Mulher

Brasil Eco Fashion Week: o maior evento de moda sustentável da América Latina

Publicado

source

No final de semana do dia 16 de novembro aconteceu na Unibes Cultural em São Paulo o Brasil Eco Fashion Week – maior evento de moda sustentável da América Latina! O evento teve a duração de 3 dias e contou com diversas palestras, workshops, ótimas oportunidades de negócios e desfiles que colocaram em pauta novas propostas sustentáveis para  a sociedade e a indústria da moda.

Ocupando a 2ª posição no ranking das mais poluentes do mundo, a indústria da moda é responsável por descartar um caminhão de resíduos têxteis por segundo. É preciso entender que a moda vai muito além das roupas que usamos; A moda é um veículo de mudança, liberdade de expressão e ferramenta de autoconhecimento.

Leia também: o mood natural invade a alta costura

Estamos em busca de um estilo de vida equilibrado, com boa saúde, alimentação, exercícios e pensamentos positivos. Mas é necessário trazer este equilíbrio também para o que consumimos e vestirmos, devemos ter consciência da realidade que nos cerca e nos conectar com o mundo, nos preocupando em promover um futuro melhor para as próximas gerações.

Leia também: como usar as tendências de verão de maneira simples e estilosa

Mas como adotar um consumo de moda consciente e sustentável?

O ponto principal é estar ciente e se questionar ao adquirir algo. Você realmente precisa deste produto? Faz parte do seu estilo? O material é de qualidade? Você realmente irá usar ou é apenas impulso?

Além destas questões, algumas atitudes podem fazer a diferença. Optar por marcas que têm essa visão e adotam alternativas sustentáveis colaboram com o movimento e contribuem para que o impacto ambiental seja mais ameno. Novos designers que despontam na cena fashion possuem essa preocupação, confira a seguir: 

Ahlma: Imprimindo estilo urbano e confortável para todos, se preocupa com cada área do processo circular da moda.

Insecta Shoes: Calçados exclusivos e com estampas únicas, feitos a partir de tecidos resgatados.

Satya Beachwear: moda praia com shape moderno elaborado com tecidos biodegradáveis e tingimento natural.

Sagui: linha de óculos contemporâneos que usam como matéria prima tubos de pasta de dente e sacolas plastica.

Natural Cotton Color: trabalha exclusivamente com algodão orgãnico colorido naturalmente da Paraíba. 

Leia tambémos calçados e acessórios que irão bombar no verão 2020

Fazemos parte de um contexto capitalista e por conta do consumo desenfreado estamos em déficit ambiental com a natureza. A proposta do evento sustentável é refletir sobre os hábitos de consumo e suas consequências, abrir os olhos para o futuro e ver que a realidade pede pelo equilíbrio. 

Como já dizia Gandhi ” Somos a mudança que queremos ver no mundo” 

O Brasil Eco Fashion Week estimula a consciência na maneira de pensar, agir e consumir, e entender que a moda revela nossa identidade e a maneira como nos comunicamos com o mundo. 

E você, como enxerga a moda e seus hábitos de consumo? Ela está ao seu favor e a favor do mundo? 

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Leia mais:  Grávida fica "horrorizada" ao ter orgasmo durante exame ginecológico
publicidade

Mulher

Renove os ambientes! Confira tendências de cores para decoração da casa em 2020

Publicado

source

Estamos a menos de um mês de 2020 e, junto com a chegada do novo ano, vem a vontade de renovação. Se você planeja mudar a decoração da casa logo mais, pode se basear nas cores que vão estar em alta a partir do próximo mês. Diversas marcas de tintas já lançaram suas apostas – e você pode se inspirar nelas para mudar o visual dos cômodos. 

Leia também: Quer mudar a decoração da casa? 10 ideias para você NÃO copiar de jeito nenhum

cama arrow-options
Divulgação/AkzoNobel

A cor Praça no Inverno, eleita como a cor de 2020 pela AkzoNobel, é uma das tendências que promete bombar ano que vem

Para ajudar você na missão de renovar os ambientes da casa e encantar a todos, a reportagem do Delas separou algumas tendências de cores que prometem bombar no ano que vem. Já podemos adiantar que azul e verde, além do rosa, estão entre as tonalidades que vão ocupar cada mais espaço nos lares brasileiros. Confira!

1. Rosa claro com toque acinzentado 

Divulgação/Tintas Eucatex arrow-options
Divulgação/Tintas Eucatex

Modernismo: eleita pelas Tintas Eucatex como a cor de 2020

Em um estudo realizado em parceria com a consultoria de tendências Tendere, o tom Modernismo foi eleito pelas Tintas Eucatex como a Cor do Ano 2020. A cor é composta por um rosa claro, levemente acinzentado, e com nuances sutis de azul. Segundo a marca, a tonalidade traz equilíbrio, serenidade, doçura e prosperidade aos ambientes.

Leia mais:  Grávida fica "horrorizada" ao ter orgasmo durante exame ginecológico

Na galeria abaixo, é possível ver a aplicação da cor em cômodos, como quarto e sala. Como podemos ver nas imagens, a tonalidade harmoniza com branco e verde. Por isso, você pode apostar, por exemplo, em almofadas com estampas que remetem à natureza e figuras geométricas. Plantas também ajudam a completar a decoração do lar.


2. Tom delicado entre verde, azul e cinza

Divulgação/AkzoNobel arrow-options
Divulgação/AkzoNobel

Praça no Inverno: eleita pela AkzoNobel como a cor de 2020

A AkzoNobel – responsável pela Coral – lançou seu estudo internacional de cores, o Colour Futures 2020, e aponta a Praça no Inverno , um tom delicado entre verde, azul e cinza, como a cor do próximo ano. “Seu efeito muda de acordo com as cores usadas para acompanhá-la, fazendo-a um tom belo e versátil”, destaca Heleen van Gent, diretora do Centro de Estética Global.

A tonalidade pode ser aplicada em diversos ambientes – incluindo quarto de criança. A aposta da AkzoNobel também pode ser combinada com outros tons, como azul, amarelo, rosa e cores mais neutras. Na galeria, você consegue notar, por exemplo, que, na cozinha, a tinta não está só na parede. Isso porque também é possível aplicá-la nos móveis e transformar o cômodo.


3. Verde azulado

Mantra: eleita pela Suvinil como a cor de 2020 arrow-options
Cama/Sofá e manta Codex Home. Poster, bancos de madeira e cadeira preta, loja Téo. Piso Materialab, Aubicon. Pufe de EVA, cesto de palha pendurado e tijolos de barro dos Irmãos Campana, da Dpot Objetos. Ganso branco , acervo Aldi Flosi. Camisa de algodão Bruno Cruz. Sapatos Insecta Shoes.

Mantra: eleita pela Suvinil como a cor de 2020

O Suvinil Revela, assinado por Ana Kreutzer, consultora de cores de marca, indica Mantra, uma nuance de verde azulado, que se divide em dois subtons – Horizonte e Contemplação – como a cor de 2020. A marca também mostra  outras 35 tonalidades de tinta para parede que combinam com a principal. Assim, é possível criar diversas combinações em todos os ambientes .

Leia mais:  Dicas para receber em casa: noite de pizza

4. Azul-marinho

Naval: eleita pela Sherwin-Williams como a cor de 2020 arrow-options
Divulgação/Sherwin-Williams

Naval: eleita pela Sherwin-Williams como a cor de 2020










Para o próximo ano, a eleita da Sherwin-Williams é a cor Naval, um azul-marinho, que traz calma e, ao mesmo tempo, ousadia. “O uso da cor no design de interiores está mudando. Não se trata mais apenas da estética de um espaço, mas de como você se sente nele,” diz disse Patrícia Fecci, gerente de marketing para serviços de Cor & Design da marca. 

A tonalidade pode ser combinada com mármores e metais diversos, sendo responsável por destacar os itens no décor . Para se inspirar, é importante saber que o tom pode ficar em segundo plano ou desempenhar papel de protagonista. No quarto, por exemplo, o azul-marinho ajuda a transformar o ambiente em um local de tranquilidade e repouso.












Agora que você já sabe quais as principais cores que vão bombar em 2020, aproveite para transformar a decoração da sua casa com essas tendências! 

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Mulher com vaginismo conta que costumava chorar de dor durante o sexo

Publicado

source

O vaginismo , uma disfunção na qual a contração involuntária da vagina causa uma dor extrema durante a penetração sexual, foi o motivo que fez com que a búlgara Katrin Maslenkova quase desistisse de uma vida sexual. De acordo com ela, era comum que as relações “levassem às lágrimas” em situações tão dolorosas que pareciam “batidas em uma parede”.

mulher arrow-options
Reprodução/Facebook

Katrin convive com o vaginismo desde os 18 anos

Hoje com 27 anos, ela conta que tentou fazer sexo pela primeira vez aos 18, interrompendo a transa ao perceber que a penetração era “impossível naquele momento”. Ao portal Daily Mail , ela diz que o primeiro médico que a examinou sugeriu que ela “ainda não estivesse pronta para transar” e que “melhoraria depois que ela tivesse filhos”. 

Leia mais: Vida sexual dos brasileiros é detalhada em estudo; confira

Frustrada com a situação e se sentindo incompleta no relacionamento, Katrin buscou ajuda de um terapeuta sexual que, em 2010, à diagnosticou com vaginismo. Após um intenso programa de terapia, ela foi capaz de transar com penetração apenas seis anos depois, aos 24. 

Leia mais:  Dicas para o mês de novembro

Apesar dos momentos fisicamente dolorosos que viveu até a cura, Karin diz que algumas lições valiosas foram extraídas no processo. “Hoje, sei que sou capaz de comunicar ao meu parceiro exatamente o que eu quero durante o sexo “, diz a moça, que atualmente está noiva e largou o emprego para dedicar-se à causa de outras mulheres com a mesma disfunção que ela.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana