Carros e Motos

Rodízio noturno é flexibilizado na cidade de São Paulo; veja os horários

Publicados

em


source
Medida tem validade até o próximo dia 23, quando poderá ser postergada ou flexbilizada
Divulgação

Medida tem validade até o próximo dia 23, quando poderá ser postergada ou flexbilizada

A cidade de São Paulo terá horários mais permissivos no rodízio noturno a partir desta segunda-feira (10). Nos dias úteis da semana, o rodízio passa a vigorar de 21h às 5h do dia seguinte, conforme o último número da placa, substituindo o antigo horário que tinha validade entre 20h e 5h.

A medida que tem validade até o próximo dia 23 faz parte do Plano São Paulo de contenção ao avanço do novo coronavírus e tem o objetivo de desestimular o tráfego noturno. O arranjo poderá ser postergado se a doença avançar, ou flexibilizado se os indicadores mostrarem descenso. Confira a tabela abaixo:

Final da placa: 1 e 2 – das 21h de segunda-feira até 5h da terça-feira 3 e 4 – das 21h de terça-feira até 5h da quarta-feira 5 e 6 – das 21h de quarta-feira até 5h da quinta-feira 7 e 8 – das 21h de quinta-feira até 5h da sexta-feira 9 e 0 – das 21h de sexta-feira até 5h do sábado

Leia Também:  Maverick com motor V6 da Ford Ranger é diversão garantida

As restrições valem para a região do Mini Anel Viário, formado pelas marginais Tietê e Pinheiros, avenidas dos Bandeirantes e Afonso D’ Escragnole Taunay, Complexo Viário Maria Maluf, avenidas Tancredo Neves e Juntas Provisórias, Viaduto Grande São Paulo e avenidas Professor Luís Inácio de Anhaia Melo e Salim Farah Maluf.

Para caminhões, continuam valendo as regras convencionais, com rodízio das 7 às 10h e das 17h às 20h, conforme a placa. O descumprimento acarreta em multa de R$ 130,16 e quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 

Fonte: IG CARROS

Propaganda

Carros e Motos

Saiba como deixar o carro mais esperto nas arrancadas e retomadas

Publicados

em


source


Instalado no pedal do acelerador eletrônico dos carros mais modernos, o Sprint Booster V.3 reduz o atraso na resposta
Divulgação

Instalado no pedal do acelerador eletrônico dos carros mais modernos, o Sprint Booster V.3 reduz o atraso na resposta

Imagine a situação: você vai fazer uma ultrapassagem e pisa no acelerador até o final e o carro não dá a resposta exigida; desliga o ar-condicionado e nada. Além de frustrante, essa cena corriqueira pode até causar um acidente. Com o Sprint Booster V.3 , isso é página virada.

Instalado no pedal do acelerador eletrônico dos carros mais modernos, ele reduz o atraso na resposta, melhorando a aceleração. A sensação é a de um carro com mais torque e potência.

Conta com três modos de aceleração, operados por um controle colado no painel: Original – desativado; Sport (com nove níveis de ajuste) – para melhora de até 30% na redução da resposta do acelerador e Race (com nove níveis de ajuste) – até 60%.

Leia Também:  Saiba como deixar o carro mais esperto nas arrancadas e retomadas

Há ainda mais duas funções: Valet , limita a aceleração em até três níveis (55%, 65% e 75%) mantendo mais seguro em situações em que ele não é guiado pelo dono e Bloqueio de Pedal , impede de alguém não autorizado a sair com o carro. Vale lembrar que jamais deve alterar os modos enquanto pressiona o acelerador e/ou dirige o veículo.

Dispositivo foi testado no Honda Fit 2010 e mostrou que houve melhora no desempenho, mas  tem preço sugerido de R$ 1.290
Divulgação

Dispositivo foi testado no Honda Fit 2010 e mostrou que houve melhora no desempenho, mas tem preço sugerido de R$ 1.290

Convocamos dois Honda Fit 1.4 2010 (mecânico e automático), cujos donos reclamavam constantemente do desempenho, e instalamos o Sprint Booster. O dispositivo é conectado ao cabo do acelerador e do controle, tudo plug and play. Avaliamos os dois carros nos modos Sport (led verde) e Race (led vermelho) , ambos no nível 5 de ajuste.

Nas subidas e ultrapassagens (cidade e estrada), era notória a melhora. No Race , alteramos para o nível 9 e as cantadas de pneus nas saídas dos semáforos nem sempre eram evitáveis.  Com isso, é preciso cuidado e se readequar ao novo “comportamento do carro”.

Leia Também:  Monstros terrestres: conheça os cinco maiores veículos usados "em campo"

No caso do Fit na versão com transmissão automática, notamos um aumento de 10% no consumo médio. De acordo com André Lago, dono da importadora FW Performance , “isso é normal. O cliente se empolga com o resultado e acaba tendo uma condução mais esportiva o que acaba influenciando no consumo”.

No modo Valet, optamos pelo nível 3 (75% do limite de aceleração) e cadastramos três dígitos para ativá-lo. Numa rua tranquila, pisamos fundo e eles não passaram de 60 Km/h. Para alterar ao Bloqueio do Pedal , o processo é parecido, digitando três números para ativá-lo. Feito isso, pisamos no acelerador e nada de resposta!

Você viu?

Realmente o Sprint Booster tem lá as suas vantagens àqueles que almejam um carro mais direto com até 36 programas de aceleração – 18 manuais e 18 automáticos – e Bloqueio de Acelerador e Valet. O produto é vendido por  R$ 1.290.

MÓDULO ELETRÔNICO SPRINT BOOSTER V.3

Preço médio: R$ 1.290

Onde comprar: www.fwperformance.com.br

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA