Carros e Motos

Audi inclui e-tron S Sportback no programa de carros por assinatura

Publicados

em

source


Audi e-tron é o modelo 100% elétrico da marca alemã que passa a ser oferecido por assinatura no Brasil
Divulgação

Audi e-tron é o modelo 100% elétrico da marca alemã que passa a ser oferecido por assinatura no Brasil

A Audi lança a nova fase do programa de carros por assinatura ‘Audi Luxury Signature’ que conta agora o novo modelo 100% elétrico e-tron S Sportback além dos já conhecidos no pacote A4, Q7, e-tron e e-tron Sportback.

De acordo com a marca alemã, os valores para assinatura partem de R$ 8.285 por mês em planos de 24 meses; além dessa novidade, o programa também ganha expansão territorial e está disponível em 27 cidades, com ajuda de 34 pontos de venda.

O plano por assinatura está disponível para as concessionárias credenciadas presentes nos estados de São Paulo, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Leia Também:  Peugeot lança 208 com motor 1.0 mais em conta que Fiat Argo

O programa de assinatura ‘Audi Luxury Signature’ ainda oferece planos que possuem duração de 18 ou 24 meses e contemplam até 1.500 km para rodar por mês, seguro, IPVA, licenciamento, assistência 24 horas e manutenção preventiva, além de blindagem disponível com custo adicional. O projeto é desenvolvido em parceria com a Fleet Solutions, empresa do Grupo Volkswagen.

Os valores de assinatura partem de R$ 8.285 para o Audi A4 Sedan , R$ 15.330 para o Audi e-tron , R$ 15.795 para o Audi Q7 , R$ 16.345 para o Audi e-tron Sportback , R$ 18.245 para o Q8 e R$ 21.100 para o Audi e-tron S Sportback.

Fonte: IG CARROS

Propaganda

Carros e Motos

VW Kombi alemã com esteira de tanque de guerra é ressuscitada

Publicados

em

source


A Kombi  'Half-track Fox' é um projeto criado pelo ex-mecânico da VW, o austríaco Lutz Kretzner
Reprodução

A Kombi ‘Half-track Fox’ é um projeto criado pelo ex-mecânico da VW, o austríaco Lutz Kretzner

Que a Kombi é um veículo versátil isso ninguém dúvida, mas para na visão do mecânico austríaco da VW Lutz Kretzner, isso poderia ir além e foi assim que ele converteu o ‘ Microbus Type 2′  em um veículo com esteiras de quatro eixos, com capacidade off-road.

Apelidado de ‘Half-track Fox’ , ou traduzindo como “raposa de meia pista”, devido a lentidão do veículo comparado ao animal raposa, ele fez dois exemplares em 1968, mas apenas um deles sobreviveu e foi recentemente restaurado pela Volkswagen Classic Vehicles.

O Tipo 2 (Transported, Kombi, or Microbus, dependendo do mercado) de Kretzner possuia muitas habilidades, mas para ele teria de ser um veículo com capacidades off-road que pudessem levá-lo para qualquer tipo de chão, seja terra, areia e, principalmente, neve.

Leia Também:  Ford vai expandir seu Centro de Desenvolvimento e Tecnologia na Bahia

Considerado um ávido esquiador, Lutz Kretzner queria um veículo capaz de escalar os Alpes em todas as condições climáticas. Ele não conseguiu encontrar nenhum, então decidiu fazer um para uso próprio.

Dessa maneira, o mecânico da Volkswagen passou quatro anos projetando e construindo esta Kombi alpinista com uma ‘Bulli’ de 1962 (este é o nome carinhoso que os alemães deram à Kombi ) e colocou mais dois eixos nele.

Os dois eixos dianteiros são dirigidos, com duas rodas duplas de 14 polegadas em cada um deles. Na parte de trás, os dois eixos foram equipados com rodas de 13 polegadas que acionam trilhos de tanque de seu próprio projeto.

Todas as rodas foram equipadas com freios e um diferencial de deslizamento limitado que garantiu uma propulsão para frente distribuída uniformemente, independentemente do terreno.

Na motorização , a unidade era a padrão boxer, de quatro cilindros, refrigerada a ar, de 1.2 litro , com apenas 34 cv. Com uma velocidade máxima de 35 km/h , era um pouco mais lento que uma raposa, então Kretzner o chamou de ‘raposa de meia pista’.

Kombi  Half track Fox foi chamado assim pelo autor do projeto por ser tão
Reprodução

Kombi Half track Fox foi chamado assim pelo autor do projeto por ser tão “veloz” quanto uma raposa

Leia Também:  Volkswagen e Disney se unem para divulgar série de Star Wars

Um dos dois exemplares foi comprado pelo Museu da Porsche em Gmünd no início dos anos 90. Mais tarde, foi adquirido pela Bullikartei e.V. , uma sociedade de fãs de Bulli de primeira geração. Eles tentaram restaurá-lo em 2005, mas ao projeto não foi para a frente.

A saída veio da Volkswagen Classic Vehicles (VWCV) , empresa especializada em restauração de veículos clássicos da marca alemã, que entrou em cena para começar o projeto que daria início em 2018.

Com um trabalho bastante extenso e minucioso, o ‘Half-track Fox’ foi trazido para uma condição melhor do que quando era novo. Em vez de uma simples repintura, a empresa removeu toda a tinta velha e aplicou um revestimento de imersão catódico.

O processo, cuja técnica usada para controlar a corrosão da superfície metálica serviu de proteção para só depois recever a pintura laranja fosca do projeto original e com isso manter a proteção contra ferrugem, mas sem deixar de lado a fidelidade da obra de Lutz Kretzner.

Por fim, a mecânica também foi trazida de volta à condição de nova, e o interior recebeu uma novo revestimento. O trabalho foi concluído em fevereiro de 2022, e o ‘Half-track Fox’ hoje está pronto para novos desafios e explorar terrenos.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA