Carros e Motos

Volvo P1800 dos anos 60 é modernizado em versão de 420 cv

Publicados

em


source
volvo
Divulgação

Volvo P180 Cyan: linhas clássicas, mas com desempenho de carro moderno de competição com motor turbo e câmbio manual

A Volvo resolve fabricar uma unidade do clássico P1800, dos anos 60, com uma série de melhorias. A tarefa foi incumbida ao mesmo time que preparou o C30 Polestar de corrida. Com nova carroceria com fibra de carbono, suspensão regulável e motor turbo, de 420 cv, o clássico de transformou em um belo esportivo.

As cores azul e amarela são as oficiais da equipe sueca e o icônico P1800 foi escolhido para mostrar o legado da Volvo no mundo automotivo. Poderiam ter transformado o antigo em um elétrico com o que há de mais moderno hoje em dia, mas a ideia foi coroar o prazer em dirigir com uma boa dose de refinamento.

Leia Também:  Empresa oferece parcelamento de multas no cartão de crédito

“Usamos nossa experiência em motores, aerodinâmica e estrutura no carro que tem a leveza a e agilidade de um modelo de competição”, de acordo com o Chefe de Projeto do Cyan Racing, Mattias Evensson. Ainda segundo ele, não há nada que possa atrapalhar o comando do piloto, portanto, o modelo não conta com ABS, controles eletrônicos de estabilidade ou tração, além de assistências de direção e freios.

Com apenas 990 kg de peso, o Volvo P1800 Cyan conta com a favorável relação entre peso e potência como aliada. O motor turbo, de quatro cilindros, gera 420 cv e 46 kgfm de torque, com faixa de corte nos 7.700 rpm. Trata-se do motor do C30 que deu o primeiro título mundial à marca Volvo, em 2017, mas com mapeamento alterado.

No conjunto mecânico também incluíram câmbio manual de cinco marchas, da Holinger, com alta precisão e com capacidade de agradar aos puristas com boa resistência. Além disso, a tração pe traseira, com diferencial de deslizamento limitado. E a suspensão ganhou braços de alumínio, com amortecedores ajustáveis.

Leia Também:  Confira detalhes das novas gerações 4 de SUVs médios híbridos

Para completar o conjunto, as rodas são de aro 18, montadas em pneus Pirelli PZero 235/40 no eixo dianteiri e 265/35 no traseiro e que deixam à mostra os freios com pinças de quatro pistões e discos de 36 cm de diâmetro.

Fonte: IG CARROS

Propaganda

Carros e Motos

Veja opções para que motoristas de aplicativo tenham mais lucro

Publicados

em


source
Uber
Divulgação

Uber é um dos aplicativos mais populares de mobilidade do mundo e vem apresentando novas soluções sobre mobilidade

Os aplicativos de transporte mudaram completamente o curso da indústria automotiva nacional. Muitas pessoas não sentem mais a necessidade de ter um carro, e optam por viagens compartilhadas no Uber, 99 Taxi e Cabify.

Essa nova dinâmica de mercado criou a “terceirização da terceirização”. Hoje, a maioria dos motoristas de aplicativo preferem alugar um carro para fazer as corridas. Mas será que isso realmente vale a pena? Os analistas da Corta Juros, empresa que trabalha com recuperação de crédito, enumeram os tópicos que devem ser considerados para melhorar o lucro.

A Corta Juros divulga que 60% de seus clientes são motoristas de aplicativo, sendo a maioria dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. Estes profissionais, normalmente, são endividados com as parcelas do carro.

Leia Também:  Nova Fiat Strada ganha série especial Opening Edition por R$ 92.290

Veículo quitado

Se o veículo for financiado, a melhor atitude que um motorista pode tomar é quitá-lo o mais rápido possível. As parcelas elevadas somadas às taxas de juros abusivos deixam os profissionais sem margem de lucro.

Aluguel pode potencializar lucro

Lady Driver
Divulgação

Entre os aplicativos de corrida, o Lady Driver é exclusivo para mulheres e tem apresentado boa aceitação no mercado

Dá para lucrar mais com o serviço dos aplicativos alugando um veículo. Se o motorista preferir atender clientes de maior poder aquisitivo, basta alugar um veículo de categoria superior. Dessa forma, o profissional poderá completar mais corridas ao aeroporto – que costumam ser mais caras – e atuar em regiões mais abastadas.

O automóvel alugado pode ser melhor, pois a locadora faz a manutenção e quita o seguro. Atualmente, diversas locadoras têm oferecido planos especiais para motoristas de aplicativo. Neles, é possível pagar por seguros mais abrangentes, ter preços mais baixos pela diária e até mesmo alugar por períodos maiores, o que reduz o preço.

Leia Também:  Veja opções para que motoristas de aplicativo tenham mais lucro

Entenda o trabalho

Você pretende trabalhar efetivamente como motorista de aplicativo ou é apenas um recurso para manter a renda enquanto procura outro emprego? Se pretende entrar nesta profissão em definitivo, alugar um carro poderá não valer tanto a pena a longo prazo.

Segundo a Corta Juros, quem pretende trabalhar como motorista de app deve juntar dinheiro para dar uma boa entrada no veículo próprio. Dessa forma, as parcelas serão suavizadas. Ter poucas ou nenhuma parcela para pagar pode ser vantajoso para o profissional.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA