Carros e Motos

iG Carros Podcast: veja como reduzir o preço do seguro do seu carro

Publicados

em


source
Veja como proteger o seu carro pagando menos no episódio do iG Carros Podcast da semana
Divulgação

Veja como proteger o seu carro pagando menos no episódio do iG Carros Podcast da semana

A Minuto Seguros publicou os preços dos seguros dos 10 carros mais vendidos do Brasil, segundo os dados da Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores).

Nota-se que 8 dos 10 modelos que compõem a lista registram queda no preço do seguro. Além de ter sido um dos mais vendidos do país, o Fiat Mobi também apresenta os valores de apólice mais em conta. Os valores mais elevados ficam por conta do Jeep Compass . Mas algumas práticas simples podem reduzir ainda mais estes valores. Este é o tema do iG Carros Podcast desta semana.

Seguro é um “mal necessário”, ainda mais em um país como o Brasil, onde os preços são tão elevados. Apenas uma cobertura completa trará tranquilidade ao parar o carro na rua ou durante algum acidente mais intenso. 

Leia Também:  VW testa nova Kombi na Argentina antes da estreia, até o fim do ano

O ideal é fechar um plano de seguro antes mesmo do carro ser retirado da concessionária. Dessa forma, você estará protegendo o seu patrimônio de infelicidades que podem acontecer.

Modelo SP     RJ     SC     PE     DF    
Mobi R$ 1.625 R$ 2.209 R$ 1.444 R$ 1.975 R$ 1.427
HB20 R$ 1.779 R$ 2.403 R$ 1.509 R$ 1.669 R$ 1.557
Renegade R$ 2.665 R$ 4.220 R$ 1.801 R$ 2.783 R$ 2.851
Gol R$ 1.783 R$ 3.075 R$ 1.797 R$ 2.196 R$ 1.824
Onix R$ 1.835 R$ 2.487 R$ 1.491 R$ 2.314 R$ 1.555
Creta R$ 2.432 R$ 4.107 R$ 2.391 R$ 2.379 R$ 2.377
Compass R$ 4.591 R$ 6.193 R$ 3.646 R$ 4.433 R$ 4.829
Argo R$ 1.762 R$ 2.157 R$ 1.198 R$ 2.306 R$ 1.424
Tracker R$ 3.388 R$ 4.707 R$ 2.127 R$ 3.401 R$ 2.352
Onix Plus R$ 2.304 R$ 3.275 R$ 1.370 R$ 1.981 R$ 1.615

Se você pretende retirar o veículo da concessionária sem um plano de seguro contratado, terá que dirigir com atenção redobrada e defensiva. Estacionar na rua ou colocar o veículo em situações de risco estão fora de cogitação para evitar a “sorte para o azar”.

Leia Também:  Ducati homenageia Troy Bayliss com a edição especial Panigale V2
Fonte: IG CARROS

Propaganda

Carros e Motos

Assinatura de veículos: Um novo nicho de mercado

Publicados

em


source
Para aqueles que precisam de um carro, mas não tem fácil aprovação, o carro por assinatura pode ser uma boa alternativa
Divulgação

Para aqueles que precisam de um carro, mas não tem fácil aprovação, o carro por assinatura pode ser uma boa alternativa

Ultimamente se tem falado muito em “assinatura de veículos”. Esse novo sistema não deixa de ser uma modalidade de aluguel. O locatário dirige o modelo escolhido por um período pré-estabelecido (em geral entre 12 e 36 meses), podendo ser alterado, ou ainda comprado pelo cliente ao final do contrato. No valor da assinatura mensal está embutido IPVA, licenciamento e taxas, seguro e manutenção do automóvel.

Essa tendência deve ficar, pois tem se mostrado uma alternativa interessante em termos financeiros e operacionais frente às opções existentes de aluguel avulso, carro compartilhado ou aplicativos de transporte, mas é preciso ficar atento aos contras.

As vantagens mudam conforme a necessidade do consumidor. Para aqueles que não se importam em não serem donos do carro , a assinatura apresenta dois diferenciais em relação às opções para quem não faz questão do bem: a disponibilidade total do carro para quando precisar usá-lo (benefício em relação a serviços de carro compartilhado ) e o custo, quando comparado aos serviços de aplicativo.

Leia Também:  Ducati homenageia Troy Bayliss com a edição especial Panigale V2

Para aqueles que fazem questão de serem proprietários, mas têm baixa probabilidade de receberem a aprovação de uma linha de crédito , pode ser uma vantagem. Isso porque o consumidor pode acabar pagando mais na compra financiada do carro do que pagaria com a assinatura.

Você viu?

Já se você tem dinheiro para a compra à vista ou uma boa linha de crédito , ou gosta de ter um carro para chamar de seu e pretende ficar com ele por mais de três anos, a compra direta é a melhor escolha.

A disputa por esse mercado está acirrada. Além de locadoras e startups , as montadoras estão investindo nesse modelo. Isso significa que ele é promissor, seja para diversificação de produto, seja para diminuição do potencial de crescimento dos competidores.

As montadoras devem sair ganhando em relação às locadoras e empresas de carros compartilhados , uma vez que são mais financiadas e mais confiáveis aos olhos do público, além de parecerem estar dispostas a se adaptarem às novas demandas do mercado. Vamos observar a movimentação.

Leia Também:  Trailer e Toyota FJ40 Land Cruiser do ator Tom Hanks serão vendidos
Fonte: IG CARROS

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA