Momento +

Corte de Gastos: Prefeitura de Sorriso decreta férias coletiva

Publicado

A Prefeitura Municipal de Sorriso, por meio de decreto n.º 155, publicado em 16 de outubro, determinou o período de férias coletivas entre 23 de dezembro a 21 de janeiro de 2020, visando corte de gastos em período de menor demanda. Serviços básicos e essenciais para o funcionamento do município serão mantidos em horário especial para garantir a manutenção e prestação de serviços.

O Paço Municipal funcionará especialmente, das 7h às 12 horas, tendo atendimento externo de Licitação, Tesouraria e Tributação. Já no Ganha Tempo, o recesso será mais curto, de 23 de dezembro a 6 de janeiro. As secretarias que respondem as pastas de Administração, Educação, Obras, Saúde e Segurança Pública não paralisarão, atuando estas em calendário especial para garantia dos serviços.

Em outras secretarias, existirá um servidor disponível em caso de eventuais emergências. As demais ocasiões não previstas no documento devem ser resolvidas pelo prefeito, de acordo com o interesse público.

“Sabemos que há uma considerável redução de demandas neste período de fim de ano, e as férias coletivas contribuem para uma economia nos gastos ligados ao funcionamento de todas as unidades da Administração Municipal”, destaca o secretário de Administração, Estevam Hungaro Calvo Filho.

Comentários Facebook
publicidade

Momento +

Sindicato questiona e critica sucessivas demissões na presidência do Indea-MT alegando que os motivos apresentados não convencem a Entidade

Publicado

Desde que o ex-presidente do Indea-MT, Tadeu Mocelin, foi exonerado, a diretoria do Sintap-MT, que representa os servidores do órgão e também do Intermat, contesta motivos de exonerações.

Para o sindicato, a novo exoneração que ocorreu nesta semana de Luis Fernando da Silva Flamínio, que havia assumido a autarquia no lugar de Mocelin, levanta ainda mais dúvidas sobre a direção do Indea-MT.

O questionamento dos servidores e diretoria do Sintap-MT se dá em função das alegações para as exonerações. De acordo com informações repassadas à presidente do sindicato, Rosimeire Ritter(foto), o secretário Cesar Miranda justificou a exoneração de Mocelin, na época, há cerca de dois meses, “falando que ele estava apoiando a demanda da Aprosoja, que queria fazer uma pesquisa, porém, agora a justificativa para a exoneração do Luiz Fernando é ao contrário, ou seja, que ele seria contra essa pesquisa da Aprosoja, então, é meio contraditório e difícil de entender”

“Fica a dúvida no ar de quais seriam os verdadeiros motivos. Um sai porque era a favor, já o outro porque era contra?”, indagou Rosimeire.

Outra dúvida levantada pelo sindicato é a de que “Tadeu não pediu exoneração, conforme ele mesmo nos informou, e foi publicado oficialmente no Diário do Estado, de que ele pediu exoneração, sendo que a mesma situação ocorreu com o Luiz Fernando, só que inverso novamente, este diz que foi a pedido, no entanto, foi oficialmente exonerado, nesta semana”, afirmou.

A exoneração de Luiz Fernando da Silva Flamínio da presidência da autarquia foi publicada no Diário Oficial do Estado na edição de quarta (27). Vale destacar que ele é ex-chefe de gabinete do líder do governo na Assembleia Legislativa, Dilmar Dal Bosco.

“Esse sindicato e os servidores sabem da importância do órgão de defesa para a economia do estado, mas parece que os governantes não tem o mesmo conhecimento e fazem do órgão um balcão de cargos para seus apadrinhados. Sempre fomos favorável de que os cargos de presidente e diretor técnico, sejam exclusivamente do quadro de servidores, para um melhor funcionamento das atividades pertinentes”, diz nota do sindicato.

“Agora, queremos entender o que está por trás de tudo isso. Porque o governo não joga abertamente e fala a verdade?”, questiona Rosimeire.

 

Otavio Ventureli(com assessoria)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento +

CBM consegue resgatar uma das duas vítimas soterradas em silo de soja e as buscas continuam para encontrar o outro trabalhador

Publicado

O jovem Marcos Chaves de Souza, de 18 anos passa bem após ser resgatado, minutos depois de cair num silo de soja e ser soterrado.

O acidente foi registrado no Municipio de Nova Maringá, em Mato Grosso, na tyarde desta quinta-feira(28).

As buscas pelo rapaz contaram com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) de Sorriso MT, do Corpo de Bombeiros de Nova Mutum MT e funcionários da empresa.

Outro homem, Rodrigo Chaves Souza, de 26 anos, também foi soterrado. Os bombeiros informaram que já tem a localização dele, mas como está em um local de difícil acesso ainda não foi possível fazer a retirada.

De acordo com a assessoria, o helicóptero do Ciopaer foi acionado e pousou no local por volta das 14h30. Até então, as duas vítimas seguiam soterradas. O trabalho de resgate começou com a equipe de segurança do trabalho da própria empresa, que recebeu o apoio de um dos tripulantes e socorrista do Ciopaer e dos bombeiros de Nova Mutum.

A equipe conseguiu acessar o jovem de 18 anos e o retirou com vida utilizando a técnica de ancoragem. O rapaz foi avaliado por uma equipe médica e foi constatado que o estado de saúde dele está bom. A segunda vítima continuava soterrada até esta manhã(29) e o Corpo de Bombeiros trabalhavam nas  buscas.

 

Otavio Ventureli(com assessoria)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana