Carros e Motos

BMW confirma lançamento de nova versão da S 1000 RR no Brasil

Publicados

em


source
BMW S 1000 RR
Divulgação

BMW S1000 RR com pacote M. Hoje em dia, a supermoto é vendida em configuração única, a partir de R$ 98.750

A BMW confirma o lançamento no Brasil da S 1000 RR pacote M, nova versão da superesportiva da marca alemã. Montada em Manaus (AM), a moto estreia ainda no terceiro trimestre deste ano.

A marca não divulgou o preço e detalhes técnicos desta nova S 1000 RR , que segundo a montadora irá “estabelecer novos parâmetros no segmento com seus atributos de força e potência aliados a uma condução extremamente precisa”.

No exterior, o pacote M Performance Parts inclui componentes focados na redução de peso, como caixa do filtro de ar, protetor de corrente, para-lamas e até rodas em fibra de carbono.

Com preço de R$ 98.750, a BMW S 1000 RR está disponível atualmente em uma configuração única, equipada com um motor de quatro cilindros e 1.000 cc, que desenvolve 207 cv e 11,5 kgfm, números de modelo superesportivo .

Leia Também:  Ford Territory chega para encarar Compass e companhia

A lista de equipamentos da BMW S1000 RR inclui o sistema de freios ABS Pro, luzes de LED, painel TFT com tela de 6,5″ e um seletor de modos de condução com quatro opções de acerto, que alteram os parâmetros de motor, controle de tração e freios.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Carros e Motos

Conheça regras de ouro para cuidar da pintura do carro

Publicados

em


source
pintura
Divulgação

Verniz da pintura deve ser conservada com lavagem com produtos adequados e sem exposição direta do sol

Além da função estética, a pintura tem o papel de proteger a carroceria conta os efeitos dos ataques químicos sobre a lataria. Por este motivo, é importante que este acabamento seja protegido da melhor maneira possível.

Apser do verniz da pintura do carro   ter uma proteção contra os raios solares, sempre que possível evite deixar o veículo sob exposição direta. Ao notar que a carroceria está suja com fezes de passarinho ou seiva de árvore, faça a limpeza área afetada, já que as fezes de passarinho são ácidas e chegam a atacar o verniz da pintura. Caso o carro fique muito tempo parado em uma área sem cobertura, use uma capa própria, com ventilação e revestimento interno para evitar riscos.

Leia Também:  VW T-Cross 2021 ganha multimídia do Nivus e parte de R$ 91.660

Se o veículo circular com frequência por áreas litorâneas, a regra é fazer lavagens frequentes da carroceria para reduzir os efeitos da maresia. Mas esqueça produtos como sabão em pó ou algo do gênero. “Use um shampoo próprio para carro, que tem um pH mais neutro. Evite também aquelas máquinas de lavagem automática e o uso de lavadoras de alta pressão a uma distância muito pequena da lataria, o que pode danificar a pintura.

A ideia é usar a água apenas para molhar a carroceria. Sujeiras mais pesadas devem ser removidas com produtos específicos. Piche, por exemplo, pode ser retirado com uma solução de água e querosene na área afetada”, detalhou Ricardo Vettorazzi, gerente técnico da divisão de repintura da fabricante de tintas PPG.

No caso do polimento, Vettorazzi explica que é preciso ser feito com cuidado. “O ideal é fazer depois de dois ou três anos de uso do carro zero. É preciso lembrar que a cada polimento o verniz da pintura vai ficando mais fino e se perde essa camada de proteção “.

Leia Também:  Fabricantes estudam adiamento do ESP obrigatório para depois de 2022

Por outro lado, a cristalização e a vitrificação da pintura, assim como o uso periódico de cera, são práticas que ajudam a preservar a pintura em bom estado por mais tempo. “Esses produtos e técnicas agem formando uma camada protetora sobre a pintura do carro , que dificulta a aderência da sujeira, e é interessante principalmente para carros de áreas litorâneas. O que varia em cada uma delas é a duração dessa camada”, finaliza o gerente da PPG.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA