Momento Destaque

Frigorífico Marfrig unidade de Várzea Grande MT confirma morte de funcionário, nesta quarta(20) com suspeita de coronavírus

Publicado

A Marfrig, unidade de Várzea Grande MT, confirmou nesta quarta-feira(20) o falecimento de um dos seus  funcionários por insuficiência respiratória, considerado o principal sintoma da Covid-19. Um exame foi feito para verificar se ele estava ou não contaminado com a Covid-19.

No início da semana, a Marfrig informou que 14 funcionários testaram positivo para a doença e foram colocados em isolamento social. Outros trabalhadores, que tiveram contato com essas pessoas infectadas, também estão em quarentena.

O trabalhador que morreu não estaria nessas listas. Até o momento, a cidade de Várzea Grande MT tem 4 óbitos pelo novo coronavírus.

CONTRATAÇÕES

Em meio às contaminações de funcionários, a Marfrig abriu nesta semana processo de contratação de cerca de 600 trabalhadores.

As vagas disponíveis são para: magarefe, técnico de enfermagem do trabalho, operador de máquinas, analista de faturamento, operador de empilhadeira, balanceiro, analista de transportes, faqueiro, operador de ETA (Estação de Tratamento de Afluentes), operador de ETE (Estação de Tratamento de Efluentes), serrador, eviscerador, atordoador, líder operacional, estoquista, assistente de controle de qualidade, lombador, refilador, líder de manutenção, técnico de manutenção e operador de sala de máquinas.

Para se candidatar, basta se cadastrar no site da empresa www.marfrig.com.br, ou por meio do e-mail [email protected] e WhatsApp: (61) 99860-9635. Para garantir a saúde e segurança dos colaboradores e candidatos em meio à pandemia provocada pelo novo coronavírus, a Marfrig segue rigorosamente todas as regras e procedimentos estabelecidos pelos órgãos competentes.

NOTA

A Marfrig informa o falecimento de um colaborador que atuava na unidade de Várzea Grande, no estado de Mato Grosso. O colaborador veio a óbito em função de insuficiência respiratória devido uma pneumonia. Segundo o relatório médico, não há como atribuir a causa da morte por Coronavírus. A empresa lamenta profundamente o fato, vem tomando todas as providências no sentido de auxiliar os familiares.

 

Otavio Ventureli(com assessoria

Comentários Facebook
publicidade

Momento Destaque

Sob forte comoção multidão acompanha sepultamento de Pastor da Assembleia de Deus no cemitério Parque Bom Jesus em Cuiabá

Publicado

O sepultamento do corpo do pastor-presidente da Assembleia de Deus em Mato Grosso, Sebastião Rodrigues de Souza, de 89 anos, que morreu na manhã desta quarta-feira(08) vítima do coronavírus, ocorreu as 16 horas de hoje.

O último adeus foi marcado de muita emoção, leitura da bíblia, presença da banda da Polícia Militar e autoridades como o ex-governador Júlio Campos.

O cortejo do pastor começou por volta das 16h, com saída do Hospital Femina, onde ele estava internado. Depois, passou pelo Grande Templo, na avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA) e seguiu ao Cemitério Parque Bom Jesus, onde houve uma cerimônia fúnebre até às 18h, com grande quantidade de pessoas.

O enterro foi transmitido ao vivo na página do Facebook do pastor para milhares de pessoas. Além de um longo discurso, houve a leitura da nota de pesar do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), que se trata da primeira manifestação para uma pessoa vítima do coronavírus no Brasil.

“No Salmo 116:15 lemos que “Preciosa é à vista do SENHOR a morte dos seus santos.” Hoje mais uma vez isto ocorreu com a partida para o Senhor do saudoso pastor Sebastião Rodrigues da Igreja Assembléia de Deus! A terra perde valoroso obreiro, mas o Senhor abraça um filho que venceu! Meus sinceros sentimentos a toda comunidade cristã e à família do querido pastor Sebastião! Oremos pelo conforto do Senhor na vida dos familiares!”, disse Bolsonaro.

 

Otavio Ventureli(com olhardireto.)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Destaque

Presidência do CRM MT vai solicitar a sua assessoria jurídica para avaliar acusações do secretário municipal de saúde de Cuiabá

Publicado

A assessoria de imprensa do Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso(CRM) se manifestou na tarde desta quarta-feira(08), sobre uma matéria veiculada no site momentomt, segundo a qual a Presidente do CRM, Dra. Hildente Monteiro, teria afirmado que irá processar o Secretário Municipal de Saúde de Cuiabá, Antonio Possas de Carvalho, por ter afirmado em entrevista à Imprensa que “os médicos estão se acovardando diante dos atendimentos a pacientes infectados pelo coronavírus”.

Segundo a Assessoria do CRM MT, o que houve na matéria publicada foi um equívoco e enviou um pedido para que houvesse uma retificação por parte de nossa redação.

Segundo ainda a Assessoria de Imprensa da Conselho, o que a Dra. Hildente Monteiro disse, numa live, é que iria solicitar ao Jurídico  para avaliar a situação e que, se o Secretário do municipio tem provas do que disse sobre os atestados dos médicos, principalmente daqueles profissionais inseridos no chamado “grupo de risco”, que envie para apreciação do CRM

Sendo assim, o site momentomt, considera que, em nenhum momento, teve a intenção de desvirtuar o referido assunto veiculado na matéria já publicada e que fala sobre a possibilidade de o CRM processar o Secretário e, muito menos, causar mal estar entre as partes envolvidas no conteúdo. Expressamos aqui, as nossas desculpas por eventuais transtornos causados, tanto ao Secretário, quanto ao Coselho.

Otavio Ventureli(da redação do momentomt.)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana