Internacional

Governo dos EUA nega ajuda financeira à Califórnia por incêndios florestais

Publicados

em


source
Em 2020, o estado da Califórnia registrou grandes incêndios florestais.
Kyle Grillot/EPA

Em 2020, o estado da Califórnia registrou grandes incêndios florestais.

A administração Trump negou o pedido da Califórnia por ajuda financeira que seria destinada aos incêndios florestais que acometem a região. Em 2020, o estado americano foi atingido pelo Creek Fire, o maior incêndio florestal da história da Califórnia. As informações foram dadas pela CNN .

“O pedido de uma Declaração de Desastre Presidencial Principal para os incêndios do início de setembro foi negado pela administração federal”, declarou Brian Ferguson, porta-voz do Gabinete de Serviços de Emergência do Governador, na última quinta-feira (15). O estado pretende apelar da decisão.

A negação foi a resposta do governo federal ao pedido que o governador da Califórnia , Gavin Newsom, fez no dia 28 de setembro.

Em carta enviada ao governo Trump , Newsom detalhou o impacto financeiro dos incêndios florestais. Quanto à infraestrutura, o governador cita que os danos superam US$ 229 milhões.

Leia Também:  Eleições USA: Biden amplia vantagem sobre Trump, aponta pequisa

“A assistência federal é fundamental para apoiar a recuperação física e econômica da Califórnia e suas comunidades”, escreveu Newsom.

Ele também citou o Creek Fire , o maior incêndio florestal da história do estado, o Bobcat Fire, o El Dorado Fogo, o Valley Fire, o Oak Fire e Slater Fire.

“Quanto mais tempo levar para a Califórnia e suas comunidades se recuperarem, mais severos, devastadores e irreversíveis serão os impactos econômicos”, afirmou o governador Newsom.

Fonte: IG Mundo

Propaganda

Internacional

Eleições USA: Biden amplia vantagem sobre Trump, aponta pequisa

Publicados

em


source
Joe Biden
Gage Skidmore/Creative Commons

Joe Biden

Uma pesquisa eleitoral feita pelo Centro de Pesquisa Eleitoral da Universidade de Winsconsin-Madison analisou as intenções de voto de Joe Biden e de Donald Trump nos estados de Michigan, Wisconsin e Pensilvânia, e mostraram o Democrata à frente na  corrida presidencial americana.

Esses três estados citados fazem parte da “Parede azul” , unidades federativas que historicamente estão ligados aos Democratas, e considerados fundamentais para os Republicanos caso queiram ganhar as eleições. Em 2016, Trump venceu nos três estados citados e ganhou as eleições gerais sobre Hillary Clinton.

Segundo a pesquisa, Biden tem mais de 50% das intenções de voto. O atual presidente Trump varia próximo dos 40%.

Veja os resultados por estado:

Michigan – 16 votos no colegiado

  1. Joe Biden (Democratas): 52%
  2. Donald Trump (Republicanos): 42%
Leia Também:  Eleições USA: Biden amplia vantagem sobre Trump, aponta pequisa

Wisconsin – 10 votos no colegiado

  1. Joe Biden (Democratas): 53%
  2. Donald Trump (Republicanos): 44%

Pensilvânia – 20 votos do colegiado

  1. Joe Biden (Democratas): 52%
  2. Donald Trump (Republicanos): 44%

A soma dos três estados representam 46 votos do colégo eleitoral americano. Para vencer o pleito o candidato deve obter a maioria absoluta, ou seja, 270.

As eleições nos Estados Unidos são decididas de forma indireta , ou seja, o candidato que receber mais votos no estado fica com todos os colegiados.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA