Carros e Motos

Conheça o EQC 4×4², veículo elétrico off-road da Mercedes-Benz

Publicados

em


source
Mercedes-Benz EQC 4x4²
Divulgação

O novo SUV off-road EQC 4×4² é o futuro veículo robusto com tecnologia totalmente eletrificada da linha Mercedes-Benz


A Mercedes-Benz está cada vez mais empenhada em investir em veículos elétricos de luxo em vários segmentos de mercado. Agora, a montadora alemã apresentou um modelo-conceito de aventura: o novo SUV off-road EQC 4×4², futuro veículo robusto com tecnologia totalmente eletrificada.


“O nosso objetivo é combinar modernidade e sustentabilidade com apelo emocional. O EQC 4×4² visa trazer mobilidade sustentável para atividades de lazer agradável”, afirma a empresa. “Este conceito destina-se a um estudo de dirigibilidade da e-mobilidade da Mercedes-Benz que busca a liderança também neste segmento de veículo”.

O modelo 4×4² foi desenvolvido pela montadora a partir do também SUV elétrico EQC 400 4MATIC já existente e que foi modificado para atender às características de um legítimo off-road. Ele é duas vezes mais alto que o EQC de produção. Ambos são originários do modelo convencional GLC.


Para dirigir no modo fora-de estrada, o conceito da Mercedes-Benz tem freio direcional para realizar curvas com alto torque adequando-se ao terreno. Os seus pneus no tamanho 285/50 R 20 proporcionam melhores padrões de segurança em situações radicais de uso na terra, no barro e na areia, além de dirigibilidade em áreas alagadiças. Tem 29,3 cm de altura em relação ao solo e é capaz de rodar combinando potência de 21,3 a 20,2 kWh a cada 100 quilômetros, com zero emissão de CO2.

Leia Também:  Mini Cooper S 5 portas: mais prático e ainda irreverente

Outro destaque do EQC 4×4² é a sua proposta sonora, trazendo sons da própria paisagem para dentro do carro, de acordo com a Mercedes-Benz. Parâmetros como a posição do pedal do acelerador, velocidade ou taxa de recuperação de energia do carro são processados por algoritmos e transmitidos em tempo real pelos alto-falantes no interior do veículo.

A aparência visual é impressionante complementada pelo carro filmado na cor cinza metálico fosco e pelos faróis e rodas na tonalidade preta, como mostra a sequência de imagens.

Por enquanto o SUV revelado é concentual e não está à venda. No entanto, o modelo deverá entrar em produção num futuro breve para acompanhar a nova tendência de veículos aventureiros elétricos que serão lançados até 2021 como o GM Hummer EV e o novato SUV R1S da startup Reviam.

Fonte: IG CARROS

Propaganda

Carros e Motos

NASA mostra moto movida  pelo vento com turbinas nas rodas

Publicados

em


source
moto da NASA
Divulgação

Moto da NASA vem com pás giratórias nas rodas no lugar dos raios convencionais para gerar energia elétrica

Se alguém aqui estiver vivo por volta de 2050 poderá ver funcionando algo do tipo que a NASA acaba de mostrar, projetada pelo engenheiro americano Simon Gytten. Trata-se de um veículo de duas rodas futurista que vamos chamar de moto. Pelas imagens, conclui-se que o estilo adotado se aproxima do que se convencionou a classificar como Café Racer.

Ainda se trata de um protótipo, mesmo assim, ainda parece estranho para os dias atuais, já que conta com tecnologias que não são comuns pelo menos na era em que vivemos hoje em dia. Logo de cara, nota-se que nessa moto da NASA não há pedais. E o motor é movido a vento. Isso mesmo. Nada de energia, solar, a hidrogênio ou elétrica.

Leia Também:  Veja os 5 sedãs compactos mais fáceis e baratos de consertar

O segredo está nas rodas. Dê uma olhada delas e verá que no lugar os raios convencionais existem pás girarórias, como as das turbinas de um avião . Por meio do sistema inventado por Gorlov, quando a moto está andando ou mesmo parada as pás de movem para gerar eletricidade, que é usada para fazê-la andar.

Uma moto de outro mundo

Mas, e se faltar vento? Então, imagine a cena de um piloto rodando na superfície de Marte. Será que haverá ar em movimento o suficiente por lá? De qualquer forma, o projetista pensou em uma seguda fonte de energia, tornando possível plugar a moto em uma estação de recarga. E mesmo que as baterias estejam 100% carregadas as rodas girando como turbinas vão continuar gerando energia.

Sim, porque o a ideia é também transformar essa moto em uma espécie de gerador de energia em Marte, onde encontrar um gerador vai ser difícil, pelo menos no início da colonização…Brincadeiras à parte, esse tipo de moto da NASA é importante para inspirar as futuras gerações. Dificilmente veremos algo do tipo rodando por aí no planeta Terra.

Leia Também:  Volkswagen mata o brasileiro Up! no mercado argentino
Fonte: IG CARROS

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA