ESPORTES

Treze e Botafogo-PB avançam às semifinais do Campeonato Paraibano

Publicados

em


.

 Treze e Botafogo-PB conquistaram as duas últimas vagas para as semifinais do Campeonato Paraibano, no Grupo A. Na décima e última rodada da fase de grupos,a noite de ontem(28) o Treze levou a melhor no Clássico dos Maiorais ao derrotar o Campinense por 1 a 0, no Amigão, em Campina Grande. Já o Belo avançou de fase com uma vitória contra o CSP, por 1 a 0, no Almeidão, em João Pessoa.  Mesmo antes da rodada desta quinta, Campinense e Sousa já estavam praticamente classificados. 

Após a partida, o zagueiro Nilson Júnior, autor do gol que garantiu a classificação do Galo da Borborema, comemorou ao ser entrevistado pela tevê do clube..

 

Os jogos de ida das semifinais vão acontecer na próxima sexta-feira (31). O Botafogo-PB (segundo do Grupo A) vai receber o Treze (primeiro do Grupo A), no Almeidão, em João Pessoa. No outro lado da chave, o Campinense (primeiro do Grupo B) visita o Sousa (segundo do Grupo B), no Marizão, em Campina Grande. A Federação Paraibana de Futebol (FPF) ainda não definiu os horários dos confrontos. Mas, os jogos de volta já têm data para acontecer, ocorrerão no dia 4 de agosto.

Sousa e Atlético-PB também entraram em campo nesta quinta. No apito final a frustração tomou conta do torcedor do Atlético-PB. O Trovão Azul iniciou a rodada na primeira colocação, mas como apenas empatou por 1 a 1 com o Sousa, acabou caindo para a terceira colocação, dando adeus ao título do Paraibano.

Rebaixamento

Na parte debaixo da tabela, no Grupo B, o Nacional de Patos venceu o Perilima de 1 a 0, no Presidente Vargas, em Campina Grande, e empurrou o CSP, que terminou na lanterna, para a segunda divisão do Estadual. No Grupo B, o Sport-PB já havia sido rebaixado antecipadamente. Além disso, encerrou a participação de forma melancólica, sofreu uma goleada de 5 a 0 contra o São Paulo Crystal, no Carneirão, em Cruz do Espírito Santo.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Jorge Jesus chega ao Benfica pedindo união

Publicados

em


.

A segunda (3) foi de apresentações. Enquanto o Flamengo apresentava o espanhol Domènec Torrent como novo treinador, do outro lado do Atlântico, em Lisboa, o Benfica fazia o mesmo com Jorge Jesus. No primeiro discurso como comandante dos Encarnados, o Mister rogou por união, falou com carinho do antigo clube e esquivou-se do papel de salvador da pátria.

“Vim para o Benfica porque acredito em um projeto, porque acredito que essa nação tem todas as condições de fazer o Benfica grande, recuperar o prestígio internacional que teve durante muitos anos”, explicou o português de 66 anos, enfatizando que assinou contrato por dois anos, negando que tenha voltado à terra natal para se aposentar ou ganhar mais dinheiro.

“Para sair de onde saí, onde me amavam, me adoravam, tinha que ser convencido por algo que me trouxesse um desafio diferente. E foi isso, o presidente [do Benfica] foi ao Brasil para me convencer que esse era o projeto certo, ambicioso, para eu continuar em Portugal”, declarou Jesus sobre a participação do dirigente Luis Felipe Vieira em fazê-lo deixar o Flamengo, sem deixar de agradecer o amor e a amizade que a torcida rubro-negra dedicou a ele.

O Mister já comandou os Águias em dois períodos anteriores: entre 2009 e 2010, e entre 2014 e 2015. Neste período conquistou 10 títulos. Porém, mesmo com retrospecto tão positivo, parte da torcida não simpatiza com Jesus, que é um torcedor declarado do rival Sporting. “O que prometo é que vou trabalhar para dar alegrias aos torcedores. E é nisso que acredito, o que posso dizer é que tenho que convencer os torcedores do Benfica. Quando cheguei do outro lado do Atlântico ninguém acreditava em mim. E não eram sete milhões, eram 50 milhões. E quando saí de lá, choraram por mim”.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA