Internacional

Adolescente morre depois de fazer o “desafio do antialérgico” no TikTok

Publicados

em


source
tiktok
Reprodução

Novo desafio coloca jovens em risco


Uma menina, de 15 anos, morreu nos Estados Unidos após sofrer uma overdose durante um novo desafio da internet , que envolve a ingestão de remédios antialérgicos. A proposta incentiva os jovens a tomarem o máximo de  medicamentos para alergia que puderem. O objetivo é que eles registrem os efeitos causados – como tontura e alucinações – para que sejam postados no TikTok .


Na semana passada, as autoridades de Oklahoma City disseram que a jovem – que não teve a identidade divulgada – foi descrita como uma pessoa “feliz” e que não era conhecida por experimentar drogas , informou o canal local KFOR-TV.

“A dose que pode causar uma alucinação está muito próxima da dose que pode causar algo potencialmente fatal “, disse Scott Schaeffer, diretor do Centro de Informações sobre Venenos e Drogas de Oklahoma. Os sintomas de uma overdose desse tipo incluem: visão turva, delírio, depressão, alucinações, convulsões, sonolência e vômitos.

Leia Também:  Autor do ataque que deixou quatro feridos em Paris tem 18 anos

No início deste ano, três adolescentes de Fort Worth, Texas, foram levados às pressas para o hospital após tentarem o mesmo desafio . Um deles, uma garota de 14 anos, chamada Rebekah, tomou 14 comprimidos. “Foi assustador. Ela falava frases desconexas, tinha alucinações e uma frequência cardíaca muito rápida”, contou a mãe da menina à época.

Felizmente, no dia seguinte, Rebekah se recuperou e teve permissão para voltar para casa. “O que me impressionou foi que os três adolescentes vieram ao hospital pelo mesmo motivo em menos de uma semana”, disse a enfermeira Amber Jewison. “Nenhum desses pacientes estava tentando se machucar. Todos disseram que viram vídeos no TikTok e estavam curiosos para reproduzí-los.”

Um porta-voz do TikTok afirmou ao site MailOnline que a rede social estava ciente do perigoso desafio desde maio e que “removeu rapidamente a pequena quantidade de conteúdo relacionada a ele”. Desde então, acrescentou o porta-voz, “o TikTok está ‘de olho’ em novos conteúdos em torno do desafio, removendo, rapidamente,  qualquer um que apareça.”

Leia Também:  França quer que contribuições para acolher migrante sejam obrigatórias

Um representante da Johnson & Johnson, empresa que comercializa a marca Benadryl , remédio usado no desafio, disse que “a saúde e a segurança das pessoas que usam nossos produtos é nossa maior prioridade. A tendência do Benadryl no TikTok é extremamente preocupante, perigosa e deve ser interrompida imediatament. O abuso ou uso indevido pode levar a efeitos colaterais sérios com consequências potencialmente duradouras, e tais produtos devem ser usados ​​apenas conforme indicado no rótulo.”

A gigante farmacêutica complementa a declaração dizendo que está ” trabalhando com o TikTok e nossos parceiros para fazer o que pudermos para impedir essa tendência perigosa, incluindo a remoção de conteúdo em plataformas sociais que mostram esse comportamento.”

Fonte: IG Mundo

Propaganda

Internacional

Jovem tem cabeça deformada após ser atingida por espreguiçadeira

Publicados

em


source
Imagem da mulher antes do acidente e agora, com o crânio deformado
Reprodução

A mulher sofreu um afundamento de crânio e passou por cirurgias, mas sobreviveu

Em Nova Iorque , nos Estados Unidos, uma jovem de 23 anos foi atingida na cabeça por uma espreguiçadeira enquanto caminhava na rua. Annabel Sen estava indo almoçar com o namorado quando uma “poltrona pesada de madeira caiu do terraço da cobertura do 12º andar” e a acertou.

Segundo as informações do jornal New York Post, a jovem sofreu uma grave lesão cerebral traumática com risco de vida, entre outras lesões, que exigiu uma cirurgia cerebral de emergência. Por conta do acidente, que aconteceu em 25 de janeiro, ela teve que passar por duas cirurgias cerebrais e adiar seu mestrado na Universidade de Harvard.

Justiça

Nesta quinta-feira (24) , a mulher entrou com um processo na Suprema Corte de Manhattan contra os donos do prédio, a empresa terceirizada que o administra, os homens que estavam alugando o apartamento do 12º andar naquela noite e o empresário Michael Rubin, que consta como proprietário da unidade, por negligência.

Leia Também:  Sinovac quer distribuir vacina na América do Sul junto com Butantan

O advogado da jovem diz que ela ter sobrevivido ao acidente foi um milagre: “Ela está muito danificada, mas não está morta”. 

Annabel precisou deixar o trabalho, após o acidente. “Ela não está fazendo nada agora. Está apenas vendo médicos e se recuperando. Ela tem déficits cognitivos”, contou o advogado. “Esta era uma jovem muito talentosa antes do acidente e esperamos que ela recupere todas as suas faculdades”, completou.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA