Mulher

Como falar da morte para o seu filho? Psicanalista explica

Publicado


source

A morte é um assunto difícil, em todas as classes sociais, raças e religiões. No meio de uma pandemia ouvimos muitas vezes por dia a palavra “morte”, e se nós ouvimos, as crianças também ouvem. Por esse motivo, e também porque crianças podem ser afetadas pela morte de um ente querido, precisamos saber como abordar esse assunto com as crianças.

Leia também: Criança em quarentena só pensa em comer

chorando
Pixabay

Aprenda a falar da morte com o seu filho

Mas como lidar com um tema tão complicado, com seres tão frágeis como nossos filhos? Primeiramente não comece a falar sobre esse tema sem um motivo, deve-se falar sobre morte com uma criança, somente se for questionado ou se tiver que contar sobre a morte de alguém próximo a ela.

As crianças estão acostumadas a ver a morte, nos desenhos animados e nos filmes, o problema é que a criança não compreende o que de fato é a morte. Nos desenhos animados , o personagem morre e depois esta vivo de novo, ou então morre e ninguém fala para onde foi ou a dor que causou. Os personagens se machucam mortalmente e em seguida continuam o desenho como se nada houvesse acontecido, e isso é a morte para as crianças, algo que acontece em um momento e logo depois passa.

Uma criança de dois anos não consegue compreender a morte. A compreensão total costuma ocorrer a partir dos seis anos, mas não é por isso que você não pode dizer a ela se precisar ou se ela perguntar.

Não minta, e não use subterfúgios, do tipo, ela está dormindo para sempre, ela foi morar com o papai do céu. As crianças acreditam nos adultos, se você fala para ela que a pessoa que morreu esta dormindo, ela pode ter medo de dormir e não acordar mais, se ela foi morar com o papai do céu, porque ela não pode vir me visitar ou eu ir visita-la?

Diga a verdade, para crianças até os seis anos,não adianta tentar minimizar com palavras e muitos argumentos que a criança não será capaz de compreender. Criança fantasia muito, e após alguns minutos de conversa ela começa a fantasiar coisas em sua cabeça. O ideal é explicar de maneira sucinta o que é a morte, dentro do que você acredita, e deixar a criança assimilar, estando pronto para responder eventuais dúvidas.

Para crianças maiores de seis anos é quase a mesma coisa, porém, nessa idade a criança já consegue compreender o que é a finitude da vida, e as suas consequências, por isso a partir dessa idade quando explicamos a morte podemos discorrer um pouco mais sobre o assunto, sempre falando a verdade em uma linguagem simples e direta.

A criança tem que saber que a morte acontece, e o que ela representa, para que morre e para quem fica. A morte, como todos os outros assuntos que surgem e podem ser de interesse da criança, devem sempre ser tratados com muita honestidade e respeito, perante a criança e suas dúvidas.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Óleo de argan e mais: dicas de Marco Antonio de Biaggi para cuidar dos cabelos

Publicado


source
Marco Antonio de Biaggi
André Schilliró

Marco Antonio de Biaggi


O cabeleireiro Marco Antonio de Biaggi, responsável pelo cabelo de várias famosas, bateu um papo exclusivo com o iG durante uma live no Instagram nesta quarta (8). Na conversa, ele falou sobre a reabertura dos salões, sua volta ao trabalho e, claro, deu várias dicas preciosas.

Durante a conversa, o profissional falou sobre a reabertura dos salões e disse que o serviço de cabeleireiro em domicílio não é uma boa alternativa. “Por exemplo, um reflexo, que você começa a tirar da nuca, em várias etapas, imagina o trabalho… Você tem que tirar aquilo no banho, vai e volta, cinco, seis vezes, se molhando nesse frio, a bagunça… Se dá um erro, que pode acontecer, se você tá no salão, tem uma infinidade de produtos”. Além disso, ele conta que os maridos das clientes não costumam gostar muito da bagunça que isso tudo pode causar. 

E é claro que Marco Antonio deu várias dicas de como manter o cabelo saudável durante a quarentena, mesmo se você não quiser se arriscar saindo de casa para ir ao cabelereiro. “Aproveite agora o momento, é hora de hidratar seu cabelo, na sua casa, pra você ir preparando seu cabelo. Ideal para quando você sair do isolamento o cabelo já ter se renovado, a queratina já se refez”, aconselha. 

“Os óleos não são modismo, eles têm cinco mil anos”. A dica de ouro é o óleo de argan marroquino legítimo pressurizado à frio e orgânico – que, inclusive, está liberadíssimo até para os cabelos mais oleosos. 

Tendências

Sobre as tendências para os cabelos, ele exalta o cabelo mais iluminado. “Loiro platinado não combina com o verão e nem com o tom de pele da brasileira, os loiros agora são quentes, com mesclas de dourado com caramelo. Morena iluminada é o novo castanho”, revela.

Famosas que todas querem copiar

Ele cita logo Juliana Paes , que passou recentemente por uma transição capilar e está, segundo o próprio Marco Antonio, “de capotar com este cabelo”. Mas ele explica que por trás daquilo tudo, há um bom trabalho.

“Ali tem um amassado, tem um difusor e tem um babyliss, pra ficar aquele cachinho. Mas o segredo é o amassado com a toalha, difusor e, depois, uma coisa que eu fazia também na Ana Paula Arósio, é pegar o cachinho da pessoa, não adianta fazer escova antes, e passar por fora do babyliss, contando apenas até três”, conta, revelando que o instrumento deve ser usado fechado, sem utilizar a parte que prende a mecha do cabelo. 

Para mais dicas, você pode seguir o cabeleireiro Marco Antonio de Biaggi no Instagram . E a live completa com o profissional você confere a seguir:


Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Marco Antonio de Biaggi conta o segredo por trás do cabelo de Juliana Paes

Publicado


source
Marco Antonio de Biaggi
André Schilliró

Marco Antonio de Biaggi


O cabeleireiro Marco Antonio de Biaggi, responsável pelo cabelo de várias famosas, bateu um papo exclusivo com o iG durante uma live no Instagram nesta quarta (8). Na conversa, ele falou sobre a reabertura dos salões, sua volta ao trabalho e, claro, deu várias dicas preciosas.

Durante a conversa, o profissional falou sobre a reabertura dos salões e disse que o serviço de cabeleireiro em domicílio não é uma boa alternativa. “Por exemplo, um reflexo, que você começa a tirar da nuca, em várias etapas, imagina o trabalho… Você tem que tirar aquilo no banho, vai e volta, cinco, seis vezes, se molhando nesse frio, a bagunça… Se dá um erro, que pode acontecer, se você tá no salão, tem uma infinidade de produtos”. Além disso, ele conta que os maridos das clientes não costumam gostar muito da bagunça que isso tudo pode causar. 

E é claro que Marco Antonio deu várias dicas de como manter o cabelo saudável durante a quarentena, mesmo se você não quiser se arriscar saindo de casa para ir ao cabelereiro. “Aproveite agora o momento, é hora de hidratar seu cabelo, na sua casa, pra você ir preparando seu cabelo. Ideal para quando você sair do isolamento o cabelo já ter se renovado, a queratina já se refez”, aconselha. 

“Os óleos não são modismo, eles têm cinco mil anos”. A dica de ouro é o óleo de argan marroquino legítimo pressurizado à frio e orgânico – que, inclusive, está liberadíssimo até para os cabelos mais oleosos. 

Tendências

Sobre as tendências para os cabelos, ele exalta o cabelo mais iluminado. “Loiro platinado não combina com o verão e nem com o tom de pele da brasileira, os loiros agora são quentes, com mesclas de dourado com caramelo. Morena iluminada é o novo castanho”, revela.

Famosas que todas querem copiar

Ele cita logo Juliana Paes , que passou recentemente por uma transição capilar e está, segundo o próprio Marco Antonio, “de capotar com este cabelo”. Mas ele explica que por trás daquilo tudo, há um bom trabalho.

“Ali tem um amassado, tem um difusor e tem um babyliss, pra ficar aquele cachinho. Mas o segredo é o amassado com a toalha, difusor e, depois, uma coisa que eu fazia também na Ana Paula Arósio, é pegar o cachinho da pessoa, não adianta fazer escova antes, e passar por fora do babyliss, contando apenas até três”, conta, revelando que o instrumento deve ser usado fechado, sem utilizar a parte que prende a mecha do cabelo. 

Para mais dicas, você pode seguir o cabeleireiro Marco Antonio de Biaggi no Instagram . E a live completa com o profissional você confere a seguir:


Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana