Nacional

Coronavírus: Governo restringe entrada de estrangeiros no Brasil por 30 dias

Publicado


source

Agência Brasil

estrangeiros não podem entrar no brasil por 30 dias arrow-options
Agência Brasil

Coronavírus no Brasil já ultrapassou 1500 casos

Começou a valer nesta segunda-feira (23) a portaria do governo federal que restringe a entrada no país por 30 dias de estrangeiros vindos de voos internacionais de uma série de países com registro de casos do novo coronavírus. Caberá à Polícia Federal (PF), responsável pelo controle de migração nos aeroportos, cumprir a determinação.

Leia também: Coronavírus no Brasil: acompanhe a situação no País em tempo real

As sanções podem variar de responsabilização administrativa, como multa, civil, penal, repatriação ou até deportação imediata para estrangeiros que infringirem a norma.

A medida se aplica aos estrangeiros vindos da China, países-membros da União Europeia, Islândia, Noruega, Suíça, Reino Unido, Irlanda do Norte, Austrália, Japão, Malásia e Coreia do Sul – países com cronavírus .

Em nota, a assessoria da PF informou a Agência Brasil que a sanção vai variar conforme “as particularidades do caso e do local da infração”.

De acordo com o governo, a restrição atende a uma recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de restrição excepcional e temporária de entradas no país.

Leia também: Doria anuncia realização de dois mil testes de covid-19 por dia

Em nota, a assessoria da concessionária RioGaleão, que administra o Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, afirmou que a triagem dos passageiros será feita no momento de embarque nos países de origem.

“Caso algum passageiro dos referidos países chegue a desembarcar no Rio, passará pela triagem da Polícia Federal no aeroporto e entrará no fluxo de inadmitidos pela PF. Se apresentar algum sintoma do coronavírus, será encaminhado aos agentes sanitários da Anvisa”, informou a assessoria.

Já a assessoria da GRU Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, disse à Agência Brasil que, nos casos em que o passageiro for inadmitido no Brasil, cabe à companhia aérea os trâmites de repatriação, incluindo o transporte de volta.

“A fim de apoiar o órgão federal e as empresas aéreas, a concessionária disponibiliza instalações no Terminal 3 para inadmitidos”, disse a assessoria. Os dois terminais são as principais portas de entrada de estrangeiros no país.

A restrição não se aplica a brasileiros natos ou naturalizados, imigrantes com prévia autorização de residência no Brasil, estrangeiro que vai se reunir com familiar brasileiro que está no país ou aquele que seja autorizado pelo governo em vista do interesse público.

Leia também: Profissionais de enfermagem são agredidos a caminho do trabalho em São Paulo

A medida também não atinge profissionais estrangeiros a serviço de organismo internacional, funcionários estrangeiros autorizados pelo governo brasileiro e o transporte de cargas.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Estados da Paraíba e Alagoas confirmam primeiras mortes por Covid-19

Publicado


source
testes arrow-options
Josué Damacena/IOC/Fiocruz

Testes para Covid-19

As secretarias estaduais de saúde da Paraíba de Alagoas anunciaram nesta terça-feira as primeiras mortes causadas pelo Covid-19 nesses estados. Em Alagoas, a vítima era do Acre e foi infectada por contaminação comunitária. Já na Paraíba, o paciente era morador do município de Patos, no Sertão. 

Leia mais: Idosa de 90 anos com Covid-19 abre mão de respirador: ‘eu já tive uma vida boa’

O governador Renan Filho (MDB) foi o responsável por informar sobre a morte no estado alagoano e usou o próprio twitter para reforçar sua tristeza sobre o assunto. Ele ainda informou o perfil da vítima, que era um homem de 63 anos. 

O paciente estava há alguns dias em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva ( UTI ) e precisou de respiração artificial. Não foram divulgados, porém, detalhes sobre o tempo desde a infecção ou sobre o velório do paciente alagoano. 

Já a vítima da Paraíba estava internada na capital, João Pessoa. Paciente era um homem de 36 anos, mas o estado não divulgou se havia comorbidades que o incluíam no grupo de risco para a doença.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Contra a Covid-19, “robô” entrevistará 125 milhões de brasileiros por telefone

Publicado


source
Covid-19 arrow-options
Pixabay/rottonara

Atendimento visa localizar os rumos das contaminações, além de informar sobre a Covid-19

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou durante a coletiva da tarde de hoje (31) que 125 milhões de brasileiros passarão a receber ligações automáticas para monitoramento de casos suspeitos e outras informações sobre a Covid-19 a partir desta noite. 

LEIA MAIS: ‘Teremos 300 milhões de EPIs em breve”, diz Mandetta

A inteligência artificial deverá cadastrar hábitos e contatos para facilitar rastreamento do novo coronavírus (Sars-CoV-2) no Brasil. Além do monitoramento, a programação inclui recomendações sobre como agir frente a casos suspeitos de Covid-19, formas de contaminação, prevenção e desmistificação de boatos sobre o vírus.

Trata-se de mais uma etapa no processo de digitalização do atendimento do Ministério da Saúde, que no último dia 26 lançou um canal exclusivo via Whatsapp e Facebook. Ambas as plataformas terão suas informações repassadas para profissionais da saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana