone profissional com fio, 1 par de baquetas e 1 suporte para instrumento e roupas novas para todos os integrantes, além do troféu.

“A primeira colocada ainda poderá ter como parte da premiação, sua música tocada nas rádios comerciais, estatais, web rádios e rádios comunitárias de todo Estado de Mato Grosso que aderirem e assimilarem a nossa proposta”, ressalta Levi.

Já no caso dos dançarinos, o casal que for escolhido pelo júri vai faturar R$ 1.500,00; o segundo colocado, R$ 1.000,00 e o terceiro, R$ 500,00.

Levi Barros explica que o festival é viabilizado graças ao termo de fomento nº 0428-2019 da Secretaria de Esportes,Cultura e Lazer (Secel-MT) via emenda parlamentar do deputado Dilmar Dal Bosco.

Para a realização de seis edições com condições mínimas de profissionalismo, o valor direcionado é de R$ 363.173,00. O Festival de Lambadão é uma idealização da AMC em parceria com o Instituto Case

O Lambadão

Arquivo pessoal

O lambadão surgiu em meados de 1990 na baixada cuiabana, especialmente, graças à força de pioneiros em Poconé e Rosário Oeste e rapidamente se projetou por Cuiabá e Várzea Grande. O ritmo explodiu nacionalmente com a música ‘Ei amigo’ de Chico Gil, cantor e compositor que recebeu o título de Rei do Lambadão.

Segundo pesquisadores, o lambadão é uma música híbrida, que resulta da fusão entre a lambada paraense, o ritmo regional rasqueado e o gênero de origem indígena, carimbó.

A história começa com os garimpeiros que foram em busca da promessa do ouro nos anos 1970 e 1980 rumo ao Pará e, dada a escassez do minério, voltaram e outros por aqui se estabeleceram, especialmente em cidades ribeirinhas como Cuiabá, Rosário Oeste, Poconé e Várzea Grande. Logo o rasqueado foi adicionado a essas influências, originando um ritmo que não se pode ouvir sem reagir.

Entre os pares – que podem ser de homem com mulher, de mulher com mulher e homem com homem – não tem espaço para preconceito, tem gente de físico e talentos diversos.

 

 

Fonte: Secel/MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana