Política Nacional

Comitiva da CRE vai acompanhar eleição presidencial na Argentina

Publicado

O presidente da Comissão de Relações Exteriores (CRE), senador Nelsinho Trad (PSD-MS), e os senadores Humberto Costa (PT-PE) e Chico Rodrigues (DEM-RR) formarão uma comitiva à Argentina para acompanhar o processo eleitoral daquele país em 27 de outubro, quando eleitos um novo presidente da República e legisladores. O objetivo dos senadores será manter contatos com dirigentes políticos locais, incluindo os vitoriosos, tanto no Executivo quanto no Legislativo.

A ida dos senadores teve o apoio do presidente do grupo parlamentar Brasil-Argentina, senador Fernando Collor (Pros-AL). Em relatório, Collor destacou os laços que unem as nações vizinhas há séculos, reforçados nas últimas décadas pela consolidação do Mercosul. Ele citou ainda o grande fluxo comercial entre Brasil e Argentina, assim como intercâmbios em diferentes campos de interação social, do acadêmico-educacional ao empresarial e turístico, artístico e desportivo.

Na corrida presidencial, os principais candidatos são o atual presidente, Maurício Macri, e Alberto Fernandez, oposicionista que tem como candidata a vice a ex-presidente Cristina Kirchner. As pesquisas mais recentes apontam uma ampla vantagem para Fernandez, com possibilidade de vitória já no 1º turno.

Leia mais:  Governo precisa tomar providências para ajudar Roraima, diz Chico Rodrigues

Progressismo na Suécia

A CRE autorizou ainda a ida de Humberto Costa para reunião da Convenção da Aliança Progressista, em Estocolmo (Suecia), de 14 a 17 de novembro. O evento reunirá lideranças social-democratas de diversos países sob o mote “Progresso pela liberdade, justiça e solidariedade”. Costa, que é líder do PT, esclareceu que sua participação atende a um pedido do Partido Operário Social-Democrata Sueco, que governa o país com o primeiro-ministro Stefan Löfven.

A ida de Costa também teve o apoio de Collor, para quem o evento servirá para aproximar laços entre o Parlamento brasileiro e lideranças de correntes políticas relevantes na Europa. O Partido Operário Social-Democrata Sueco existe desde 1889, e é considerado desde 1930 como o mais influente do país, tendo eleito o maior número de primeiros-ministros desde então.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Comentários Facebook
publicidade

Política Nacional

Doria lança campanha de turismo para atingir 350 milhões de pessoas no mundo

Publicado

source

IstoÉ

O governador de São Paulo, João Doria, lançou nesta sexta-feira 15 a mais audaciosa campanha internacional de turismo já feita pelo País, com o objetivo de atrair mais visitantes para o estado. O projeto é integrado por um comercial feito pelo governo de São Paulo que estará no ar em todos os canais da CNN no mundo, podendo atingir 350 milhões de telespectadores. Doria destaca que o mais importante é que “toda a campanha foi financiada pelo setor privado, o que prova a credibilidade do governo de São Paulo junto à iniciativa privada. É uma das ações mais eficientes para dinamizar o turismo em São Paulo”, diz o governador.

Leia também: “Queremos que Lula volte para a cadeia”, diz João Doria

João Doria (PSDB)%2C governador de São Paulo arrow-options
Governo do Estado de São Paulo

João Doria (PSDB), governador de São Paulo


Leia também: “Sou contra e não vou me candidatar”, diz Doria sobre reeleição

A nova campanha, que está prestes a entrar no ar, foi custeada pelas companhias aéreas brasileiras. Ao custo de R$ 4 milhões, a campanha foi negociada entre o governo paulista e o setor privado, após a diminuição de impostos nos combustíveis da aviação. A campanha tem o título de “SP for Everyone” e irá ao ar, basicamente, pelos canais da CNN em rede mundial, com abrangência em 180 países. Ela começa a ser divulgada no próximo dia 16 e coloca São Paulo em um patamar acima da atração do turismo para o país.

Leia mais:  Deputados do Maranhão pedem aprovação do acordo sobre base de Alcântara

Assista ao vídeo da campanha

Leia também: “Queremos que Lula volte para a cadeia”, diz João Doria

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Frota lembra ‘dia da facada’ e questiona:”Adélio foi incompetente ou distraído?”

Publicado

source
Frota arrow-options
Reprodução/Twitter

Alexandre Frota, Bolsonaro

No início da manhã deste sábado (16), o deputado federal Alexandre Frota voltou a lembrar o episódio da facada que o presidente Bolsonaro sofreu antes das eleições de 2018. Em enquete no seu perfil oficial no Twitter, ele questiona se Adélio Bispo foi incompetente ou distraído.

Em cerca de seis horas, a publicação de Frota já havia recebido mais de 3 mil votos. Destes, cerca de 77% votaram na opção ‘incompetente’.

Na última semana, o deputado já havia falado de Adélio nas redes sociais, ao afirmar que a história dele iria virar um filme: “Uma das maiores produtoras do Brasil está negociando os direitos autorais. O Nome para viver Adélio está sendo negociado com dois nomes da TV”.

A enquete acabou dividindo opiniões e foi bastante criticada. Nos comentários, muitos aproveitaram para marcar o perfil do presidente e de instituições, como o MPF, a PF e a AGU, além de lamentar o que chamaram de ‘incitação à violência’ por parte de Frota .

Leia mais:  Governo precisa tomar providências para ajudar Roraima, diz Chico Rodrigues

Veja algumas das reações





Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana