Carros e Motos

Fiat terá SUV elétrico de baixo custo a partir de 2023

Publicados

em


source
Fiat Centovenci é o modelo conceitual que vai servir de base para o novo SUV elétrico da marca,  rival do Renault Kwid
Divulgação

Fiat Centovenci é o modelo conceitual que vai servir de base para o novo SUV elétrico da marca, rival do Renault Kwid

A Fiat também acelera o desenvolvimento de novos híbridos e elétricos e confirma que terá um novo SUV movido a eletricidade a partir de julho de 2023, informa o site espanhol Foro Coches Eléctricos . O modelo ficará numa faixa de preço abaixo do pequeno 500, mais voltado para rodar na cidade e baseado no protótipo Centoventi, apresentado pela primeira vez no Salão de Genebra (Suíça), em março de 2019.

O novo SUV elétrico da Fiat ainda não teve o nome divulgado (deverá manter o tradicional Panda), mas sabe-se que será fabricado em Tychy, na Polônia, com as baterias duráveis e econômicas da chinesa BYD , ainda conforme a publicação espanhola.

Leia Também:  Brasileiros perdem 28 milhões de horas pagando IPVA, licenciamento e multas

A ideia é seguir o mesmo caminho traçado pela Dacia com os modelos Spring e Kwid , com baixo custo e maior distância livre do solo, o que dá um aspecto de SUV, junto com o desenho que dá impressão de que o carro é alto, como se fosse um jipinho urbano.

Tomando como base das medias do modelo conceitual Centoventi, a novidade deverá ter 3,68 metros de comprimento, exatamente o mesmo o que mede o rival Renault Kwid . Porém, o Fiat terá algumas vantagens, entre as quais o kit de bateria modular, que pode ter sua capacidade aumentada conforme for preciso de forma fácil e rápida.

O novo SUV elétrico baseado no conceitual Centoventi será mais voltado para o mercado europeu, pegando carona no longo sucesso do compacto Panda. No Brasil, a Fiat está prestes a revelar por completo o chamado “Progetto 363”, o que vai acontecer amanhã (4).

Leia Também:  BMW lança novo sistema Amazon Alexa para 16 carros no Brasil

Será o SUV do Argo , com os novo motores turboflex 1.0 e 1.3, carro que chegará ao lojas no segundo semestre como primeiro utilitário esportivo da marca no mercado brasileiro.

Fonte: IG CARROS

Propaganda

Carros e Motos

Harley-Davidson celebra 10 anos de vendas no Brasil

Publicados

em


source
Harley-Davidson faz 10 anos no Brasil e mostra um dos eventos com fãs da marca, em 2014, o
Divulgação

Harley-Davidson faz 10 anos no Brasil e mostra um dos eventos com fãs da marca, em 2014, o “Harley Days”

Neste ano de 2021, a Harley-Davidson está comemorando 10 anos de operações de vendas no Brasil. A sua história no país é marcada com a inauguração da filial brasileira em 2011 com direito a desfile “Willie G. Parade” em São Paulo, em homenagem à participação especial de Willie G. Davidson, neto de um dos cofundadores da empresa.

Desde então a marca norte-americana fundada em 1903 não parou de investir a sua participação no Brasil. Além de ter inaugurado o Centro de Distribuição em Cajamar, São Paulo.

A empresa celebrou seus 110 anos de fundação com a participação de Bill Davidson, filho de Willie G. Davidson e VP do Harley-Davidson Museum ; e implantou o Centro de Treinamento em São Paulo em parceria com o SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

Foto: Divulgação

Leia Também:  Audi anuncia pré-vendas dos novos A3 Sedan e Sportback 2022

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Bem antes de estabelecer operações de vendas aqui, em 1998 a Harley-Davidson já havia construído a sua primeira fábrica de CKD (Complete Knock-Down) em Manaus, com foco no suprimento de motos ao mercado brasileiro.

Após as medidas restritivas do isolamento social por conta do Covid-19 forem contidas, a Harley Davidson prometer marcar presença no Salão Duas Rodas , além de promover encontros com entusiastas da marca.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA