AMM

Em São Paulo, programa de leitura de Juína conquista selo como um dos dez melhores do país

Publicado

O terceiro reconhecimento nacional chegou para Juína! 

Foi na noite desta quarta feira, 04 de dezembro, em São Paulo, que o município de Juína conquistou seu terceiro prêmio de reconhecimento nacional com o programa “Arte, Leitura e Cultura: Uma bela mistura”. Desta vez, Juína conquistou o disputadíssimo selo do Prêmio IPL – Retratos da Leitura que tem por objetivo reconhecer, valorizar e difundir projetos exitosos de fomento à leitura em todo Brasil.

O Secretário-adjunto de Cultura, Adriano Souza, gestor do projeto esteve em São Paulo e recebeu o selo das mãos do consagrado escritor Pedro Bandeira, patrono do prêmio.

“Quando Silvia, Patrícia Itaibele e eu pensamos este programa lá no início de 2017, nós jamais imaginávamos chegar até aqui, nosso desejo maior era tirar Juína da escuridão cultural e literária, este seria o nosso maior prêmio! Hoje, ao ouvir o nome de Juína em um lugar tão disputado e com tanta gente de referência para a leitura no Brasil me emocionou. Me lembrei de como tudo começou e como foi difícil o caminho até chegar aqui e conquistar um selo como um dos dez melhores projetos de fomento à leitura no país”, destacou o secretário.

Adriano falou ainda sobre a importância conquistada pelo programa “Arte, Leitura e Cultura: Uma bela mistura” em toda gestão da prefeitura.

“Este programa é intersetorial e tem ações ligadas com praticamente todas as secretarias municipais, ou seja, é um prêmio de toda nossa gestão que colocou este programa no centro do governo e com isso estamos executando, atingindo e superando as nossas metas de democratização do acesso à leitura”, destacou Adriano.

O programa “Arte, Leitura e Cultura: Uma bela mistura” tem o apoio do Governo do Estado do Mato Grosso através da SECEL – Secretaria de Estado da Cultura, Esporte e Lazer por meio do Sistema Estadual de Bibliotecas, da ONG RECODE do Rio de Janeiro e da Assembleia Legislativa por meio da Assembleia Social e do Instituto Memória. O patrocínio das ações em 2019 é do SICREDI, da Faculdade AJES e do Supermercado Bom Preço. O programa recebe também apoio e monitoramento do Tribunal de Contas do estado do Mato Grosso através do PDI – programa de Desenvolvimento Institucional Integrado.

A cerimônia de entrega do prêmio aconteceu na Unibes Cultural e reuniu escritores renomados como Pedro Bandeira e os teledramaturgos Rosane Svartman e Paulo Halm e o diretor artístico Luiz Henrique Rios autores da na novela Bom Sucesso, transmitida pela TV Globo. A condecoração reconhece o incentivo do hábito da leitura, através de personagens apaixonados pelo universo mágico da literatura, visto diariamente nos capítulos da novela.  

Este ano, 216 projetos de fomento à leitura, de 23 estados brasileiros e do Distrito Federal foram inscritos. Dos 216, 42 foram selecionados como finalistas e estão distribuídos em quatro categorias: Bibliotecas, Cadeia Produtiva, Mídia e Organizações Sociais Civis. Juína venceu na categoria de Bibliotecas ao lado da biblioteca estadual do Mato Grosso, Estevão de Mendonça.

Juína e seu reconhecimento Nacional

Recentemente o programa "Arte, Leitura e Cultura: uma bela mistura" foi eleito pelo Governo do estado de São Paulo como um dos 15 melhores da América Latina e apresentado na cerimônia de abertura do 11º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas, que aconteceu entre os dias 05 e 08 de agosto, em São Paulo. O mesmo programa é primeiro na lista de finalistas do Prêmio MuniCiência – Municípios Inovadores, ciclo 2019-2020, realizado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) e a União Europeia.

Em 2018, Juína recebeu da ONG RECODE do Rio de Janeiro o reconhecimento nacional por ter conquistado o segundo lugar no ranking das dez Bibliotecas brasileiras que atingiram os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU – Organização das Nações Unidas. 

Também em 2018, Juína foi reconhecida pelo extinto Ministério da Cultura e pelo Ministério da Educação através do PNLL – Plano Nacional, do Livro e Leitura, por ser o segundo município do Brasil a conquistar o PMLLLB – Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, onde destina recursos financeiros e humanos para este segmento. Até hoje, apenas o município de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, tinha um plano neste formato.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
publicidade

AMM

Administração de Peixoto de Azevedo está substituindo velhas pontes por tubos de metal

Publicado

A Secretaria Municipal de Transportes de Peixoto de Azevedo instalará mais um tubo corrugado de metal de 8 metros de comprimento por 3 metros de diâmetro. O tubo desta vez irá substituir uma ponte velha de madeira no travessão 01 da Comunidade São Luiz. Este trabalho de colocação de TUBOS CORRUGADOS está sendo expandido para várias pontes velhas de madeiras do Distrito de União do Norte.

O objetivo da administração do Prefeito Mauricio Ferreira é substituir as velhas pontes de madeiras por galerias, tubos de concreto e tubos corrugados de metal como este.

O vereador Raimundo Irael, o Sarado, acompanhou no pátio de obras os trabalhos de montagem do tubo corrugado que está sendo coordenado pelo Junior Doideira.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

AMM

CAE oferece serviço gratuito para Declaração Anual do MEI em Rondonópolis

Publicado

O Microempreendedor Individual (MEI) precisa estar atento as obrigações e responsabilidades, entre elas, a Declaração Anual do Faturamento do Simples Nacional (DASN-SIMEI), também conhecida como Declaração Anual de Faturamento. O prazo para enviar a declaração como pessoa jurídica referente ao ano anterior vai até o dia 31 de maio de 2020 e é obrigatório. Para ajudar neste processo, o Centro de Atendimento Empresarial (CAE) prestará o serviço e orientações de forma gratuita aos microempreendedores.

Os interessados podem estar procurando o CAE na Prefeitura com o CNPJ e o valor do faturamento do ano anterior, de segunda a sexta-feira das 12h às 18h. Importante frisar que os rendimentos devem estar dentro do limite anual de até R$ 81 mil.

Conforme o coordenador do CAE Jarmes de Souza Freitas, em Rondonópolis, o número de microempreendedores ultrapassa os 10 mil. “O CAE vai fazer essas declarações de forma gratuita para que o microempreendedor não precise pagar um contador. É importante destacar que é obrigatória a declaração, estando sujeito a multa e a suspensão do CNPJ caso não faça,” explicou Jarmes.

Para mais informações, o Microempreendedor Individual (MEI) pode entrar em contato com o CAE pelo telefone (66) 3411-3516.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana