Internacional

Bloco Prosul chega a acordo que busca garantir acesso a vacinas

Publicados

em


.

O bloco de países sul-americanos Prosul chegou a um acordo nessa quinta-feira (27) para compartilhar informação e coordenar um processo a fim de garantir o acesso a vacinas contra o novo coronavírus, no momento em que a pandemia atinge com força a região e há uma corrida global para desenvolver um imunizante.  

O acordo foi anunciado pelo chanceler chileno, Andrés Allamand, depois de uma reunião virtual entre presidentes e chanceleres do bloco, que atualmente é presidido pelo Chile e reúne também a Argentina, o Brasil, a Colômbia, o Paraguai, Peru, Equador e a Guiana. 

“Os países concordaram em compartilhar informações a respeito do andamento do que cada um está fazendo em relação a cada uma dessas vacinas”, disse o ministro a jornalistas.

“Mais adiante, a ideia é uma coordenação apenas para efeito da aquisição da ou das vacinas,e isso pode pressupor um esforço individual ou conjunto”, acrescentou, lembrando que “obviamente um esforço conjunto traria benefícios, especialmente em matéria de acesso, quantidades e certamente de preços”.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, atualmente estão sendo desenvolvidas e testadas mais de 150 vacinas em todo o mundo para conter a pandemia de covid-19. Dessas, 25 estão em estágio de testes com seres humanos. 

Leia Também:  Conflitos entre Armênia e Azerbaidjão ameaçam estabilidade no Cáucaso

Vários países latino-americanos avançam para garantir uma vacina. Na quarta-feira (26) foi anunciado que a Janssen, unidade da Johnson & Johnson nos Estados Unidos, escolheu o Chile, Peru, Brasil e a Colômbia na região para a realização de testes por meio de centros de investigação locais.

Propaganda

Internacional

Na Alemanha, 900 pessoas são obrigadas a ficar em quarentena após festa familiar

Publicados

em


source
Bandeira alemã.
Divulgação

Caso aconteceu no estado alemão que registra o maior número de infecções por Covid-19.

Em Bielefeld, uma cidade localizada no noroeste da Alemanha, cerca de 900 pessoas de uma escola estão em quarentena . A medida foi tomada depois que alguns estudantes testaram positivo para o novo coronavírus (Sars-CoV-2). As informações são da agência EFE .

De acordo com autoridades sanitárias alemãs, foram registrados 36 casos de Covid-19 que têm relação com uma festa familiar que aconteceu na semana passada. Desses 36, dez são alunos da escola.

Bielefeld faz parte do estado federado da Renânia do Norte-Vestfália, que possui a maioria dos casos do novo coronavírus (68.720) e é o terceiro com o maior número de mortes por Covid-19 (1.865) do país.

Em outras cidades da Renânia do Norte-Vestfália também foram registrados episódios de aglomeração .

Leia Também:  Acidente aéreo na Ucrânia deixa pelo menos 26 mortos

Em Hamm, novas infecções estão sendo contabilizadas após um casamento com centenas de convidados. Em Hünxe, a polícia interrompeu uma festa de aniversário com 100 convidados.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA