Momento Tecnologia

Google Assistente ganha recursos para ajudar pessoas com deficiência; conheça

Publicado


source

Olhar Digital

Google
Unsplash/Mitchell Luo

Google lança novos recursos para pessoas com deficiência


O Google anunciou algumas atualizações nos recursos de acessibilidade do Android para o Dia Mundial da Conscientização sobre a Acessibilidade, que acontece toda terceira quinta-feira do mês de maio. A data tem o objetivo de aumentar a conscientização a respeito da acessibilidade das pessoas com deficiência.

O principal anúncio é o lançamento público dos Action Blocks, que permitem criar botões grandes e personalizados para ações complexas, como tocar música ou fazer uma ligação – tarefas difíceis para alguém com deficiência cognitiva. Novos recursos também foram adicionados ao Live Transcribe, suporte Bluetooth ao Sound Amplify e melhores opções de navegação ao Voice Access.

Leia também: Por mais acessibilidade: quando a tecnologia se torna pernas, olhos e ouvidos

Todos esses recursos podem ser extremamente importantes para pessoas com deficiência, além de serem úteis para todos os usuários. Os Action Blocks, por exemplo, podem ajudar a configurar pequenas ações do Google Assistente para automatizar coisas comuns que seriam feitas com a voz, como pedir para desligar as luzes da casa.

Após instalar o Action Blocks, você pode configurá-lo escolhendo uma lista de ações predefinidas ou digitando por conta própria. Isso também pode ser feito por voz, com o Google Assistente. Depois de configurado e testado, você pode salvar o botão na tela inicial.

O app permite colocar sua própria foto personalizada no botão, afinal o objetivo é ajudar pessoas com deficiências cognitivas a realizar tarefas em seus telefones. Portanto, definir uma foto grande de um membro da família para fazer uma chamada de vídeo é essencial.

Leia também: Cabify lança versão do aplicativo acessível para deficientes visuais

O Live Transcribe é um dos recursos mais úteis criados pelo Google. Ele faz exatamente o que o nome diz: transcreve automaticamente um discurso para texto – inclusive em mais de um idioma. A novidade é que agora é possível definir palavras específicas que o mecanismo pode não reconhecer, como um nome difícil ou um termo técnico. Basta digitar a palavra nas configurações do Live Transcribe; não é necessário falar em voz alta.

O app já oferecia a possibilidade de salvar transcrições localmente, mas agora o Google permite a pesquisa por palavras-chave. A empresa observa que, apesar do recurso de pesquisa, os dados não são baseados nos servidores do Google, e sim no próprio celular. As transcrições são enviadas para a nuvem apenas para serem processadas, mas não são salvas lá.

Por fim, o Live Transcribe permitirá que o usuário defina seu nome como uma palavra-chave que vibrará o telefone. Isso pode ajudar pessoas com deficiência auditiva a identificar quando alguém quer falar com elas.

Leia também: Google Maps lança opção de rotas com acessibilidade para cadeirantes

A amplificação de som do Android permite usar o telefone para amplificar e esclarecer o áudio. Não substitui um aparelho auditivo, mas é útil. Antes ele funcionava apenas com fones de ouvido com fio, agora ele passa a suportar fones Bluetooth.

Por último, o Google Maps no Android e no iOS dará aos usuários a opção de mostrar o acesso de cadeira de rodas imediatamente quando pesquisarem, sem precisar acessar os detalhes do local. Os mapas mostram também vários tipos de acesso, incluindo o próprio edifício, banheiros, áreas de estacionamento e áreas de estar.

Comentários Facebook
publicidade

Momento Tecnologia

Aplicativo de atividades físicas reverte lucro para combate à pandemia

Publicado


source
aplicativo
Unsplash/Jonathan Borba

Aplicativo ajuda nos treinos em casa


Durante o período de isolamento social imposto pela pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), muitas pessoas passaram a fazer atividades físicas dentro de casa, e os aplicativos se tornaram grandes aliados. Uma novidade no setor é o  YUp !, app desenvolvido em apenas duas semanas que une práticas esportivas e filantropia. 

O aplicativo oferece aulas online , que são vendidas a R$1,30. O valor é revertido em parte para academias e instrutores físicos parceiros da plataforma, e emparte para movimentos que estão ajudando no combate à Covid-19

Leia também: Em forma na quarentena: os 6 melhores aplicativos para treinar sem sair de casa

O YUp! conta com aulas de diversas modalidades, como crossfit, yoga, pilates, artes marciais e musculação. São mais de 350 videoaulas, e os criadores do aplicativo já se planejam para a realização de lives

O objetivo é que o aplicativo continue funcionando mesmo depois da pandemia. “Obviamente muitas pessoas voltarão às academias, mas outras vão preferir treinar na hora e no local que desejarem, sem a necessidade de deslocamento. E o YUp! será um grande aliado”, explica Fábio de Lucca, gestor de expansão do aplicativo, que está disponível para Android e iOS .

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Tecnologia

Quanto vai custar o PlayStation 5? Segundo CEO da marca, console não será barato

Publicado


source
PlayStation
Reprodução

Controle DualSense do PlayStation 5


Algumas informações sobre o PlayStation 5 já foram divulgadas pela Sony . Mas o preço do console, uma das maiores curiosidade dos jogadores, segue desconhecido. Em entrevista ao site Games Industry, o CEO da divisão PlayStation na Sony, Jim Ryan, afirmou que o PS5 não pretende ser o console mais barato do mercado. 

Ryan disse que a empresa está pensando na recessão econômica que a pandemia de Covid-19 pode causar no mundo para decidir o preço do PS5. Para ele, porém, isso não significa que o console terá um preço mais baixo. “Acho que a melhor maneira de lidar com isso é fornecendo a melhor proposta de valor possível. Eu não quero dizer necessariamente o preço mais baixo”, afirmou. 

Leia também: Sony confirma evento para divulgar detalhes do PlayStation 5; veja como assistir

Para ele, uma proposta de valor melhor leva diversos fatores em consideração. “Na nossa área, isso significa jogos, número, profundidade, amplitude, qualidade e preço dos jogos. Tudo isso e como esses itens se valem do conjunto de recursos da plataforma”, argumentou.

Enquanto não se sabe o preço do PlayStation 5especialistas avaliam que o console concorrente, o Xbox Series X , deve ser mais barato. Isso porque a Microsoft estaria esperando a Sony divulgar o preço para, então, cobri-lo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana