Carros e Motos

Aceleramos Harley-Davidson Road King Snake Venom da linha 2021

Publicados

em


source


Nome agressivo Snake Venom indica que essa Harley-Davidson Road King Special tem cor especial.
Guilherme Marazzi

Nome agressivo Snake Venom indica que essa Harley-Davidson Road King Special tem cor especial.

A Harley-Davidson está mostrando os modelos 2021 da marca em doses homeopáticas. Uma por vez, sem pressa. Agora foi a vez da Road King. Prometeram-me que eu seria o primeiro a experimentar a nova motocicleta, que, para 2021, tem como novidades apenas uma nova proteção de motor, montado onze polegadas mais abaixo do que nas outras touring da marca, e o farol de leds. 

 Prometeram e cumpriram: a motocicleta chegou com apenas 5 km marcados no hodômetro totalizador. Nada como uma Harley-Davidson “zerinho, zerinho”, como já dizia o filósofo Silvio Santos seis décadas atrás, para nos sentirmos o “rei da estrada”. O que por sinal, é o nome desse modelo: Road King.

Entre as cores disponíveis para a Harley-Davidson Road King Special 2021 , uma delas quase que até faz parte do nome, é o verde “veneno de cobra” , cor essa excepcionalmente chamativa e bonita (claro, depende do gosto do freguês).

Leia Também:  Licenciamento digital tem aumento de 30% em São Paulo desde janeiro

A Harley-Davidson Road Special King Snake Venom realmente se destaca, em especial quando é observada por seu lado esquerdo, pois o famoso número “1” estilizado que a marca sempre usou, com as cores da bandeira dos Estados Unidos, estampa a lateral do alforje. É discreto, às vezes não se repara na primeira olhada, mas marcante.

Você viu?

A tonalidade de verde da Harley-Davidson Road King Special Snake Venom é bastante atraente.
Guilherme Marazzi

A tonalidade de verde da Harley-Davidson Road King Special Snake Venom é bastante atraente.

A Harley-Davidson Road King Special atualmente é bem diferente da Road King tradicional , que tínhamos por aqui até uns três anos atrás. Esta tinha uma aparência clássica, bem parecida com a DeLuxe , com muitos cromados, faróis auxiliares, grande para-brisa, rodas raiadas cromadas, pneus com largas faixas brancas e alforjes de couro.

A versão Special , no entanto, abre mão da tradição do modelo e vem com rodas de liga leve de maior diâmetro, nenhum cromado e alforjes rígidos. Pelo menos o farol é redondo, apesar de ser de leds e ter a macela e toda a sua estrutura pintada de preto (adeus ao belo farol tradicional, em favor da segurança).

Leia Também:  Homem fabrica Lamborghini Sian Roadster de madeira para seu filho

Enfim, é o estilo da versão Special. Nos Estados Unidos a Harley-Davidson Road King tradicional ainda é oferecida, com a diferença apenas nos alforjes, também rígidos. Apesar de úteis e práticos, ainda prefiro os de couro. Melhor ainda: sem alforjes.

A Harley-Davidson Road King Special Snake Venom chegou com apenas 5 km marcados.
Guilherme Marazzi

A Harley-Davidson Road King Special Snake Venom chegou com apenas 5 km marcados.

Além da cor especial verde veneno de cobra, chamada de Snake Venom , há as opções das cores convencionais, preto brilhante ou sólido (Black Jack Metallic e Vivid Black) , e verde fosco (Deadwood Green) . A Harley-Davidson Road King Special custa R$ 110.850.

Fonte: IG CARROS

Propaganda

Carros e Motos

Porsche Cayenne bate recorde e se torna o SUV mais rápido em Nürburgring

Publicados

em


source
Porsche Cayenne Coupé recebeu apenas bancos do tipo concha e estrutura para proteger no caso de capotamento
Divulgação

Porsche Cayenne Coupé recebeu apenas bancos do tipo concha e estrutura para proteger no caso de capotamento

O Porsche Cayenne Coupé, com o piloto Lars Kern ao volante, bate recorde no circuito de Nürburgring, na Alemanha, com o tempo de 7 minutos, 38 segundos e 925 milésimos, superando o Audi RS Q8 em 4 segundos. Com isso, o modelo se torna o SUV mais veloz que já andou no chamado “Inferno Verde”. A marca fica próxima de legítimos supercarros, bem mais leves, como Lexus LFA e Ferrari 458 Italia.

O recorde foi testemunhado por um bom público presente e as duas únicas mudanças feitas no Porsche Cayenne Coupé foram a inclusão da estrutura que protege em caso de capotamento (conhecida como “Santo Antônio”) e bancos do tipo concha, com cintos de cinco pontos. O carro estava com rodas de aro 22 montadas em pneus Pirelli P Zero Corsa , desenvolvidos especialmente para este modelo.

Foto: Divulgação

Leia Também:  Mercedes-Benz CLA 35 AMG: pimenta na medida certa

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

“Nos primeiros metros ao volante do Cayenne Coupé foi preciso dar uma olhada de um lado para o outro para ter certeza de que estava pilotando um SUV , tamanha a agilidade que o carro mostrou”. disse Kern. “A precisão do sistema de direção e a estabilidade nas curvas  foram pontos que me transmitiram bastante confiança”, completou o piloto.

O conjunto mecânico do Cayenne Turbo Coupé conta com motor V8 biturbo, de 4.0 litros de cilindsrada, capaz de render 631 cv e brutais 86,7 kgfm de torque, números para acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 3,4 segundos, o mesmo que uma Ferrari 458 Italia . A velocidade máxima fica em torno de 300 km/h. Assista ao vídeo abaixo com cenas do feito na pista alemã.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA