Momento Agro

Aprosoja realiza apresentação de resultados do CAD Parecis

Publicado

Defesa Agrícola

Aprosoja realiza apresentação de resultados do CAD Parecis

Eventos serão realizados em dois municípios

22/11/2019

Os resultados da pesquisa em Manejo de Solos Arenosos realizadas nas três últimas safras no CAD Parecis serão apresentados em duas oportunidades. Agendados para o dia 27 e 29 de novembro, os eventos acontecerão em Primavera do Leste e Nova Mutum.  Na oportunidade os produtores rurais poderão conhecer novas técnicas e sugestões para superar algumas dificuldades. 
 
O primeiro dia de apresentação dos dados coletados no CAD será em 27 de novembro no Sindicato Rural de Primavera do Leste, a partir das 19h e contará com apalestra do pesquisador Leandro Zancanaro.
Já a segunda apresentação ocorrerá no dia 29 de novembro no Sindicato de Nova Mutum, também a partir das 19h, com a palestra do pesquisador e um dos fundadores do CAD Parecis, Taimon Semler.
 
Conforme o gerente de Defesa Agrícola da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso, Daniel Pasculli, por meio dos três anos de estudos no CAD Parecis já foi possível propor soluções para dificuldades encontradas no manejo de solos arenosos.
 
“Nesses eventos serão apresentados os resultados de vários ensaios produzidos no CAD durante três safras. Com esses dados em mãos vamos apresentar caminhos e sugestões de manejos para solos arenosos. Quem trabalha com essa qualidade de solo sabe a dificuldade e os gargalos e nós iremos propor uma série de ferramentas e soluções que propomos através desses estudos”, pontuou Pasculli.
 
CAD Parecis
 
O Centro de Aprendizagem e Difusão, em Campo Novo do Parecis, mais conhecido como CAD Parecis, é uma parceria entre a Aprosoja e a Fundação Mato Grosso. O objetivo é desenvolver pesquisas com foco no manejo do sistema produtivo da soja em solos arenosos.
 
Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
publicidade

Momento Agro

Ministério celebra Dia Mundial do Solo com debate sobre produção sustentável

Publicado

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento realizou nesta quinta-feira (5) seminário para marcar o Dia Mundial do Solo. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) com o objetivo de aumentar a conscientização sobre a importância de manter os solos saudáveis para garantir a sustentabilidade ambiental e o bem-estar humano.

O tema escolhido para a celebração deste ano foi “Pare a erosão do solo, salve nosso futuro”. A programação do seminário incluiu painéis sobre projetos estratégicos desenvolvidos pelo Mapa, como o Águas do Agro e o Plano ABC, que promoveu de 2009 a 2018 a implementação de tecnologias sustentáveis de produção em quase 60 milhões de hectares no país.

Na abertura do seminário, o representante da FAO no Brasil, Rafael Zavala, enfatizou que para prevenir e minimizar a erosão dos solos, os agricultores e outros usuários da terra devem adotar práticas de manejo sustentável, manter o solo com cobertura vegetal e promover a conservação de água.

“Estamos celebrando um tesouro embaixo dos nossos pés, que hospeda um quarto da biodiversidade do nosso planeta e provê aproximadamente 95% da nossa comida. Solos saudáveis são a base para habitats saudáveis para todos os seres vivos”, declarou Zavala.  Segundo a ONU, a cada 5 segundos, o mundo perde uma quantidade de solo equivalente a um campo de futebol. 

Além da erosão, Zavala citou outros problemas que tem afetado os solos em todas as regiões do mundo, como salinidade, acidificação, compactação, impermeabilização, perda de biodiversidade e de carbono orgânico, ocasionados por uso inapropriado e insustentável da terra e acabam provocando perda de produtividade agrícola.

Leia mais:  Mapa e Sebrae fazem parceria para promover assistência técnica no AgroNordeste

Pronasolos

Os secretários de Política Agrícola, Eduardo Sampaio, e de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação, Fernando Camargo, participaram da cerimônia. Eles destacaram a importância do tema e citaram ações do Mapa na área, como o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) e o programa Pronasolos, que pretende mapear todos os tipos de solos do país.

“Quando a gente fala de agricultura inteligente, precisamos conhecer o solo. Como a gente vai fazer a agricultura 4.0, digital, sem conhecer nosso solo? Por isso, precisamos avançar com Pronasolos, que é o grande programa de mapeamento dos solos do Brasil. A grande meta para 2020 é colocar o Pronasolos em andamento, porque o solo é muito importante para a nossa agropecuária”, disse Camargo.

O evento contou ainda com a participação de representantes de instituições parceiras do Mapa no desenvolvimento de estudos e projetos relacionados à conservação do solo, como a Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, a Embrapa Solos, a Embrapa Milho e Sorgo, a Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação e a Agência Reguladora de águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa-DF).

Leia mais:  Contra a aftosa, o Estado do Paraná inicia construção de posto de fiscalização de animais

 Informações à imprensa:
Débora Brito
[email protected]

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Agro

Aprosoja busca solução definitiva ao Funrural

Publicado

Fortalecimento Institucional

Aprosoja busca solução definitiva ao Funrural

Na próxima quarta-feira (11.12) deve acontecer uma nova reunião

05/12/2019

Em busca de um posicionamento definitivo do Governo Federal quanto ao passivo do Funrural, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) participou de uma reunião na sede da Secretaria da Receita Federal, na última quarta-feira (04.12), em Brasília, para tratar principalmente sobre as Certidão Negativa de Débitos (CND’S) positivadas e a remissão do passivo.

A reunião foi liderada pelo Deputado Federal, Jeronimo Goergen e contou com a presença do presidente da Aprosoja Mato Grosso, Antonio Galvan, vice-presidente, Fernando Cadore, diretor administrativo, Lucas Costa Beber, e diretor-executivo, Wellington Andrade. Representantes do Ministério da Economia e da Andaterra também estiveram presentes.

“Nessa reunião não houve nenhum posicionamento conclusivo, porém ficou acordado que na próxima semana o Governo deve se posicionar em definitivo sobre o passivo do Funrural”, explicou Lucas Costa Beber.

Na próxima quarta-feira (11.12) deve acontecer uma nova reunião com o Governo Federal, que contará com  “mais deputados representantes dos produtores, o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) e líderes das principais entidades do Agro, para que um posicionamento definitivo por parte do governo seja anunciado”, contou presidente da Aprosoja Mato Grosso, Antonio Galvan.

Leia mais:  Saiba como emitir NF-e gratuitamente

“Não estamos medindo esforços e trabalhamos para que o Governo honre seu posicionamento de campanha que é a extinção do passivo do Funrural.” finalizou o vice-presidente, Fernando Cadore.

 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana