Carros e Motos

Montadora do iPhone se une com a dona da Volvo para fazer carros

Publicados

em


source
Foxconn
Divulgação

Plataforma modular da Foxconn poderá servir de base para carros de várias marcas e tipos de carroceria

A taiwanesa Foxconn , que é a principal fabricante dos eletrônicos da Apple, e o grupo chinês Geely — atual dono da Volvo — anunciam a formação de uma joint venture para projetar e produzir peças, sistemas automotivos e até veículos inteiros para outras empresas.

“Com a liderança em pesquisa, manufatura inteligente e integração entre software e hardware exercida pela Foxconn , as duas partes formam uma parceria complementar que nos permite atender melhor às necessidades de diferentes clientes e oferecer uma cadeia avançada e de baixo custo para a produção de veículos”, destacou o presidente da Foxconn Technology Group, Young-way Liu, em comunicado divulgado pela empresa.

Perdeu? Mostramos de Novo

O conselho diretor da nova sociedade será formado por cinco executivos, três deles (incluindo o presidente) indicados pela Foxconn e dois pela Geely. Além de montadoras tradicionais — que já recorrem a este tipo de serviço oferecido por empresas como a Magna International, que produz na Áustria carros como o BMW Z4 e o Jaguar I-Pace — o foco da parceria entre Geely e Foxconn é o de atender também às startups do segmento de caronas compartilhadas, desenvolvendo veículos personalizados para atender às demandas dessas companhias.

Leia Também:  Assista ao vídeo do raro Monza SL/E com apenas 1.350 km rodados

Com a sociedade, a Foxconn vai poder se beneficiar do conhecimento da Geely na área de desenvolvimento de automóveis, ao mesmo tempo em que ganha acesso às fábricas da montadora chinesa para a produção de veículos sobre a base MIH, uma plataforma modular para carros elétricos que foi criada pela firma de Taiwan com o objetivo de ser o ” Android dos carros”, numa referência ao sistema operacional desenvolvido pelo Google .

Assim como o Android é visto em smartphones e tablets de diversos fabricantes, a Foxconn acredita que a MIH poderá ser empregada por modelos de várias empresas parceiras do projeto, contribuindo para reduzir os custos de desenvolvimento de um novo carro elétrico.

Fonte: IG CARROS

Propaganda

Carros e Motos

Peugeot troca logo para ser vista como marca premium

Publicados

em


source
Novo logotipo da Peugeot é uma releitura do símbolo usado nos anos 1960
Divulgação

Novo logotipo da Peugeot é uma releitura do símbolo usado nos anos 1960


Agora parte do grupo Stellantis , resultado da fusão da Fiat Chrysler Automóveis e da PSA, a Peugeot quer ser vista como uma marca de veículos premium. Por este motivo, o fabricante francês revelou recentemente a 11ª versão do seu logotipo, surgido pela primeira vez em 1850.


De acordo com a Peugeot , o novo logo, que substitui o lançado em 2010, foi pensado para marcar a “subida de gama da marca” feita nos últimos 10 anos. No Brasil, isso pôde ser visto na década pelo fim de carros de entrada, como os compactos 207, e a priorização de modelos de gama mais alta, como os crossovers 3008 e 5008 e o recém-lançado compacto premium 208, que ainda este ano irá ganhar uma versão elétrica.

Leia Também:  Nissan Kicks chega à linha 2022 com visual renovado e mais segurança

Você viu?

No lugar do leão “em pé”, usado continuamente desde a década de 1980, o novo símbolo faz uma releitura do emblema dos anos 1960 e traz uma cabeça de leão estilizada. Além da mudança visual, a troca de logo vai implicar também na reestruturação da filosofia da empresa.

Novo logo da Peugeot agora tem apenas a cabeça do leão, em alusão à cidade de Lion, onde fica a sede histórica da marca
Divulgação

Novo logo da Peugeot agora tem apenas a cabeça do leão, em alusão à cidade de Lion, onde fica a sede histórica da marca


De acordo com a marca, o site vai se tornar uma “concessionária virtual”, permitindo que todo o processo de configuração e compra de um veículo seja feito online. Já os pontos de venda fixos terão um papel complementar, com o papel de fornecer uma “experiência visual e pedagógica” para o cliente.

A Peugeot fechou o ano passado como a 13ª marca de automóveis e comerciais leves do mercado brasileiro, com uma participação de 0,69% no total de vendas. Foram 13.477 unidades emplacadas em 2020, sendo que o modelo mais popular foi o SUV compacto 2008, com 4.602 emplacamentos. Os números são da Fenabrave.

Leia Também:  Land Rover lança Defender V8 no meio da onda de elétricos e híbridos
Fonte: IG CARROS

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA