Momento Cidades

Consciência Negra é tema de reflexão na Tribuna Livre

Publicado

Para fazer uma reflexão sobre o Dia da Consciência Negra, transcorrido dia 20 (quarta-feira), o vereador Juca do Guaraná Filho (Avante), invocando o artigo 125 do Regimento Interno, convidou para fazer uso da palavra o Presidente do Conselho Estadual de Promoção e de Igualdade Racial Manoel Silva.
Na oportunidade o Presidente da Câmara, vereador Misael Galvão (PSB), cedeu a presidência da Sessão ao colega, tido pelo palestrante como única “representatividade negra na Casa de Leis cuiabana”.
Manoel Silva iniciou sua apresentação lembrando os então vereadores Rinaldo Almeida e Aurélio Augusto, autores da lei que instituiu o Dia da Consciência Negra como feriado na Capital. Juca acrescentou que Cuiabá foi a segunda cidade a adotar tal medida, a primeira foi o Rio de Janeiro.
O vereador disse também que a comemoração deve ser dedicada à reflexão sobre a ” importância histórica e cultural do povo negro na sociedade brasileira”. Para ele, a data “estimula o combate ao preconceito racial que permeia nossa sociedade”, na sequência lembrou Zumbi de Palmares, líder negro que nasceu livre mas foi escravizado e, fugido, liderou o Quilombo dos Palmares, que hoje figura como o símbolo máximo da luta do negro pela busca do seu devido lugar em nossa sociedade.
Esse lugar que, destacou Manoel Silva, “é aonde a gente estiver”, tanto pela natureza humana, mas também em reconhecimento ao trabalho “que contribuiu para a cultura bem como para a construção do país”.
O palestrante ressaltou que “o Dia da Consciência Negra é dia para refletir sobre as conquistas de um povo que foi fundamental para o país”, mas que ainda precisa ocupar mais espaços na sociedade. Ele sonha com uma Câmara que tenha maior número de parlamentares negros, uma quantidade que represente com mais veracidade a parcela de 54% de população afro-descendente que a pesquisa do IBGE contabiliza, conforme observou Juca do Guaraná Filho.
Manoel citou como exemplos dessa representatividade além dos ex-vereadores Rinaldo e Aurélio, a ex-vice-prefeita Jaci Proença (na gestão Wilson Santos), a ex-suplente de Deputada Estadual que em 2010 assumiu cadeira na Assembleia Legislativa, professora Wilma Moreira e ainda a “grande guerreira” Gisela Simona, atual suplente na bancada federal do estado.
Para encerrar, Manoel agradeceu aos vereadores Juca do Guaraná Filho (Avante), Diego Guimarães (PP), Adílson da Levante (PSB) e Delegado Veloso (PV), parlamentares que mais apóiam as demandas da negritude cuiabana.

Etevaldo de Almeida | Câmara Municipal de Cuiabá

Imprimir VoltarCompartilhar:  

</div

Comentários Facebook
publicidade

Momento Cidades

Movimento Mineiro parabeniza a Câmara pela aprovação da lei dos carroceiros

Publicado

Ilustração

O Movimento Mineiro Pelos Direitos dos Animais (MMDA) referendou o legislativo cuiabano pela aprovação da lei que proíbe a exploração de animais em carroças, no perímetro urbano da capital, a exemplo de várias outras capitais e município brasileiros. Quem expressou a satisfação foi Adriana Araújo, representante do MMDA.
A lei é de autoria do executivo e foi aprovada pela câmara na última sessão de 2019, a justificativa da lei aponta que a finalidade da ação é estabelecer liberdade animal e bem estar animal, controle sanitário, segurança no transito e qualidade de vida.&nbsp
Segundo Adriana a lei trata-se de um ato de civilidade. “A lei é um compromisso com a vida e com o meio ambiente, bem como a sintonia da Câmara de Cuiabá e os anseios da população, estamos certos do compromisso dos vereadores cuiabanos em acompanhar a regulação e a aplicação desta lei”, reforça Araújo.&nbsp
Na última terça-feira (21), Lincoln Sardinha, secretário municipal de Governo, recebeu representantes da Associação de Carroceiros da Região Norte, o objetivo do encontro foi tratar sobre a aplicação da Lei, ele ressaltou que a normativa está sendo estabelecida no intuito de garantir a qualidade de vida, o bem-estar e a liberdade animal.&nbsp
Atualmente a região norte tem 150 carroceiros cadastrados pela associação. O secretário da pasta assegurou aos presentes que a legislação não passa a valer de imediato e que a Prefeitura de Cuiabá tem o prazo de 90 dias para a regulamentação da lei.
“iremos conversar com a categoria em função do crescimento da nossa cidade, a mobilidade urbana e por isso temos que achar um caminho para também não atrapalhar o trabalho que eles desenvolvem’, afirmou o secretário de governo.
Leis semelhantes já estão em vigor em cidades como: Rio de Janeiro, Vitória, Recife e Curitiba.

Elizangela Tenório | Câmara Municipal de Cuiabá

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Cidades

Câmara promove Projeto Arborizar Cuiabá

Publicado

Câmara Municipal de Cuiabá

A Câmara Municipal de Cuiabá, em parceria com o Poder Executivo, realiza nesta sábado, dia 25, a primeira edição do “Projeto Arborizar Cuiabá”. A ação ocorrerá no bairro Santa Terezinha a partir das 7h30min.
Na oportunidade, serão disponibilizadas 100 mudas para plantio. O Projeto vem como uma ferramenta e serviço público, com finalidade principal de amenizar os impactos causados com a retirada das árvores na Capital.
“Muitos acreditam que o plantio de árvores é feito só para deixar a cidade bonita. É claro que os locais arborizados têm um clima mais agradável, mas esse não é o único benefício. As árvores ajudam a purifica o ar, cria oportunidades econômicas, diminui o risco de enchentes, previne a poluição das águas, melhora o microclima”, pontuou Misael.

O que? Projeto Arborizar Cuiabá
Quando? Sábado, dia 25, às 7h30min
Onde? Bairro Santa Terezinha – Av. A (Av. da feira)

Kamila Arruda | Câmara Municipal de Cuiabá

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana