Carros e Motos

Como levar carga extra no carro sem ser multado

Publicados

em


source
Suporte de bicicletas pode exigir uso de régua de sinalização, com luzes e placa adicionais
Divulgação

Suporte de bicicletas pode exigir uso de régua de sinalização, com luzes e placa adicionais


Está com o carro cheio e vai utilizar um bagageiro externo ou levar as bicicletas das crianças em um suporte externo? Pois a legislação de trânsito  determina regras para o transporte de cargas do lado de fora dos carros de passeio e comerciais leves.


De acordo com a Resolução nº 349/2010 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), o uso do bagageiro de teto é permitido, mas desde que a carga transportada e do suporte não ultrapassem 50 cm de altura ou o comprimento e a largura máxima da parte superior do veículo. Mesmo o uso do porta-malas também tem regras, com a bagagem sendo limitada à altura da linha dos vidros para não obstruir a visibilidade do condutor.

Leia Também:  Rodízio noturno é flexibilizado na cidade de São Paulo; veja os horários

Nas caso das picapes , é permitido o transporte de cargas com a tampa da caçamba aberta, mas desde que o balanço traseiro (composto pela distância entre o centro do eixo traseiro e o final da carga excedente) não ultrapasse 60% do valor da distância entre os dois eixos do veículo.

Extensor de caçamba é opção dentro da lei para transportar cargas maiores em picapes
Divulgação

Extensor de caçamba é opção dentro da lei para transportar cargas maiores em picapes


Você viu?

A carga extra deve ser sinalizada com uma régua ou extensor de caçamba, equipado um sistema de sinalização luminosa e refletiva. No caso de a placa traseira ficar encoberta, será necessário a instalação de uma chapa adicional ao lado direito da traseira do veículo.

O transporte de bicicletas pode ser feito por meio de suportes específicos no teto (situação em que não se aplica a regra de altura máxima de 50 cm dos bagageiros) ou na traseira do automóvel.

Se o suporte encobrir a placa ou as luzes do veículo, vale a mesma regra das picapes para a instalação de um régua sinalizadora com placa e luzes adicionais.

Leia Também:  iG Carros Podcast: seria este o fim dos sedãs médios no Brasil?

Multas e punições

Levar carga de maneira irregular pode dar em multa de até R$ 293,47 e 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação
Divulgação

Levar carga de maneira irregular pode dar em multa de até R$ 293,47 e 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação


Vale destacar que rodar com a chapa de identificação encoberta é considerado infração gravíssima, com multa de R$ 293,47, perda de sete pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e a apreensão do veículo.

A carga em condição irregular em carros de passeio é punida com multa de R$ 195,23 e perda de 5 pontos na habilitação. Já o transporte de carga fora das especificações da portaria em uma picape também é considerado uma punição grave. Nestes dois casos, o veículo fica retido até que seja resolvido o problema da bagagem fora dos padrões.

Fonte: IG CARROS

Propaganda

Carros e Motos

Rodízio noturno é flexibilizado na cidade de São Paulo; veja os horários

Publicados

em


source
Medida tem validade até o próximo dia 23, quando poderá ser postergada ou flexbilizada
Divulgação

Medida tem validade até o próximo dia 23, quando poderá ser postergada ou flexbilizada

A cidade de São Paulo terá horários mais permissivos no rodízio noturno a partir desta segunda-feira (10). Nos dias úteis da semana, o rodízio passa a vigorar de 21h às 5h do dia seguinte, conforme o último número da placa, substituindo o antigo horário que tinha validade entre 20h e 5h.

A medida que tem validade até o próximo dia 23 faz parte do Plano São Paulo de contenção ao avanço do novo coronavírus e tem o objetivo de desestimular o tráfego noturno. O arranjo poderá ser postergado se a doença avançar, ou flexibilizado se os indicadores mostrarem descenso. Confira a tabela abaixo:

Final da placa: 1 e 2 – das 21h de segunda-feira até 5h da terça-feira 3 e 4 – das 21h de terça-feira até 5h da quarta-feira 5 e 6 – das 21h de quarta-feira até 5h da quinta-feira 7 e 8 – das 21h de quinta-feira até 5h da sexta-feira 9 e 0 – das 21h de sexta-feira até 5h do sábado

Leia Também:  Mercedes-Benz quer transformar seu futuro com elétricos

As restrições valem para a região do Mini Anel Viário, formado pelas marginais Tietê e Pinheiros, avenidas dos Bandeirantes e Afonso D’ Escragnole Taunay, Complexo Viário Maria Maluf, avenidas Tancredo Neves e Juntas Provisórias, Viaduto Grande São Paulo e avenidas Professor Luís Inácio de Anhaia Melo e Salim Farah Maluf.

Para caminhões, continuam valendo as regras convencionais, com rodízio das 7 às 10h e das 17h às 20h, conforme a placa. O descumprimento acarreta em multa de R$ 130,16 e quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA