Momento Pet

Como curtir o carnaval com o pet em segurança? Veterinária e dona dão dicas

Publicado

source

Curtir o carnaval pode ser uma experiência incrível ao lado dos amigos, e por que não ao lado dos animais de estimação também? Os pets podem sim ser inclusos na folia que já está tomando as ruas, mas desde que seu tutor tome alguns cuidados, principalmente com objetos pequenos e bebidas alcoólicas.

Leia também: Meu cachorro tomou banho de chuva, e agora? Saiba o que fazer

cachorro festa arrow-options
shutterstock
É preciso conhecer o temperamento do seu pet para saber se ele ficará confortável em aglomerações de pessoas como o carnaval


A veterinária Roseli Berto Sabbadini fez uma lista que pode ajudar o dono que quer curtir as festas e bloquinhos ao lado do cão . Uma das coisas mais importantes é sobre a identificação do animal. “Sempre leve seu pet preso na coleira e guia, muita agitação, pessoas e barulho podem assustá-lo, fazendo com que ele fuja”, alerta.

Além da veterinária , Karen Fujiwara, dona da Bella Samoieda, cadela com 135 mil seguidores no Instagram (@bella.samoieda), conta como foi sua experiência levando a pet em locais com bastante gente e muito barulho, além de dar algumas dicas também.

samoieda arrow-options
Instagram/ Bella.Samoieda
Bella, a samoieda de Karen


Primeiro, confira a lista de dicas da veterinária para curtir o carnaval com seu cão:

  •  Mantenha sempre uma boa identificação na coleira do seu pet caso ele se perca;
  • Utilize fantasias confortáveis e sem objetos pequenos que possam ser engolidos pelo animal;
  • Evite andar com o cachorro sob sol forte, prevenindo queimaduras nas patas (chão muito quente) e pele, utilizando um protetor solar para pet, principalmente se ele for branquinho ;
  • Barulhos muito altos podem deixá-lo incomodado, já que a audição dos animais é muito mais sensível que a nossa, por isso não fique perto de caixas de som e instrumentos musicais;
  • Leve sempre água e oferece-a constantemente ao amigo peludo;
  • Respeite os horários de alimentação do cão, levando a ração em um compartimento lacrado se necessário;
  • Atente-se a objetos no chão que possam ser ingeridos, afinal, muitas pessoas descartam lixo na rua e isso pode ser prejudicial ao cachorro;
  • Jamais ofereça ou deixe alguém oferecer qualquer tipo de bebida alcoólica ou refrigerante ao seu pet;
  • A qualquer sinal de mudança de comportamento do animal de estimação, afaste-se da multidão ou leve-o para casa, ele pode estar estressado ou com medo.

Por sua experiência em levar Bella em lugares com bastante gente, Karen Fujiwara, que também é adestradora, afirma que o mais importante é o dono conhecer bem o animal. “Apesar de a Bella ter uma boa socialização, é estressante para ela. Então é importante ter a consciência de até que ponto é saudável para o pet estar nesses eventos. No caso dela, ela não gosta muito, apesar de aguentar e ficar ali com a gente”, conta.

Caso o animal goste ou esteja apto a ficar nessas aglomerações, aí é checar os agentes externos. “O ideal é verificar a temperatura do dia, do chão principalmente, o tempo que estamos expondo o cão nesses ambientes também”, explica, sempre ressaltando que quando percebe que Bella está muito exaltada, é hora de ir embora. “Ela tem muito medo de batucadas, então evitamos lugares com tambores ou baterias.”

cachorro e pessoas com celular arrow-options
Acervo pessoal
Bella não gosta muito de ficar em aglomerações

E, quando saem, a bolsa de Karen tem principalmente os seguintes objetos: água, petiscos para acalmar Bella, e a carteirinha de vacinação.

Tendo esses cuidados básicos, levar o pet para o Carnaval não deve ser um problema. 

Fonte: IG PET
Comentários Facebook
publicidade

Momento Pet

Donos de cachorro gastam mais do que os de gato, diz pesquisa

Publicado

source

Atualmente, 70% dos brasileiros têm algum animal de estimação em casa. Os mais populares continuam sendo cães (80%) e gatos (38%). As afirmações são do Instituto QualiBest, que fez uma pesquisa com mais de 3 mil internautas (homens e mulheres de todas as faixas etárias) e traçou o perfil dos donos de pets no Brasil.

infográfico de espécies de animais populares no Brasil arrow-options
Divulgação Instituto QualiBest
Proporção de espécies nas residências brasileiras

Leia também: Gatos amam seus donos tanto quanto os cães, afirma estudo

O estudo revelou que, apesar de estarem presentes nos lares em menor número, os cuidados com os gatos saem mais barato do que os com cachorro . O gasto médio mensal fica em torno de R$ 51 e R$ 100 para gatos e R$ 101 e R$ 200 para cães. Tal gasto é tido por donos que, em sua maioria (53% dos cachorreiros e 54% dos gateiros), consideram o bichinho como gente. 

Quando o assunto é a alimentação, a ração é unanimidade para donos de cães e gatos. Os primeiros dão preferência para as reções específicas para o porte (33%) e os segundos optam pela ração comum (42%). A porcentagem dos que compram sempre a mesma ração para seu pet é de 49% e 48%, respectivamente.

O gasto maior com cães é resultado do uso de pet shops. Os donos de cães acabam comprando mais produtos e contratando mais serviços do que os de felinos. 

infográfico arrow-options
Divulgação Instituto QualiBest
Os donos de cães gastam mais do que os de gato em pet shops


Porém, um ponto alarmante da pesquisa é a frequência com que os donos levam seus animais ao veterinário. 34% dos tutores de cães e 43% dos de gatos disseram que consultam um especialista menos de uma vez ao ano ou sem frequência, porém, consultas de prevenção são muito indicadas para manutenção de saúde ou até descobrimento de doenças no incício. Acompanhar a saúde do animal também é uma forma de economizar , mesmo que posteriormente. 

Fonte: IG PET
Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Pet

Alegria de mulher ao rever seu cachorro roubado é contagiante

Publicado

source

Recentemente, uma dona de cachorro que mora na Carolina do Norte, Estados Unidos, teve uma semana bem complicada. Além de ter o carro roubado por bandidos, sua cadela chamada Ruby estava no veículo e foi levada junto. Sua primeira atitude foi criar um aviso na polícia para ter alguma esperança de rever a companheira. 

Leia também: Astronauta reencontra seu cachorro após 328 dias no espaço; vídeo é emocionante

Alguns dias se passaram e não havia nenhum sinal de Ruby. Quando algumas pessoas já tinham perdido as esperanças, os detetives encontraram a cadela. Ao resgatá-la, os policiais decidiram ir até a casa da dona sem avisar. O momento do reencontro surpresa foi gravado e a alegria da mulher é contagiante. Veja vídeo

Fonte: IG PET
Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana