Momento +

CHEGA AO MERCADO BRASILEIRO UMA NOVA SOLUÇÃO EM APLICATIVO DE TRANSPORTE COLETIVO PARTICULAR, O 2GO

Publicado

Após 3 anos de idealização, foi lançado em outubro de 2019 o aplicativo 2GO, trazendo uma proposta de contribuir com a melhoria das condições de vida e meio ambiente dinamizando e proporcionando novas formas de uso do transporte coletivo.

O lançamento aconteceu no WTW20 – SP (Welcome Tomorrow) movimento que tem ajudado marcas e pessoas a pensarem sobre futuro, mobilidade, tecnologia. Um aplicativo 100% digital  uma nova proposta em transporte coletivo particular, com o lema “juntos, conduzimos pessoas”.

Em em entrevista exclusiva ao site momentomt o fundador da 2Go Christian Almeida, explica que o App é ideal para mobilizar grupos que seguem para o mesmo destino, como festas, happy hours, shows, peças e até eventos esportivos, conectando indivíduos, gerando economia de tempo e dinheiro e favorecendo o cotidiano dentro das cidades.

“Conviver em sociedade faz parte da natureza do ser humano característica que, quando bem empregada, fortalece a boa convivência. Por que não utilizar a tecnologia que nos conecta para materializar convivências entre aqueles que já têm afinidades e necessidades de locomoção”? Ressalta Christian.

O fato de compartilhar uma viagem, colabora na diminuição de custos e contribuí de forma consciente com o meio ambiente, reduzindo o número de carros nas ruas. Segundo Almeida o App vem apresentando um impacto positivo junto as pessoas e as empresas de transportes coletivos. O foco é alavancar a parceria junto a donos de vans, micro-ônibus e ônibus. O App também permite lincar os desejos do usuário aos donos de veículos para que possam melhorar cada dia mais sua prestação de serviço.

Dentro do aplicativo, o serviço é totalmente digital, desde a verificação de preços, carros, motoristas e pagamento até o acompanhante da viagem, com check-in e check-out dos embarques e desembarques. O trabalho da 2GO é o de encontrar o parceiro mais próximo e disponível na data solicitada. O usuário tem a chance de fazer toda a gestão da viagem, desde decidir a data, hora e local de partida, bem como ver fotos dos veículos, conhecer a empresa e gerenciar o número de pessoas pagantes, sem a necessidade de e-mails ou telefonemas.

Para os usuários uma das vantagens é  definir como chegar ao destino e ainda decidir se querem ou não dividir o valor com os participantes.

Como vantagens aos parceiros, o principal é o custo zero, tanto na hora de baixar, quanto para se manter cadastrados. Contará com o serviço de novas demandas de clientes, com a opção de aceitarem ou não as viagens, aproveitando assim sua frota nos horários ociosos, o que ajuda a melhorar a receita sem a necessidade de novos investimentos. Todos os parceiros também recebem um código 2GO, permitindo ao usuário contratá-lo diretamente, o que contribui com a fidelização dos clientes.

No período de novembro de 2019 a janeiro de 2020, os desenvolvedores e o fundador ouviram parceiros e clientes e elaboraram novos ajustes estruturais para que no mês de fevereiro de 2020 o App possa estar de fato em funcionamento no estado de São Paulo. Como explica Christian já houve interesse também das cidades de porto alegre e Recife.

 

“Nosso objetivo é levar o setor de transporte coletivo privado e seus segmentos para o mundo digital verdadeiramente, criando novos comportamentos de uso que só são possíveis com o rompimento da barreira analógica”, conclui Christian.

Confira também o vídeo de apresentação: A Digitalização do transporte coletivo

 

 

Informações à Imprensa: [email protected]  (11) 9 9601 4148

 

Fotos: Arquivo pessoal

Texto: Aline Viana

Comentários Facebook
publicidade

Momento +

Porto Alegre do Norte assina convênio para integração à Redesimples

Publicado


O município de Porto Alegre do Norte (1.125 km de Cuiabá) assinou um Convênio nesta quinta-feira (20.02) para a integração à Redesimples – Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios. Este é o primeiro passo para passar a emitir alvarás e licenciamento de forma automática no ato de abertura de empresas pela Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat).

A assinatura ocorreu durante o evento Circuito Empreendedor – Pensando Grande Para os Pequenos, realizado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), que busca fomentar os pequenos negócios como ferramenta de desenvolvimento econômico regional.

Representaram a Jucemat os servidores Alexandre Lacerda, e Rafael Coelho.  A equipe técnica da Jucemat demonstrou na ocasião os ganhos que os municípios têm com a melhoria do ambiente para o empreendedorismo.

“Foi um momento muito importante para a Junta Comercial poder apresentar o novo modelo de trabalho não só da Jucemat, mas dos municípios integrados que adotaram os procedimentos de forma digital. Os processos de abertura de empresas são mais simplificados, desburocratizados, mas ainda assim com validade e segurança jurídica”, explica Rafael Coelho.

Os maiores beneficiados são os clientes – os empresários e os contadores – que vão poder fazer a viabilidade, e também o licenciamento para a solicitação e retirada de alvará, totalmente de forma digital, sem a necessidade da presença deles no município.

Capacitação em Confresa

Ainda como parte da programação do Circuito, os servidores da Prefeitura Municipal de Confresa (1.160 km a noroeste) receberam capacitação dos técnicos da Jucemat sobre como utilizar na prática o sistema integrador da Redesimples Digital.

O curso, realizado na quarta-feira (19.02), abordou como utilizar o sistema para formalizar e licenciar as empresas, analisando as viabilidades, que é a antiga consulta previa que era antigamente feitas por uma análise morosa, com processos de papel.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento +

Ex-presidente do TRF-4 pediu interferência de ministro para manter Lula preso

Publicado


source
Juiz Thompson Flores, ex-presidente do TRF-4 arrow-options
Sylvio Sirangelo/TRF-4

Juiz Thompson Flores, presidente do TRF-4

O ex-ministro de Defesa e Segurança Pública, Raul Jungmann , revelou que recebeu pedido do ex-presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Thompson Flores , para que ele acionasse a Polícia Federal para manter Lula preso em julho de 2018. A revelação foi feita pelo ex-ministro em entrevista ao jornalista Fábio Pannunzio na TV Democracia publicada nesta quinta-feira (20).

Assista ao trecho da entrevista em que o ex-ministro fala sobre o caso:


Naquele mês, o desembargador plantonista do TRF-4, o desembargador Rogério Favreto, decidiu conceder liberdade ao ex-presidente Lula, que estava preso em Curitiba desde abril. A ordem gerou uma batalha de decisões na Justiça que soltaram e prenderam o petista. O caso só chegou ao fim depois que Flores derrubou a decisão de Favreto e determinou a manutenção da prisão do ex-presidente.

Leia também: Em depoimento, Lula nega favorecimento a montadoras em Medidas Provisórias

Segundo o relato de Jungmann, o então presidente do tribunal pediu sua interferência na Polícia Federal para que a decisão de manter Lula preso fosse seguida pela corporação. O ex-ministro disse que não atendeu ao pedido para preservar a independência do três poderes brasileiros.

“Eu retruquei para ele. Disse: ‘Doutor Thompson Flores, me permita, eu não posso fazer isso. Eu sou o ministro da Segurança Pública, mas eu não posso fazer isso. O senhor na pressa talvez tenha se esquecido, é normal. Mas de fato isso está totalmente sob o controle do Judiciário e qualquer ação minha pode ser imputado a mim obstrução à Justiça.’ Ele entendeu, claramente e rapidamente. E entrou em contato com [Maurício] Valeixo [ex-superintendente da PF no Paraná]”, relatou o ex-ministro.

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana