Carros e Motos

Honda e GM firmam acordo para compartilhar motores e plataformas

Publicados

em


source
Honda
Divulgação

Futuros modelos da união vão partilhar motores a combustão, elétricos, sistemas híbridos e plataformas

A Honda e GM anunciam uma nova aliança automotiva para o mercado norte-americano. As empresas assinaram um memorando não vinculativo que prevê compartilhamento de plataformas motores para diversos segmentos, além de trabalho conjunto em pesquisa e desenvolvimento de futuros modelos.

Entretanto, ainda é cedo para saber como a aliança afetará também as operações das montadoras em outras partes do mundo, mas as empresas deixaram claro que o acordo vale para os mercados da América do Norte. Em comunicado, a Honda e GM disseram que irão colaborar em uma variedade de segmentos na América do Norte.

“Esta aliança ajudará as duas empresas a acelerar o investimento em futuras inovações em mobilidade, disponibilizando recursos adicionais. Dado nosso forte histórico de colaboração, as empresas perceberam sinergias significativas no desenvolvimento do portfólio atual de veículos”, diz Mark Reuss, presidente da GM.

Leia Também:  VW Nivus Comfortline: versão mostra que está na medida certa

Segundo os executivos, as discussões sobre o planejamento de desenvolvimento conjunto começarão “imediatamente”, e o trabalho de engenharia está previsto para começar no início de 2021.

E sobre os futuros modelos da parceria automotiva , mesmo que comecem a compartilhar componentes, vão continuar comercializados de forma distinta. Todos os detalhes serão deliberados por um comitê conjunto, composto por executivos de ambas as empresas.

“Por meio dessa nova aliança automotiva com da Honda e GM , podemos alcançar eficiências de custo substanciais na América do Norte, o que nos permitirá investir em tecnologia de mobilidade futura, enquanto mantemos nossas próprias ofertas de produtos distintos e competitivos”, diz Seiji Kuraishi, vice-presidente executivo da Honda.

Fonte: IG CARROS

Propaganda

Carros e Motos

Preço da gasolina tem variação de 28% nos estados brasileiros

Publicados

em


source
gasolina
Divulgação

Confira os preços da gasolina por região

O preço da gasolina registrou variação de até 28% na primeira quinzena de setembro, aponta o levantamento da Ticket Log, empresa de soluções de abastecimento e gestão de veículos. Segundo os dados divulgados hoje (25), o Acre registrou o maior valor do combustível fóssil, sendo encontrado a R$ 5,13 por litro. O menor preço é do Amapá, com média de R$ 4,00.

Todas as regiões do Brasil sofreram aumento no preço do combustível em setembro, na comparação com o mês anterior. A região Centro-Oeste tem a gasolina mais cara do Brasil, sendo encontrada pelo valor médio de R$ 4,62 por litro. Na Região Sul, o combustível é 5% mais barato, e pode ser adquirido por R$ 4,39 nas bombas.

Já o etanol teve flutuação de 58% nos preços entre estados brasileiros. Segundo a Ticket Log, o maior preço do combustível de cana-de-açúcar foi encontrado no Rio Grande do Sul, onde custa R$ 4,11 por litro. O menor valor foi encontrado em São Paulo, por R$ 2,68. O etanol custa, em média, R$ 3,55 por litro no Brasil.

Leia Também:  Veja 5 motos seminovas e baratas que são ideais para o trabalho

O diesel convencional e o S-10 foram os combustíveis que apresentaram maior alta no período – 4,22% e 4% respectivamente. O diesel comum apresentou média de valor de R$ 3,742 nas bombas brasileiras e o diesel S-10 de R$ 3,78.

Preço da gasolina por região
Ticket Log

Preço da gasolina por região


Fonte: IG CARROS

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA