Carros e Motos

Não é só a medida correta: o que considerar na escolha de um pneu

Publicados

em


source
pneu
Divulgação

As letrinhas no pneu não estão lá à toa. Cada uma indica uma especificação, como tamanho, perfil, largura e quanto pesa aguenta.


Além da escolha da medida correta estabelecida pelo fabricante, a seleção de um novo conjunto de pneus para o seu carro exige também atenção a outras características, que podem influenciar negativamente no conforto de rodagem e até no consumo de combustível do veículo, aponta a fabricante de pneus Dunlop.


Por suportar a carga do veículo, amortecer impactos, atuar nas frenagens e transmitir a tração do conjunto motriz para o solo, os pneus estão entre os componentes mais exigidos em um veículo. Por esse motivo, é fundamental avaliar o perfil de uso do pneu , principalmente no caso dos SUVs.

Carros que rodam somente por pisos pavimentados não precisam ser equipados com pneus do tipo misto — que são projetados para rodar em determinadas situações de off-road — ou aqueles off-road “puros”, previstos para ter o melhor desempenho de rodagem apenas em pisos não-pavimentados.

Leia Também:  Nissan Frontier x Chevrolet S10: qual é a melhor picape turbodiesel?

Outros dados que devem ser considerados como fatores de compra são a resistência do conjunto a carga e a velocidade máxima tolerada, que são indicados na etiqueta do Inmetro no produto por um código alfanumérico, geralmente informado após os dados de tamanho.

Identificado por uma sequencia de dois ou três números, o índice de carga do pneu aponta o peso máxima que o produto pode suportar em rodagem. Quanto maior o número, maior essa tolerância. Já o símbolo de velocidade, que é identificado por uma letra, aponta a velocidade máxima em que o produto pode rodar de maneira segura. As tabelas podem ser consultadas nos sites dos fabricantes .

Fonte: IG CARROS

Propaganda

Carros e Motos

Veja as novidades da futura Kawasaki Ninja 1000 2021

Publicados

em


source
Kawasaki Ninja 1000 SX
Divulgação

Kawasaki Ninja 1000 SX: modelo com forte apelo esportivo substitui a Ninja 1000 e pode vir ao Brasil em breve


A Kawasaki anunciou recentemente o lançamento no Brasil da linha 2021 da Ninja 650. Mas ainda não há previsão para a chegada por aqui da nova Ninja 1000 SX, revelada em abril na Ásia e que substitui a Ninja 1000, modelo que já não pode ser mais encontrado nos concessionários no Brasil.


A nova Ninja 1000 SX traz um visual renovado com uma carenagem de estilo mais esportivo, novos assento e para-brisa, faróis de LED e um painel com tela TFT de 4,3″ que exibe informações do celular do piloto via bluetooth, o que contribui com a ergonomia e a segurança.

A lista de mudanças inclui ainda novos pneus e suspensão recalibrada, além da incorporação de um seletor de modos de condução com três opções de acerto fixos (road, sport, rain) e o modo ride, que é personalizável, de acordo com as informações preliminares da fabricante.

Leia Também:  Fugir do local do acidente é crime de trânsito e pode dar prisão, decide STF

Mais detalhes da Kawasaki Ninja 1000 SX


Assim como a Ninja 1000 2020, que era oferecida no Brasil, a Ninja 1000 SX já disponível no exterior também conta com o pacote Touring , que é caracterizado pela presença dos baús laterais,feitos para levar pequenos objetos durante a viagem, projetados para não prejudicar a parte aerodinâmica.

O motor da Ninja 1000 SX é um quatro cilindros em linha de 1.043 cm³, refrigerado a água, que entrega 141,4 cv e 11,3 kgfm, com câmbio de seis marchas acoplado a uma embreagem auxiliar e deslizante e assistido pelo Kawasaki Quick Shifter KQS. O sistema de transmissão inclui a tradicional corrente em vez de eixo cardã.

Entre as principais rivais da Ninja 1000 SX podem estar incluídos os modelos BMW R 1250 RS, Yamaha FJR1300ES, KTM 1290 Super Duke GT e Ducati Multistrada 1260. Mais detalhes da novidade da marca japonesa serão divulgados em breve.


Fonte: IG CARROS

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA