Carros e Motos

Nova Kawasaki Vulcan é mostrada com novas cores e mecânica renovada

Publicados

em


source
Kawasaki
Divulgação

Nova Kawasaki Vulcan S, à primeira vista, se destava pelas novas pinturas, que modernizam a cruiser

A nova geração da Kawasaki Vulcan S é lançada na Índia, o que adianta a sua chegada para o Brasil em 2021. Entre os destaques, a novidade recebe um motor bicilíndrico de 649 cc. O interessante é que a fabricante japonesa conseguiu manter o rendimento da cruiser, mesmo com as exigências mais rígidas sobre o controle de emissões de poluentes. E, além disso, as mudanças segue no âmbito visual.

A Kawasaki Vulcan S ganha uma nova opção de cor. Batizada de Metallic Flat Raw Greystone, apresenta uma pintura base cinza com detalhes em preto e vermelho. As listras vermelhas nas rodas de liga leve aumentam o apelo visual geral da motocicleta. Além do motor menos poluente, que produz 61 cv e 6,24 kgfm, e da nova opção de cor, nenhuma outra mudança foi implementada no modelo.

Kawasaki
Divulgação

As novidades chegarão também ao Brasil para se somar com o que já entrega hoje

Com aspecto elegante e ao mesmo tempo agressivo, desde 2018 traz um indicador de marchas, além do conta-giros analógico e display em LCD com velocímetro digital, indicador de combustível, relógio e hodômetro.

Leia Também:  Cinco variações do Chevrolet Vectra que não tivemos no Brasil

Ela se move com o motor bicilíndrico paralelo de 649 cc, com 61 cv e 6,4 kgfm, e além da caixa de 6 marchas com transmissão por corrente, traz o catalisador mais recente da marca, um dos grandes responsáveis pela redução nas emissões da Vulcan S .

Para garantir a segurança, a Kawasaki Vulcan conta com suspensão dianteira com garfos telescópicos e traseira com monochoque lateral. Quanto aos freios, além de ABS, a cruiser japonesa conta com disco de 300 mm, que traz pinça de pistão duplo no freio dianteiro e disco de 250 mm com pinça de pistão único na roda traseira.

Fonte: IG CARROS

Propaganda

Carros e Motos

Desenhos de patente revelam futura Suzuki V-Strom de 160 cc

Publicados

em


source
Reprodução

“Mini” Suzuki V-Strom será a versão da motocicleta da marca japonesa com baixa cilindrada e preço mais em conta


Conhecida pelas motos de pegada aventureira, a linha Suzuki V-Strom está prestes a ganhar uma variação de baixa cilindrada. É o que revelam as imagens do pedido de registro industrial feito na China pela Haojue, fabricante que é parceira da marca japonesa no país asiático.


A “mini” V-Strom vai seguir o mesmo estilo das irmãs maiores, com destaque para a posição de pilotagem ereta, o conjunto óptico frontal, o assento em peça única, um amplo espaço para um bagageiro e o escape lateral.

Nas imagens da patente, é possível notar ainda que o modelo irá empregar um motor monocilíndrico, que provavelmente deverá ser o mesmo bloco de 162 cc que equipa a Haojue DR 160 vendida no Brasil, dotado de duplo comando e capaz de desenvolver 15 cv.


Leia Também:  Veja opções para que motoristas de aplicativo tenham mais lucro

Caso fosse oferecido no mercado brasileiro, o modelo ocuparia a mesma faixa de mercado de motos como a Honda NXR 160 Bros e a Yamaha Crosser 160. Acredita-se que a Suzuki vai adotar para a V-Strom de 160 cc a mesma estratégia adotada com a Haojue DR 300, que é exportada para países como a Índia com o nome de Suzuki GSX-S300.

Por aqui, a Suzuki deve apresentar em breve a nova V-Strom 1050. Uma das novidades apresentadas em 2019 pela Suzuki no EICMA, o Salão de Motocicletas de Milão (Itália), o modelo teve o um pedido de patente para a moto no INPI feito pela J.Toledo, representante da Suzuki no Brasil.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA