Internacional

Casos de Covid-19 na Itália crescem pela 6ª semana consecutiva

Publicados

em


source
bandeira da itália
Pixabay

Itália volta a sofrer com aumento de casos de Covid-19


Itália registrou 1.616 novos casos e 10 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, informou o Ministério da Saúde no boletim desta sexta-feira (11). É a sexta semana seguida que o país representa aumento de contaminações.


A quantidade de novas infecções continua em alta – eram 1.597 nesta quinta-feira -, mas os falecimentos ficaram estáveis. Na última quinzena, a incidência da Covid-19 na Itália fechou em 27,89 por 100 mil habitantes.

O índice nacional de transmissão (Rt) estava em 1,14 até o dia 2 de setembro.

Nenhuma região italiana ficou sem contabilizar contaminações pelo novo coronavírus (Sars-CoV2), sendo que a Lombardia teve a maior quantidade de casos (257), seguida pelo Vêneto (173) e Emilia-Romagna (152).

Com isso, a Itália tem 284.796 infectados na pandemia desde o mês de fevereiro. Já as 10 vítimas desta sexta fazem com que o total de óbitos seja de 35.597.

Leia Também:  Bebê nasce em voo e ganha passagens grátis durante toda a vida

O boletim ainda ressalta que foram 547 pessoas consideradas curadas da doença, elevando o total para 212.432. Os casos ativos – que descontam os óbitos e as curas – nas últimas 24 horas somam 1.059, elevando para 36.767 o número de pessoas que ainda lutam conta a Covid-19.

Destes, 175 estão em unidades de terapia intensiva – em dado que está apresentando constante alta – e outros 1.849 estão internados com sintomas da doença em outros departamentos clínicos.

A maioria, 34.743, está cumprindo o isolamento obrigatório em casa.

Fonte: IG Mundo

Propaganda

Internacional

Celebração do ano-novo na Times Square, em Nova York, será virtual

Publicados

em


.

A Times Square, em Nova York, vai se despedir de 2020 sem as tradicionais aglomerações de pessoas que marcam a véspera do Ano Novo, com os organizadores da celebração anunciando nesta quarta-feira (23) planos para a realização de um evento menor e virtual em resposta à pandemia de covid-19.

Em um teaser (trailer promocional) preliminar sobre o que deve acontecer em 31 de dezembro, a Times Square Alliance disse que assistir à famosa queda da bola em 2021 será um evento digital para todos, com exceção de um grupo muito limitado de homenageados, que estarão presentes fisicamente com distanciamento social.

“Pessoas de todo o mundo estão prontas para se juntar aos nova-iorquinos nas boas-vindas ao ano novo, com a icônica queda da bola”, disse o prefeito Bill de Blasio em um comunicado. “Um novo ano representa um novo começo, e nós estamos animados para celebrar.”

A comemoração da véspera de Ano Novo na Times Square está entre as maiores do mundo, geralmente atraindo cerca de 1 milhão de pessoas, enquanto mais de 1 bilhão de pessoas assistem pela televisão à queda da bola do topo do One Times Square no momento da chegada do ano novo.

Leia Também:  Torre Eiffel é evacuada após ameaça terrorista de bomba

Muitos dos detalhes e o entretenimento ao vivo, que compõem boa parte das horas de celebração que antecedem a contagem regressiva, ainda estão sendo determinados, afirmou a Times Square Alliance, coprodutora do evento.

Mas o presidente da aliança, Tim Tompkins, prometeu aos espectadores “ofertas virtuais, visuais e digitais significativamente novas e aprimoradas”, em uma celebração dos “espíritos corajosos e criativos” que ajudaram as pessoas a superar um ano que muitos prefeririam esquecer.

Edição: Denise Griesinger

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA