Momento Tecnologia

Álcool em gel pode prejudicar tela! Saiba como higienizar corretamente o celular

Publicado


source
celular
Divulgação

Flanela é melhor tecido para limpar telas sem deixar fios soltos

Os cuidados básicos que todos devem tomar para evitar a contaminação do novo coronavírus vão além do uso do álcool em gel nas mãos e o isolamento social. O aparelho celular, que nos acompanha com frequência ao supermercado, por exemplo, não deve ter a higiene negligenciada por ser uma superfície passível de contaminação.

Para ajudar a conter os riscos, a Yesfurbe, plataforma de compra e venda de smartphones refabricados, compartilhou informações sobre a melhor maneira de desinfetar o objeto sem diminuir sua vida útil.

Leia mais: No Twitter, 45% dos perfis que falam sobre Covid-19 são robôs

1. Realize a limpeza com o aparelho desligado

A orientação mais importante também está relacionada à sua segurança. De acordo com especialistas da empresa, a umidade dos produtos usados para a limpeza pode se infiltrar no celular e percorrer circuitos eletrônicos causando grandes danos, que podem ser irreversíveis.

2. Use álcool isopropílico 70% e não o álcool em gel

O álcool isopropílico com concentração de 70% tem maior efeito bactericida. Não é recomendável submergir ou jogar diretamente o produto no aparelho. O ideal é aplicar com um pano apropriado. Além disso, o álcool gel – embora seja eficaz contra o vírus – pode danificar a tela ou lentes da câmera do celular, exigindo muito mais cuidado em sua aplicação.

3. Use somente panos cujo tecido nao solte fios

Microfibra é o material mais recomendado para evitar acúmulo de fiapos nos plugs ou na tela do celular.

4. Higienize as capinhas

Além do aparelho, é importante nunca esquecer dos objetos que fazem o mesmo percurso que ele pelas suas mãos e rosto. Se as capinhas forem de plástico, silicone ou material semelhante, basta lavar com água e sabão e deixar secar. Outros materiais que nãos sejam os citados acima, como couro, por exemplo, devem ser limpos com produtos específicos.

5. Repita os passos diariamente

Os especialistas ainda alerta que a higiene deve ser refeita diariamente e, apesar de o indicado ser não entregar o celular na mão de outra pessoa, caso isso ocorra, o procedimento deve ser imediatamente repetido.

Comentários Facebook
publicidade

Momento Tecnologia

Elon Musk afirma que Tesla terá carros completamente autônomos em 2020

Publicado


source

Olhar Digital

elon musk
Reprodução

Posteriormente, a Tesla afirmou que conseguiria carros autônomos em outros períodos


O CEO da Tesla , Elon Musk, afirmou durante a abertura da Conferência Mundial de Inteligência Artificial (WAIC), em Shanghai, na China, que sua empresa está “muito próxima” da tecnologia necessária para produzir carros completamente autônomos, o que é conhecido na indústria como “autonomia nível 5”.


“Estou extremamente confiante que o nível 5, essencialmente autonomia completa, irá acontecer, e muito rapidamente”, disse o executivo durante uma participação via videoconferência na abertura do evento. “Tenho confiança de que completaremos os recursos básicos para autonomia nível 5 ainda neste ano”, afirmou.

A tecnologia de direção autônoma é classificada em níveis, de acordo com as capacidades do veículo. Um Tesla com Autopilot, um dos sistemas mais sofisticados atualmente disponíveis, é classificado como nível 2 ou “Hands-Off”. Ou seja, o motorista pode tirar as mãos do volante, mas deve estar preparado para retomar o controle a qualquer momento.


Um táxi autônomo, como os da Waymo, é nível 4 ou “Mind-Off”. O veículo pode se conduzir sozinho, mesmo que o motorista não esteja prestando nenhuma atenção ao trajeto ou dormindo.

Um veículo nível 5 ou “Full Self Driving” (FSD, Completamente Autônomo) dispensaria completamente a presença do motorista em qualquer situação no trânsito.

Não é a primeira vez que a Musk promete que a direção completamente autônoma chegará aos veículos da Tesla “em breve”.

O executivo passou boa parte de 2019 prometendo que sua empresa iria iniciar um serviço de táxis robotizados, completamente autônomos, já em 2020, data que foi recentemente modificada para “2021, em alguns mercados”.

De fato, a Tesla já vende carros com um pacote de hardware necessário para FSD, embora o software não esteja disponível. Em abril deste ano a empresa anunciou a intenção de oferecer o recurso como um serviço por assinatura, reduzindo o custo para adoção da tecnologia.

“Em nossa visão, comprar o FSD é um investimento no futuro, e estamos confiantes que é um investimento que se paga para o consumidor”, disse Elon Musk . “Acho que o FSD é uma opção que as pessoas não se arrependerão em ter”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Tecnologia

Google Maps começa a mostrar semáforos no aplicativo

Publicado


source

Olhar Digital

Google Maps
Unsplash/henry perks

Google Maps começa a mostrar semáforos


Segundo o site The Next Web, o Google está experimentando um novo recurso no Google Maps : mostrar a localização de semáforos. Eles são indicados por um ícone que aparece sobre os cruzamentos. Ele apenas indica que existe um semáforo no local, e não mostra seu estado (verde, amarelo ou vermelho) em tempo real.


Segundo o site Droid Life, que noticiou a novidade, os ícones aparecem tanto durante a navegação quanto se você estiver simplesmente “passeando” pelo mapa. O recurso parece estar sendo testado com um pequeno grupo de usuários: um leitor do site reportou sua presença na versão 10.44.3, enquanto outros não o encontraram mesmo em versões mais recentes, como o beta da 10.45.0.

O Apple Maps , principal concorrente do Google Maps , já mostra a localização de semáforos e placas de “pare” desde o iOS 13, lançado no ano passado. Além disso, eles são explicitamente mencionados nas instruções de navegação, algo que o Google Maps, mesmo com a mudança, não faz.

Mudando aos poucos

O Maps é um serviço que muda “aos poucos”, com pequenas mudanças sendo acrescentadas constantemente, em vez de grandes mudanças concentradas em versões específicas.

Em fevereiro deste ano, quando o serviço completou 15 anos, o Google mudou sutilmente o ícone do App e alterou sua interface , reorganizando as abas no rodapé da tela para destacar as contribuições dos usuários. Além disso, o app ganhou recursos como o compartilhamento de informações sobre o transporte público e uma versão “lite” do modo de navegação em realidade aumentada.

Em março o Google reativou, em algumas regiões, um recurso do Maps que mostra a velocidade da via, algo que já existe no outro programa de navegação da empresa, o Waze .

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana