Carros e Motos

Renault entra na onda retrô e recria o antecessor do Clio

Publicados

em


source
Renault 5 Prototype
Divulgação

Renault 5 Prototype adianta linhas de um dos sete modelos elétricos que a marca pretende lançar até 2025, primeiramente na Europa

O Grupo Renault divulga os pontos do plano estratégico Renaulution , que prevê até 2025 o lançamento de 14 modelos eletrificados. Metade deles 100% elétricos, baseados nas novas plataformas CMF-EV e CMF-B EV, numa lista que irá incluir até a recriação do icônico hatch compacto Renault 5.

Perdeu? Mostramos de Novo

Produzido em duas gerações, entre 1972 e 1996, o antecessor do Renault Clio foi revelado em sua versão “2021” como o conceito 5 Prototype. Seguindo o que a Fiat fez com o 500, o time de design comandado por Gilles Vidal se baseou nas linhas básicas do carro original para criar uma reinterpretação moderna do hatch.

Leia Também:  Com apoio da Audi, paraquedista Luigi Cani bate recorde mundial

Pensado como um veículo 100% elétrico, o 5 Prototype teve a entrada de ar no capô transformada em uma tampa para a tomada de recarga das baterias. Já o espaço dos faróis de neblina no carro original passou a comportar as luzes diurnas de LED, enquanto as lanternas traseiras verticais ganharam aletas aerodinâmicas. Outro detalhe de estilo incomum do conceito é o teto forrado em tecido.

A marca francesa não deu detalhes sobre a mecânica e nem a data para o lançamento da versão de produção do compacto elétrico, que segundo a empresa terá a missão de “democratizar o carro elétrico” na Europa.

Elétricos e modernos

Renault Flins
Divulgação

Fábrica de Flins (França) vai converter veículos a diesel para propulsão elétrica entre o que foi programado pela fabricante

Ainda dentro do plano Renaulution, a marca francesa quer passar a ser vista como uma marca tecnológica. Além da criação do ecossistema digital Software République , que irá focar no desenvolvimento de novas tecnologias, os carros da Renault vão incorporar a partir do próximo ano a nova central multimídia My Link, com tecnologia fornecida pelo Google e que vai permitir a integração dos serviços da empresa americana aos veículos.

Leia Também:  Fiat Strada e Cronos com motor 1.3 ganham novos itens de série

Outra iniciativa da Renault será a criação de um centro de reciclagem de automóveis e de conversão de veículos comerciais a diesel em veículos movidos a biogás e elétricos na fábrica francesa de Flins, que atualmente é responsável pela produção do elétrico Zoe.

Fonte: IG CARROS

Propaganda

Carros e Motos

Peugeot troca logo para ser vista como marca premium

Publicados

em


source
Novo logotipo da Peugeot é uma releitura do símbolo usado nos anos 1960
Divulgação

Novo logotipo da Peugeot é uma releitura do símbolo usado nos anos 1960


Agora parte do grupo Stellantis , resultado da fusão da Fiat Chrysler Automóveis e da PSA, a Peugeot quer ser vista como uma marca de veículos premium. Por este motivo, o fabricante francês revelou recentemente a 11ª versão do seu logotipo, surgido pela primeira vez em 1850.


De acordo com a Peugeot , o novo logo, que substitui o lançado em 2010, foi pensado para marcar a “subida de gama da marca” feita nos últimos 10 anos. No Brasil, isso pôde ser visto na década pelo fim de carros de entrada, como os compactos 207, e a priorização de modelos de gama mais alta, como os crossovers 3008 e 5008 e o recém-lançado compacto premium 208, que ainda este ano irá ganhar uma versão elétrica.

Leia Também:  Veja detalhes do VW Taos em vídeo antes do SUV chegar ao Brasil

Você viu?

No lugar do leão “em pé”, usado continuamente desde a década de 1980, o novo símbolo faz uma releitura do emblema dos anos 1960 e traz uma cabeça de leão estilizada. Além da mudança visual, a troca de logo vai implicar também na reestruturação da filosofia da empresa.

Novo logo da Peugeot agora tem apenas a cabeça do leão, em alusão à cidade de Lion, onde fica a sede histórica da marca
Divulgação

Novo logo da Peugeot agora tem apenas a cabeça do leão, em alusão à cidade de Lion, onde fica a sede histórica da marca


De acordo com a marca, o site vai se tornar uma “concessionária virtual”, permitindo que todo o processo de configuração e compra de um veículo seja feito online. Já os pontos de venda fixos terão um papel complementar, com o papel de fornecer uma “experiência visual e pedagógica” para o cliente.

A Peugeot fechou o ano passado como a 13ª marca de automóveis e comerciais leves do mercado brasileiro, com uma participação de 0,69% no total de vendas. Foram 13.477 unidades emplacadas em 2020, sendo que o modelo mais popular foi o SUV compacto 2008, com 4.602 emplacamentos. Os números são da Fenabrave.

Leia Também:  Michelin promete pneus 100% sustentáveis até 2050
Fonte: IG CARROS

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA