Internacional

Covid-19: Itália endurece restrições e recomenda uso de máscaras dentro de casa

Publicados

em


source
Itála
Pixabay

País registrou seis mil novos casos da doença no último sábado.

Em meio a um aumento no número de casos de Covid-19, o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, anunciou nesta terça-feira (13) um endurecimento das restrições de atividades. As medidas têm como objetivo frear a aceleração na curva de contaminação do novo coronavirus (Sars-Cov-2).

O decreto passa a valer a partir da próxima quarta (14) e proíbe festas em restaurantes, clubes e céu aberto. Casamentos e outras cerimônias podem ser feitos com a presença de até 30 pessoas e a recomendação é de que as pessoas não recebam mais de seis convidados em suas casas por vez.

Além disso, o decreto também aconselha o uso de máscaras dentro de casa quando pessoas que não moram na residência estiverem presentes. Bares e restaurantes podem ficar abertos até a meia-noite, podendo servir pessoas de pé até as 21h. Escolas permanecerão abertas, mas com restrições à atividades fora de sala de aula. Viagens escolares estão proibidas.

Leia Também:  Justiça da Bolívia anula pedido de prisão do ex-presidente Evo Morales

Aumento de casos

Na última sexta-feira (9), o número diário de novos casos da doença chegou a 5 mil e ultrapassou os 6 mil no último sábado. Apesar de estrem abaixo do registrado no pico da pandemia, em março, o número de óbitos também tem crescido nos últimos dias, com 39 sendo registrados ontem (12).

Fonte: IG Mundo

Propaganda

Internacional

Canadenses estão cada vez mais abertos para receber imigrantes e refugiados

Publicados

em


source
.
Reprodução: iG Minas Gerais

Abertura entre os canadenses


Apesar de uma  pandemia global , que destruiu economias e fomentou o nacionalismo em todo o mundo, os canadenses dizem que estão cada vez mais abertos a acolher imigrantes e refugiados .


Um novo estudo, da empresa de pesquisas Environics Institute, descobriu que as atitudes entre os cidadãos têm se tornado cada vez mais positivas , mesmo com milhões de pessoas desempregadas e o país enfrentando projeções econômicas sombrias.

“Essas opiniões não são um sinal. Não são acaso. Elas parecem estar profundamente enraizadas e amplamente difundidas”, disse Andrew Parkin, diretor executivo da Environics.

Desde 1976, a pesquisa Focus Canada, administrada pela Environics, faz amostras periódicas de canadenses para avaliar suas opiniões sobre o assunto. Os resultados mais recentes, divulgados no início de outubro, mostram, pela primeira vez, que os canadenses estão mais propensos a rejeitar a ideia de que os imigrantes não estão adotando os valores do país.

Leia Também:  Assessores de vice de Trump testam positivo para Covid-19

Ao mesmo tempo, a grande maioria continua a ver os imigrantes como essenciais para a economia  e não sente que eles não lhes tiram os empregos.

Os pesquisadores estavam curiosos para ver se os eventos mundiais recentes mudaram drasticamente a opinião, disse Parkin. “No início, pensamos que talvez Donald Trump derrubasse essas tendências positivas. Talvez os canadenses pegassem a vibração do que está acontecendo nos Estados Unidos e começassem a recuar. Isso não aconteceu “, disse ele.

Mesmo a pandemia da Covid-19 , que até agora gerou milhões de empregos e deixou os canadenses em situação financeira precária, não tornou os residentes negativos em relação aos recém-chegados.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA