Momento Economia

Doria anuncia repasse de R$ 218 milhões a 80 municípios de São Paulo

Publicado


source
Doria em anúncio de novas medidas de enfrentamento ao novo coronavírus arrow-options
Governo de São Paulo / Divulgação

Doria em anúncio de novas medidas de enfrentamento ao novo coronavírus

Doria anunciou nesta quinta-feira (26) o repasse de R$ 218 milhões a 80 municípios do Estado de São Paulo para o combate ao coronavírus. A medida abrange todos os municípios com mais de 100 mil habitantes, com a exceção de São Paulo, que receberá verba específica que será anunciada nesta sexta-feira (27). Segundo o governador, os recursos serão utilizados em serviços de atendimento médico, sanitário e para a proteção da população em situação de vulnerabilidade.

“O governo do estado de São Paulo vai repassar a partir do dia 3 de abril R$ 218 milhões para municípios do estado de São Paulo, são 80 municípios que receberão R$ 218 milhões. A linha de corte é para municípios com mais de 100 mil habitantes para o combate ao coronavírus. O valor será utilizado para essas cidades com população acima de 100 mil habitantes, excetuando-se a capital de São Paulo”, afirmou Doria.

O objetivo é que os municípios vizinhos e com menor número de habitantes também se beneficiem do aporte financeiro. “Nós pegamos os municípios maiores de 100 mil habitantes, são os estruturantes dentro disso e daí a possibilidade de centros de referência de combate ao coronavírus, com testes, com consulta hospitalares, com consulta à população que vai atingir esses municípios sedes, mas também os municípios no entorno da região deles e nos municípios maiores a possibilidade dos hospitais de campanha”, disse Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional.

Veja também: Vales refeição e alimentação devem ser mantidos a funcionários em home office 

Acordo com GasBrasiliano

Será suspenso o corte de gás por inadimplência dos consumidores do noroeste paulista até o dia 31 de maio. A medida é válida para residências, comércio, indústrias, hospitais e prontos socorros. Segundo Doria, 240 hospitais são atendidos com gás natural no estado de São Paulo.

O estado de São Paulo já havia firmado acordo com a Comgás para interromper o corte do fornecimento de gás natural para residências, pequenos comércios, hospitais e unidades de saúde. O acordo prevê também a isenção do consumo mínimo obrigatório previsto em contratos com consumidores industriais.

Leia mais: Em nova MP, governo reduzirá para dois meses suspensão do contrato de trabalho 

Comentários Facebook
publicidade

Momento Economia

É hoje! Mega-Sena sorteia R$ 2,5 milhões neste sábado

Publicado


source
mega-sena arrow-options
Foto: Reprodução

Saiba como apostar na mega sem sair de casa

O sorteio da Mega-Sena 2247 acontece neste sábado (28) e já tem prêmio acumulado em R$ 2,5 milhões esperando ganhadores na primeira faixa do concurso.

Para apostar, é preciso escolher de seis a 15 números nas lotéricas credenciais pela Caixa, ou no site especial de loterias do banco. Participam do próximo concurso todas as apostas registradas até 19h de sábado.

Bolsonaro defende que governadores e prefeitos paguem encargos trabalhistas

O prêmio da Mega-Sena está acumulado há somente uma extração, um alívio para os brasileiros que passaram um longo período de jejum em relação aos montantes principais da loteria mais famosa do país.

Isso porque a Mega-Sena ficou 16 concursos sem vencedores na primeira faixa, desde que 2020 começou. Após esse período, a Mega teve apenas quatro sorteios com ganhadores, o que representa 15,3% dos 26 das extrações já realizadas este ano.

Como apostar de casa

Para concorrer ao prêmio sem sair de casa, não é possível optar pela aposta mínima, de R$ 4,50. No site da Caixa , o valor mínimo para apostar na Mega-Sena é de R$ 30, seja com uma única aposta ou mais de uma.

Uma aposta com 7 números, e não 6, que te dá mais chance de ganhar, custa R$ 31,50. Outra opção para atingir o preço mínimo é fazer sete apostas simples, que juntas têm o mesmo valor, R$ 31,50. Além disso, os bolões são uma boa opção.

Como funciona a Mega-Sena

O concurso é realizado pela Caixa Econômica Federal e pode pagar milhões ao sortudo que acertar as seis dezenas. Os sorteios ocorrem ao menos duas vezes por semana – normalmente, às quartas-feiras e aos sábados. O apostador também pode ganhar prêmios com valor mais baixo caso acerte quatro ou cinco números, as chamadas Quadra e Quina , respectivamente.

Na hora de jogar, o apostador pode escolher os números ou tentar a sorte com a Surpresinha – nesse modelo, o sistema escolhe automaticamente as dezenas que serão jogadas. Outra opção é manter a mesma aposta por dois, quatro ou até oito sorteios consecutivos, a chamada Teimosinha.

Premiação

Os prêmios iniciais costumam ser de aproximadamente R$ 3 milhões para quem acerta as seis dezenas. O valor vai acumulando a cada concurso sem vencedor. Também é possível ganhar prêmios ao acertar quatro ou cinco números dentre os 60 disponíveis no volante de apostas. Para isso, é preciso marcar de seis a 15 números do volante.

O prêmio bruto da Mega-Sena corresponde a 43,35% da arrecadação. Deste valor:

35% são distribuídos entre os acertadores dos seis números sorteados;
19% entre os acertadores de cinco números (Quina);
19% entre os acertadores de quatro números (Quadra);
22% ficam acumulados e distribuídos aos acertadores dos seis números nos concursos de final zero ou cinco; e
5% ficam acumulado para a primeira faixa (Sena) do último concurso do ano de final zero ou cinco.

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Economia

Dólar comercial volta a ser vendido acima de R$ 5,10

Publicado


.

Depois de três dias de alívio nos pregões globais, o mercado financeiro voltou a ter um dia de nervosismo. A bolsa de valores caiu e voltou a se aproximar dos 70 mil pontos. O dólar, que ontem  (26) tinha fechado abaixo de R$ 5, subiu e voltou a ser vendido acima de R$ 5,10.

O índice Ibovespa, da B3, a Bolsa de Valores brasileira, fechou esta sexta-feira (27) aos 73.429 pontos, com queda de 5,51%. O índice operou em baixa durante todo o dia, seguindo o  

O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 5,107, com alta de R$ 0,111 (+2,22%). Por volta das 16h30, a cotação estava em R$ 5,05, mas subiu nos minutos finais de negociação. A divisa acumula alta de 27,2% em 2020. Diferentemente dos últimos dias, o Banco Central (BC) voltou a intervir no mercado. A autoridade monetária vendeu US$ 1,02 bilhão das reservas internacionais, em dois leilões.

Estados Unidos

Nos Estados Unidos, a bolsa teve um dia de realização de lucros, quando os investidores vendem ações para embolsar ganhos, após três dias seguidos de alta. O índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, caiu 4,06%, mesmo com a aprovação, pelo Congresso norte-americano, de um pacote de estímulos de US$ 2 trilhões para reativar a maior economia do planeta.

Paralelamente, o Federal Reserve, Banco Central norte-americano, está comprando indefinidamente dívidas corporativas e emprestando recursos diretamente a empresas pelo tempo necessário. Ontem, os países do G20, grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo, inclusive o Brasil, comprometeram-se a injetar US$ 5 trilhões na economia global.

Pacote de medidas

No Brasil, o mercado continua a reagir às medidas para aliviar o impacto da crise do coronavírus, que devem chegar a R$ 700 bilhões nos próximos três meses, segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes. Apenas a ajuda de R$ 600 para trabalhadores autônomos, aprovada ontem pela Câmara dos Deputados, terá impacto de R$ 45 bilhões no orçamento.

Nos últimos dias, o governo brasileiro anunciou uma ajuda emergencial de R$ 88,2 bilhões para estados e municípios. O Banco Central (BC) liberou R$ 1,2 trilhão na economia, principalmente por meio da redução de compulsórios, dinheiro que os bancos são obrigados a reter no BC. A edição de medidas provisórias para flexibilizar a legislação trabalhista durante a crise alivia a perda do valor de ações de diversas empresas.

Petróleo

A intensificação da guerra de preços do petróleo entre Arábia Saudita e Rússia, que tinha dado uma trégua nos últimos dias, voltou a pressionar o mercado. Os dois países estão aumentando a produção de barris, o que tem provocado uma redução na cotação do produto.

O barril do tipo Brent voltou a cair. Por volta das 18h, a cotação estava em US$ 25,10, com recuo de 4,71%. As ações da Petrobras, as mais negociadas na bolsa, despencaram. Os papéis ordinários (com direito a voto em assembleia de acionistas) caíram 10,75% nesta sexta. Os papéis preferenciais (com preferência na distribuição de dividendos) recuaram 7,57%.

Edição: Nádia Franco

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana