Momento Tecnologia

É golpe! Antifraude evitou perdas de R$ 31 milhões na Black Friday 2019

Publicado

source
Black Friday arrow-options
Unsplash

As fraudes online diminuíram durante a Black Friday






A Black Friday 2019 foi um sucesso, mas os golpistas não se esqueceram da data. A empresa antifraude para e-commerces e pagamentos digitais Konduto analisou mais de 3,1 milhões de pedidos em cerca de 4 mil e-commerces brasileiros durante a quinta-feira (28 de novembro) e o domingo (1º de dezembro).

Em relação ao volume financeiro, os pedidos analisados pela Konduto somados ultrapassaram a cifra de R$ 1,3 bilhão na Black Friday 2019. A tentativa de fraude sobre o total de transações ficou em 2,24% – o que significa que, a cada R$ 1 mil em pedidos, R$ 22,40 estavam relacionados a compras feitas por estelionatários. A taxa também aponta que a Konduto evitou mais de R$ 31 milhões em fraudes online ao e-commerce brasileiro. 

Só na sexta-feira (29), data oficial da Black Friday, cerca de 15 pedidos foram analisados por segundo. 

A boa notícia é que, segundo a Konduto, a taxa de tentativas de fraude sobre o total de pedidos do comércio eletrônico brasileiro na  Black Friday 2019 caiu em 20,3% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Leia mais:  Redes sociais e algoritmos: quem controla o que você vê e o que você publica?

Em 2018, 1,43% do pedidos tentavam ser fraudulentos e, em 2019, esse valor foi para 1,14%. A taxa média anual no Brasil foi de 2,2% em 2018. Os dados foram obtidos a partir de um  balanço da Konduto .

Para o CEO da empresa, Tom Canabarro, os números revelam que a ação de criminosos online não aumenta no período de  Black Friday ; o que sobe, na verdade, é o número de pedidos.

“O que aumenta em uma data sazonal como esta é o número de pedidos legítimos no e-commerce, já que muitos consumidores se animam com as campanhas promocionais dos varejistas. Por outro lado, os criminosos cibernéticos não intensificam os seus golpes, o que acaba ‘diluindo’ a quantidade de pedidos fraudulentos”, explica em nota à imprensa. 

Leia também: Conheça 6 golpes que podem te fazer perder dinheiro e saiba como evitá-los

Segmentos com mais fraudes

O segmento com maior taxa de tentativas de fraudes foi o de eletroeletrônicos , com 4,8% de compras fraudulentas. O que explica isso é que  smartphones, tablets e notebooks são itens mais caros, o que torna a fraude mais lucrativa para os criminosos. 

Leia mais:  Cinco variações do novo Corolla que não temos no Brasil

Atrás dos eletroeletrônicos, os segmentos com mais tentativas de fraude foram o turismo (1,6%), o setor de calçados (1,4%) e saúde e cosméticos (1,27%). 

Comentários Facebook
publicidade

Momento Tecnologia

Corre! Veja 24 aplicativos e jogos para Android de graça por tempo limitado

Publicado

source

Olhar Digital

Android arrow-options
shutterstock

confira jogos e aplicativos de graça por tempo limitado


Os aplicativos permitem que os smartphones façam as tarefas mais inusitadas. Quando é possível obtê-los de graça, é melhor ainda. De tempos em tempos, os desenvolvedores distribuem suas criações gratuitamente para atrair novos usuários, já que muitos têm receio de experimentar conteúdo pago.

A lista a seguir contém apps e games que estavam disponíveis gratuitamente na b e foram verificados pelo Olhar Digital. Esses programas estão gratuitos por tempo limitado, mas depois de instalados ficam vinculados à conta do Google para sempre. Ou seja, eles podem ser baixados a qualquer momento sem que seja preciso pagar.

Leia também: Apps com taxas indevidas foram instalados por 600 milhões de usuários do Android

Vale observar, ainda, que as promoções podem ser encerradas a qualquer momento. Então, ao abrir um app da lista na loja de aplicativos e o botão de aquisição não mostrar a palavra “Instalar”, mas o preço original do app, significa que ele voltou a ser pago: se você baixá-lo, será cobrado por isso.

Leia mais:  Quer ajudar a decidir quais emojis serão lançados em 2020? Saiba como

Aplicativos

Jogos

Personalização

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Tecnologia

Golpe usa SMS para roubar dinheiro; saiba se proteger

Publicado

source

Olhar Digital

Golpe arrow-options
shutterstock

Golpe por SMS já atingiu mais de 5 mil vítimas


Um trojan bancário que usa o envio maciço de mensagens SMS infectou cerca de 5 mil celulares Android . Chamado de “Faketoken”, o malware foi detectado pela primeira vez há 6 anos, em 2014, e voltou a circular recentemente com uma nova abordagem, mirando aparelhos com o sistema do Google .

O retorno do trojan foi reportado na última segunda-feira (13) pela Kaspersky , empresa especializada em cibersegurança. 

A tecnologia SMS costuma ser aproveitada em ataques de celulares para propagar o malware , enviando links infectados aos contatos da vítima. O que impressiona nesse caso é o disparo de mensagens ofensivas para números do exterior, estratégia nunca antes vista pelos pesquisadores da Kaspersky.

Leia também: Novo golpe no PayPal rouba dados do cartão de crédito; saiba se proteger

O número internacional é parte essencial para o funcionamento do golpe. Isso porque o custo de envio de mensagens para o exterior é maior se comparado às tarifas locais, o que aumenta o valor que os usuários tem que pagar se seus celulares estiverem contaminados. 

Leia mais:  Nest Mini, caixa de som inteligente do Google, chega ao Brasil por R$ 349; veja

Em publicação no site oficial, a Kaspersky explica: “As atividades de disparo de mensagem do Faketoken são cobradas dos proprietários do dispositivo infectado. Antes de enviar qualquer coisa, ele confirma que a conta bancária da vítima possui saldo suficiente. Se a conta tiver dinheiro, o malware fará uma recarga na conta do celular antes de continuar mandando as mensagens”.

Para se proteger, é importante baixar apenas aplicativos oficiais da Play Store e desabilitar a opção que permite aos programas fazer downloads de fontes externas. O malware costuma se espalhar por outras lojas que não a do Google , ou seja, cumprir essa primeira recomendação é um grande passo para se manter seguro.

Outra orientação importante é não clicar em links de mensagens enviadas via SMS , mesmo que o remetente seja de confiança. Por último, se lembre sempre de instalar um antivírus no smartphone e mantê-lo sempre atualizado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana