Momento Esportes

De olho em Tóquio, carateca treina com atletas da seleção de taekwondo

Publicado


.

Vice-campeã mundial em 2016, a carateca paulista Valéria Kumizaki não mede esforços para chegar em plena forma no Pré-Olímpico Mundial da modalidade, em Paris (França), adiado para o ano que vem, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Para se garantir na estreia olímpica do caratê nos Jogos de Tóquio (Japão), Kumizaki, de 35 anos, optou por treinar com os atletas Miguel e Milena Titoneli e os técnicos Clayton e Reginaldo dos Santos, todos da seleção brasileira de taekwondo. 

O grupo está reunido em uma chácara na região de São Roque, no interior paulista, e Kumizaki resolveu se juntar a eles. O único objetivo é treinar, respeitando as regras sanitárias para evitar o contágio da covid-19. “Quando a equipe do caratê está lá no Rio de Janeiro, no CT do Time Brasil, e o pessoal do taekwondo também, eu sempre dou um jeito de assistir aos treinos deles. Gosto da modalidade e me inspiro nos treinos deles, principalmente nos chutes, que são golpes bem importantes no caratê”. 

Kumizaki lembra ainda que o preparador físico da equipe nacional do Taekwondo é o mesmo do caratê. “É o Ariel Longo. Já tinha comentado com ele que eu gostaria de melhorar meus chutes e aí surgiu com a ideia de eu ir treinar com a galera do taekwondo. Eu conhecia também o Clayton e o Reginaldo. Mas nunca tinha conversado com eles. Estou impressionada com o trabalho deles, e muito feliz de poder estar aqui aprendendo a chutar com os melhores técnicos do mundo”, revela à Agência Brasil.

 

 

Bicampeã no Pan de Lima

A paulista colecionou ótimos resultados no ano passado.  Após assegurar em fevereiro a vaga no Pré-Olímpico Mundial de Caratê, em Paris, Kumizaki foi bicampeã dos Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru), na categoria até 55 quilos. Foi a quarta medalha de uma série: a carateca foi prata no Pan do Rio (2007), bronze no Pan de Guadalajara (2011) e o primeiro ouro no Pan de Toronto (2015). 

“Vou competir nesse classificatório e também tenho o ‘cartão continental’ pelo ouro no Pan, que dá direito a três vagas nos Jogos Olímpicos. Mas a entrada na Olimpíada pelo ‘cartão continental’ depende de vários resultados de outras atletas no ranking mundial, não só os meus. Por isso, estou treinando muito focada, principalmente, no Pré-Olímpico. Se Deus quiser vai dar tudo certo”, diz confiante a carateca, atualmente décima sétima colocada no ranking mundial até 55 kg. 

Atuais colegas de treino de Valéria Kumizaki na chácara do interior paulista reconhecem que a experiência de treinar juntos favorece a todos. Ícaro Miguel, líder no ranking mundial de taekwondo – categoria até 87 kg – considera que “ter pessoas como a Valéria Kumizaki no nosso dia a dia agrega muito para todos, estamos compartilhando conhecimentos”.

A atleta Milena Titoneli também apoia a carateca. “Tínhamos conversado apenas uma vez, lá no Prêmio Brasil Olímpico do ano passado. Esse período de treinos está sendo uma experiência enriquecedora para todos nós”, comentou a campeã pan-americana ano passado.  

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook
publicidade

Momento Esportes

Polícia inglesa investiga ofensas racistas a jogador do Crystal Palace

Publicado


.

Um torcedor de 12 anos foi detido após o jogador marfinense Wilfried Zaha revelar ter sido alvo de insultos racistas no seu perfil pessoal no Twitter antes do jogo da equipe dele, o Crystal Palace, contra o Aston Villa.

A polícia da região confirmou ao jornal Daily Mail que o suspeito foi levado como parte da investigação. A Premier League acompanha o caso e considera que a ação faz parte de um sistema de abuso. A Associação dos Jogadores Profissionais (PFA) disse, no seu perfil oficial no Twitter, que “mensagens enviadas ao jogador Wilfried Zaha foram doentias e aborrecedoras. Os atletas continuam sendo alvos desse implacável abuso na internet”.

Ao jornal inglês, a entidade afirmou: “Enquanto ficamos satisfeitos que o ofensor tenha sido detido, o fato de uma criança de 12 anos ter enviado esse tipo de material é extremamente lamentável. Esses incidentes só comprovam que precisamos de uma regulamentação rigorosa das redes sociais”.

Já Roy Hodgson, técnico do Crystal Palace, declarou: “Acho que jogadores e clubes devem manter a atenção aos frequentes abusos sofridos. As manifestações do ‘Vidas Negras Importam’, que tomaram conta do mundo todo, trazem a chance que precisamos para erradicar esse tipo de coisa. É muito triste um jogador sofrer esse tipo de abuso covarde e desprezível, ainda mais no dia de uma partida”.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Esportes

Carioca: Flamengo vence Fluminense no primeiro jogo da final

Publicado


.

O Flamengo venceu o Fluminense por 2 a 1 neste domingo (12), no estádio do Maracanã, no primeiro jogo da final do Campeonato Estadual. Os gols da partida foram marcados por Pedro e Michael, para o Rubro-negro, enquanto Evanilson descontou para o Tricolor. Com este resultado, a equipe do técnico Jorge Jesus pode até empatar o jogo de volta para garantir o bicampeonato da competição. Já o tricolor terá de vencer por dois gols de vantagem para garantir o caneco. Caso os tricolores vençam pela diferença de um gol, o Carioca será definido em cobranças de pênalti.

A equipe do técnico Odair Hellmann iniciou o primeiro tempo ditando o ritmo do jogo. Os tricolores foram os primeiros a arriscar, em um chute cruzado do atacante Evanilson aos 7 minutos, mas Diego Alves defendeu. Gabigol respondeu aos 15, com finalização de fora da área defendida pelo goleiro Muriel.

Com o decorrer da partida, o Flamengo foi melhorando. E aos 28 Pedro transformou esta superioridade em gol, com um chute preciso na saída do goleiro tricolor. A oportunidade foi criada após troca de passes envolvente do trio Vitinho, Arrascaeta e Diego.

flamengo x fluminenseflamengo x fluminense

Flamengo e Fluminense fizeram jogo muito disputado no Maracanã – Marcelo Cortes/Flamengo/Direitos Reservados

Com desvantagem no marcador, os tricolores chegaram com perigo aos 43, quando Egídio cruzou para Evanilson, que, por muito pouco, não cabeceia livre na grande área.

O Fluminense retornou para a segunda etapa pressionando. Assim, logo aos 6 minutos Dodi finalizou da intermediária, obrigando Diego Alves a espalmar para evitar o empate. Aos 13, o meia Yago Felipe recebeu na grande área, puxou para o meio e bateu de perna esquerda, mas o goleiro rubro-negro salvou mais uma.

Contudo, aos 14 o atacante Evanilson não perdoou. Ele recebeu o cruzamento de Egídio e concluiu com liberdade na pequena área, e deixou tudo igual.

Rio de Janeiro - 12/07/2020 - Maracanã.  Fluminense enfrenta o Flamengo esta tarde pela primeira partida da final do Campeonato Carioca 2020.  FOTOS: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.    .  IMPORTANTE: Imagem destinada a uso institucional e divulgação,Rio de Janeiro - 12/07/2020 - Maracanã.  Fluminense enfrenta o Flamengo esta tarde pela primeira partida da final do Campeonato Carioca 2020.  FOTOS: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.    .  IMPORTANTE: Imagem destinada a uso institucional e divulgação,

Evanilson comemora seu gol, o do empate tricolor – Lucas Mercon/Fluminense F.C./Direitos Reservados

Aos 22, o Fluminense quase virou o marcador, quando Gilberto, próximo à linha de fundo, rolou a bola para Hudson, que bateu no centro da meta do goleiro Diego Alves, que defendeu.

Mas, quando o tricolor estava mais próximo do gol, Rafinha lançou Gabigol, que passou por Egídio e tocou para Michael. O camisa 19 teve apenas o trabalho de escorar para o fundo da rede aos 28 minutos para fazer o seu. Flamengo 2 a 1.

flamengo x fluminenseflamengo x fluminense

Michael garantiu a vitória do Rubro-negro – Alexandre Vidal / Flamengo/Direitos Reservados

No finalzinho do jogo, aos 45 minutos, Caio Paulista arriscou de longa distância, e a bola passou acima da trave.

Expulsão de Gabigol

Nos acréscimos o Flamengo sofreu um duro golpe, quando Gabigol tomou o segundo cartão amarelo na partida e, consequentemente, o vermelho. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães interpretou que o jogador retardou sua saída de campo no momento da substituição pelo zagueiro Léo Pereira. Com isso, o atacante está fora do segundo jogo da decisão.

flamengo x fluminenseflamengo x fluminense

Gabigol foi expulso, e desfalca Flamengo no segundo jogo da final – Marcelo Cortes/Flamengo/Direitos Reservados

Segunda partida da decisão

Flamengo e Fluminense são os maiores vencedores do Campeonato Estadual, com os flamenguistas tendo gritado campeão 35 vezes, e os tricolores em 31 oportunidades.

O segundo jogo da decisão será na próxima quarta (15), às 21h30, no estádio do Maracanã.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana