Momento +

Infectado pelo coronavírus em pelo menos dois eventos Governador Mauro Mendes não cumpriu regra de se manter a 1,5 metro de distância

Publicado

Em pelo menos dois eventos, nesta semana, o governador Mauro Mendes(foto) não cumpriu a regra de se manter ao menos 1,5 metro de distância.

No dia 1º, durante o lançamento da retomada da obra da Escola Técnica Federal, havia dezenas de convidados, entre deputados, técnicos, secretários e assessores, além de dezenas de jornalistas.

No dia seguinte, terça-feira (2), o governador voltou a fazer evento com aglomeração, durante a entrega de ambulâncias. Apesar de considerado necessário, o ato poderia ter sido realizado de forma online reunindo poucas e até mesmo sem a presença física do governador.

O evento também contou com a presença de vários deputados estaduais, secretários de Estado, assessores e mais uma vez dezenas de profissionais da imprensa, que cumpre ao seu papel ao atender um ato de cobertura deste porte.

 

Otavio Ventureli(com assessoria)

Comentários Facebook
publicidade

Momento +

Secretaria de Fazenda de MT anuncia para esta sexta-feira(10) pagamento de salários de servidores públicos do Estado de Mato Grosso

Publicado

Governo de Mato Grosso pagará nesta sexta-feira (10) os salários do mês de junho dos servidores públicos ativos, inativos e pensionistas, cumprindo o calendário estabelecido em janeiro deste ano.

A folha de pagamento líquida no mês de junho, segundo a Secretaria Adjunta do Tesouro Estadual, vinculada à Secretaria de Fazenda, foi de R$ 483.071.954,80. Desse montante R$ 300.622.523,40 destinam-se ao pagamento dos servidores ativos e R$ 182.449.431,40 para inativos e pensionistas.

Receberão salários e proventos 105.715 pessoas, sendo 65.376 servidores ativos; 35.941 inativos e mais 4.398 pensionistas.

Com o pagamento desta semana e de 40% do 13º salário dos servidores efetivos, inativos, aposentados e pensionistas, feito no dia 30 de junho passado, o governo está injetando mais de 700 milhões na economia estadual.

“Apesar da pandemia da Covid-19, a economia mato-grossense tem conseguido uma certa estabilidade e com isso estamos conseguindo honrar os compromissos assumido com os servidores e também com os fornecedores do Estado. Junte-se à esta relativa estabilidade, o equilíbrio nas contas públicas graças às medidas adotadas pelo governador Mauro Mendes, logo no início de sua gestão, de 2019”, destaca o secretário Rogério Gallo.

As ordens de pagamento foram encaminhadas ao Banco do Brasil nesta quinta-feira (09.07). A Secretaria Adjunta do Tesouro Estadual prevê que até o meio dia desta sexta -feira, todos os depósitos já terão sido processados pelo Banco. Os valores estarão liberados tanto para quem tem contas no Banco do Brasil, como para aqueles que fizeram portabilidade a outros bancos.

 

Otavio Ventureli(com ascom)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento +

Justiça suspende concurso publico e nomeações já efetivadas por Prefeitura de MT em função de irregularidades constatadas pelo MPE

Publicado

Está suspenso, por determinação judicial, o concurso público nº 001/2020 realizado pelo município de Porto Esperidião(foto), no Estado de Mato Grosso.

A decisão também abrange as nomeações já efetivadas. A liminar foi concedida em ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso após constatação de várias irregularidades no certame.

Segundo o MPMT, mesmo após notificação recomendatória para não homologação do concurso, em razão das fraudes verificadas, o Município optou por dar continuidade ao certame, tendo inclusive efetivado algumas nomeações.

Entre as irregularidades apontadas na ação estão a constatação de malote de provas sem lacre, indicando que abertura ocorreu antes da aplicação do exame; diversas falhas nas atas de ocorrências das provas; e candidatos aprovados no concurso com gabaritos corrigidos de forma errônea.

Consta na ação, que a filha do prefeito de Porto Esperidião foi classificada no referido concurso para o cargo de professora e que por isso o prefeito estaria resistindo em promover a anulação do certame. “Neste sentido, não restou outra alternativa senão procurar o Poder Judiciário visando a suspensão/anulação/cancelamento do concurso público nº 001/2020”, destacou a promotora de Justiça Natália Guimarães Ferreira.

A ação foi proposta contra o Município e também contra seis candidatos nomeados em razão da aprovação. O descumprimento da liminar sujeitará o município ao pagamento de multa diária no valor de R$ 10 mil.

 

Otavio Ventureli(com assessorias)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana