Momento +

Grupo de Escoteiros ‘Calango’ comemora 10 anos

Publicado

O grupo de escoteiros Calango, de Lucas do Rio Verde, completou uma década de existência no último dia 31 de outubro, cumprindo com muita perseverança desde 2009 seu papel de educação ambiental e social. Com 120 membros registrados e mais de 400 envolvidos diretamente e indiretamente, o grupo sediado no Quiosque dos Burutis (sede em 2009) pleiteia uma sede.

Em solenidade na Câmara Municipal de Vereadores de Lucas do Rio Verde na noite deste sábado (9), os fundadores do grupo ‘Calango’ foram homenageados, assim como outras figuras importantes dentro da primeira década. A criação e fundação do grupo foi descrita e narrada de maneira emocionante e empolgante através de uma linda peça de teatro.

Uma década, um objetivo e sonho: a sede própria. “Nós queremos muito um espaço que possamos chamar de nosso”, afirma Geovana, a chefe do grupo de escoteiros pioneiro em Lucas do Rio Verde. “Estamos trabalhando com a administração municipal, fazendo eventos, participando de tudo que podemos participar para garantir fundos.”, complementa.

Em 2020, Lucas do Rio Verde recebe um grande evento da Alcatéia, o Acampamento Regional de Lobinhos (ARL), sendo os lobinhos crianças de seis anos e meio a dez. Com edições em Cuiabá e Nova Mutum, é a vez do Calango e Lucas recepcionarem as crianças no ano que vem. Os preparativos para o ARL já são pautados pelo Grupo de Escoteiros Calango.

Comentários Facebook
publicidade

Momento +

Secretaria de Fazenda de MT anuncia para esta sexta-feira(10) pagamento de salários de servidores públicos do Estado de Mato Grosso

Publicado

Governo de Mato Grosso pagará nesta sexta-feira (10) os salários do mês de junho dos servidores públicos ativos, inativos e pensionistas, cumprindo o calendário estabelecido em janeiro deste ano.

A folha de pagamento líquida no mês de junho, segundo a Secretaria Adjunta do Tesouro Estadual, vinculada à Secretaria de Fazenda, foi de R$ 483.071.954,80. Desse montante R$ 300.622.523,40 destinam-se ao pagamento dos servidores ativos e R$ 182.449.431,40 para inativos e pensionistas.

Receberão salários e proventos 105.715 pessoas, sendo 65.376 servidores ativos; 35.941 inativos e mais 4.398 pensionistas.

Com o pagamento desta semana e de 40% do 13º salário dos servidores efetivos, inativos, aposentados e pensionistas, feito no dia 30 de junho passado, o governo está injetando mais de 700 milhões na economia estadual.

“Apesar da pandemia da Covid-19, a economia mato-grossense tem conseguido uma certa estabilidade e com isso estamos conseguindo honrar os compromissos assumido com os servidores e também com os fornecedores do Estado. Junte-se à esta relativa estabilidade, o equilíbrio nas contas públicas graças às medidas adotadas pelo governador Mauro Mendes, logo no início de sua gestão, de 2019”, destaca o secretário Rogério Gallo.

As ordens de pagamento foram encaminhadas ao Banco do Brasil nesta quinta-feira (09.07). A Secretaria Adjunta do Tesouro Estadual prevê que até o meio dia desta sexta -feira, todos os depósitos já terão sido processados pelo Banco. Os valores estarão liberados tanto para quem tem contas no Banco do Brasil, como para aqueles que fizeram portabilidade a outros bancos.

 

Otavio Ventureli(com ascom)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento +

Justiça suspende concurso publico e nomeações já efetivadas por Prefeitura de MT em função de irregularidades constatadas pelo MPE

Publicado

Está suspenso, por determinação judicial, o concurso público nº 001/2020 realizado pelo município de Porto Esperidião(foto), no Estado de Mato Grosso.

A decisão também abrange as nomeações já efetivadas. A liminar foi concedida em ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso após constatação de várias irregularidades no certame.

Segundo o MPMT, mesmo após notificação recomendatória para não homologação do concurso, em razão das fraudes verificadas, o Município optou por dar continuidade ao certame, tendo inclusive efetivado algumas nomeações.

Entre as irregularidades apontadas na ação estão a constatação de malote de provas sem lacre, indicando que abertura ocorreu antes da aplicação do exame; diversas falhas nas atas de ocorrências das provas; e candidatos aprovados no concurso com gabaritos corrigidos de forma errônea.

Consta na ação, que a filha do prefeito de Porto Esperidião foi classificada no referido concurso para o cargo de professora e que por isso o prefeito estaria resistindo em promover a anulação do certame. “Neste sentido, não restou outra alternativa senão procurar o Poder Judiciário visando a suspensão/anulação/cancelamento do concurso público nº 001/2020”, destacou a promotora de Justiça Natália Guimarães Ferreira.

A ação foi proposta contra o Município e também contra seis candidatos nomeados em razão da aprovação. O descumprimento da liminar sujeitará o município ao pagamento de multa diária no valor de R$ 10 mil.

 

Otavio Ventureli(com assessorias)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana