Momento Pet

Gatos podem transmitir doenças para mulheres gestantes? Veterinária responde

Publicado

 

Quando uma mulher dona de gato engravida, algumas preocupações vêm à tona. Preparar o bichano para a chegada do bebê está entre as legítimas, mas doar o animal porque muitos dizem que ele representa perigo por poder transmitir doenças não é necessário – já que isso é um mito. 

A principal doença citada pelas pessoas que alertam sobre o "perigo" é a toxoplasmose, infecção causada pelo parasita Toxoplasma gondii . A veterinária Luana Sartori, especialista da Nutrire, explica porque elas não devem ser uma preocupação para mulheres gestantes

 

gato cheirando barriga de grávida

Shuttersock

Mulheres gestantes podem conviver com gatos

“De acordo com o Centro de Controle de Zoonoses, é mais fácil ser infectado pela ingestão de carnes cruas, semi cruas ou alimentos e água contaminados", explica Luana. A veterinária ainda acrescenta que os gatos se infectam apenas se comerem ratos, passarinhos ou outros que estejam contaminados, ou seja, os felinos que não têm acesso à rua não correm riscos. 

Quando contaminados os gatos podem sim transmitir a doença, mas para isso a gestante precisaria ingerir as fezes dele. "O oocisto, uma espécie de cápsula, só se abre e pode causar contágio depois de alguns dias, ou seja, quem limpa diariamente a caixinha de areia do seu pet, geralmente, está livre do problema”, explica a especialista. 

Dessa forma, levando o gato ao veterinário e mantendo-o saudável, as mulheres gestantes podem continuar convivendo com eles. Sem contar que os bichanos costumam se dar muito bem com os bebês, respeitar o espaço deles e até protegê-los. 

 

Fonte: IG PET

Comentários Facebook
publicidade

Momento Pet

Vídeo de cãozinho tomando banho é a coisa mais fofa que você vai ver hoje

Publicado


source

Se você está tendo um dia ruim, com certeza isso irá mudar após assistir a esse vídeo. A hora do banho de um cãozinho viralizou na internet, arrancando milhares de suspiros e é a coisa mais fofa que você vai assistir hoje. 

No vídeo, a tutora do cão conta que gosta de fazer do momento do banho uma coisa gostosa para o animal. Ela o trata com carinho, dá frutinhas enquanto limpa ele e, depois, seca o cãozinho fazendo massagens. O bichinho parece adorar cada minuto de carinho que recebe.

Cachorro tomando banho na banheira
Reprodução/ Twitter

Vídeo de cãozinho tomando banho é a coisa mais fofa que você vai ver hoje

Com mais de 5 milhões de visualizações, o vídeo foi repercutido no Twitter e vem de uma conta no Tiktok de dois cãozinhos irmãos que publicam diariamente vídeos fofos da sua rotina. Lá, eles tem mais de 100 mil seguidores e milhões de visualizações. Veja:

@the_blueboys

Dey fink I’m dangewous? ?? ##Staffy ##pitbull ##dogsoftiktok ##animalsoftiktok ##tiktokdogs ##doggo ##cute

♬ original sound – painfulscrotum



@the_blueboys

Hope u like your surprise ♥️ ##foryou ##staffy ##dogsoftiktok ##doggo ##cute

♬ original sound – heidisawyerx

@the_blueboys

I wrote u a song hope u like it makes absolutely no sense cool xxx ##animalsoftiktok ##dogsoftiktok ##fyp ##trending ##staffy

♬ Cannibal – Ke$ha


Fonte: IG PET

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Pet

Gato mais velho do mundo morre aos 31 anos de idade

Publicado


source
Gato Rubble
Reprodução/Twitter

Gato vivia com sua dona, Michele Heritage, na Inglaterra.

O gato Rubble, conhecido por ser o felino mais velho do mundo, morreu na última sexta-feira (3) aos 31 anos. A idade do felino equivalia a 150 anos humanos.

Rubble vivia com sua dona, Michele Heritage na Inglaterra. Ela recebeu o gato como presente de aniversário quando completou 20 anos de idade. Desde então, Michele e Rubble eram companheiros inseparáveis.

Em entrevista ao jornal britânico Mirror, Michele disse que o felino morreu pouco antes de completar 32 anos de idade. Segundo ela, atingir a marca seria “um feito fantástico”. A dona de Rubble também disse que acredita que seu gato viveu tanto por ele ter sido tratado como uma criança.

“Eu sempre tratei ele como uma criança”, disse Michele, que completou dizendo que teve um outro gato chamado Meg, que viveu por 25 anos.

Por fim, Michele também disse que Rubble era um gato com vários hábitos e que quando ela e seu marido perceberam que ele havia parado de comer sua comida, eles sabiam que algo estava errado. 

Fonte: IG PET

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana