Momento Destaque

Gráfico: O profissional por trás dos avanços da informação visual

Publicado

Comemora-se no dia 07 de fevereiro o dia do gráfico e a equipe de reportagem da TV Conquista e do portal Momentomt não podia deixar em branco.

A data foi escolhida em homenagem  para esses trabalhadores por marcar a greve dos gráficos realizada em São Paulo, no ano de 1923, quando os gráficos reivindicaram melhores condições salariais e de trabalho.

A HISTÓRIA

Tudo começou com Johannes Guntenberg, considerado o pai  da impressão gráfica, que criou um tipo de dispositivo técnico capaz de reproduzir palavras, frases, textos ou mesmo livros inteiros através de caracteres ou tipos móveis na década de 1430,

Este dispositivo aperfeiçoou as técnicas de impressão em moldes ainda desconhecidos, um feito revolucionário para a época onde era necessário um escriba (aquele que na antiguidade dominava a escrita e possuía grande destaque social), e os custos de uma unidade era muito alto, fazendo com que a leitura fosse apenas um privilégio da elite.

Podemos dizer que o trabalho do profissional gráfico não se restringe somente a impressão de cartazes, livros, folders, flyers e panfletos. Este profissional tem um serie de  funções graças aos avanços da revolução da informação que  proporcionou o  surgimento de novos meios de transmissão da informação, com a criação das artes digitais gráficas e outros, fazendo-se surgir profissionais como o arte-finalista, o designer gráfico.  Há, dessa forma, uma série de profissionais gráficos que atuam nas etapas de pré-impressão, impressão e acabamento.

Para conhecermos melhor o trabalho dos profissionais gráficos e a importância que esses especialistas possuem na sociedade, fomos conhecer a Gráfica Rio Verde para mostrar um pouquinho da rotina e do cotidiano desse profissional que é de suma importância na comunicação.

A gráfica iniciou suas atividades no ano de 1987, e desde então vem se aprimorando cada vez mais para atender e oferecer qualidade e inovação aos seus clientes.  A gráfica iniciou com sistema  tipográfico que consiste num processo de transferência de tinta ao papel.

O proprietário João Matos, explica que atualmente a rotina da gráfica é bem diferente de quando começou a 32 anos atrás. “Eu era vendedor na região e vi potencial de crescimento na cidade, hoje buscamos investir na era digital e de comunicação visual.”

O profissional gráfico José Carlos,  trabalha na área a mais de 35 anos e explica que antigamente o serviço era bem limitado, “Naquela época usávamos o sistema  tipográfico que consiste num processo de transferência de tinta ao papel.”

 

Atualmente a Gráfica Rio verde conta com uma equipe qualificada na área de atendimento, vendas, arte gráfica e impressão. “Nossa família e  equipe parabeniza todos os profissionais gráficos. Estamos ai para produzir e levar coisas bonitas para a cidade”. finaliza Matos.

 

Confira a matéria completa:

 

Fotos: Arquivo pessoal e internet

 

Comentários Facebook
publicidade

Momento Destaque

Número de casos suspeitos de Coronavírus aumenta em MT segundo a Secretaria de Saúde. Passa de 385 para 556

Publicado

O número de casos suspeitos de coronavírus chegou a 556 em Mato Grosso, nesta sexta-feira (27), conforme anúncio da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

O número de casos confirmados, no entanto, permanece o mesmo da quinta (26), 11 casos, sendo 8 em Cuiabá, dois em Várzea Grande e um em Nova Monte Verde. Os pacientes têm idade entre 26 a 50 e apenas um, de 45 anos, está internado.

“Cresce de forma bastante significativa o número de casos suspeitos. Tínhamos informados aos senhores no último boletim que os municípios que iam classificar os casos suspeitos, por isso já começa a avolumar o número de casos suspeitos”, disse o secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo(foto), em coletiva de imprensa virtual.

De acordo com a Nota Informativa divulgada pela secretaria, 18 pacientes com suspeita da doença em Cuiabá estão internados em leito de enfermaria e 10 em Unidade de Terapia Intensiva.

No município de Sorriso, 6 suspeitos estão em enfermaria e 1 na UTI. Em Tangará da Serra são 4 suspeitos em enfermaria e 1 na UTI. Em Barra do Garças dois pacientes com suspeita de COVID-19 estão internados em leito de enfermaria.

Ao todo, são 42 pacientes com suspeita da doença internados em 4 municípios. Gilberto informou que neste sábado (28) o Estado deve tomar conhecimento dos resultados feitos nos 12 pacientes internados na UTI.

 

Otavio Ventureli(com Assessoria)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Destaque

Propostas de suspensão de cobrança de pedágios em rodovias do País em virtude do Coronavírus não agradam setores do transporte

Publicado

Entidades representativas do setor de transportes e infraestrutura reagiram nesta sexta-feira, 27, as propostas que buscam suspender a cobrança de pedágio nas rodovias brasileiras enquanto durar o período de enfrentamento ao novo coronavírus. Já há pelo menos três projetos no Congresso sobre o tema.

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) foi uma que veio a público para repudiar a ideia. Segundo a entidade, a isenção do pagamento não beneficiaria as empresas do setor, já que o valor cobrado pelo pedágio é repassado ao usuário. “Quem cumpre a lei não quer que as cancelas sejam levantadas”, disse o presidente da CNT, Vander Costa, em nota.

Uma posição também enfática veio da Associação Brasileira de Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib). Em documento, a entidade chama medidas como a liberação de pedágios de “atípicas e oportunistas”.

A CNT observa ainda que a regra da cobrança de pedágio no Brasil é fruto de licitações para a construção e manutenção das rodovias. “Suspender cancelas seria quebrar contratos”, afirmou.

Segundo a confederação, a medida seria prejudicial tanto a quem “cumpre a lei” e repassa o custo do pedágio ao cliente, quanto para aqueles que acabam arcando com esse custo.

“Para os primeiros, a isenção temporária será prejudicial, pois retira receita e gera custos de alteração dos sistemas de cobrança. Já para os que não cumprem a legislação e não repassam o valor do tributo para o preço, a medida seria ainda mais danosa, uma vez que a falta de repasse e a consequente fragilidade comercial, aliadas à isenção, acarretariam mais achatamento do valor do frete pago”, afirma a CNT.

 

Otavio Ventureli(com Estadão)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana