Internacional

“Os tempos nazistas estão de volta”, diz Putin em celebração nacional

Publicados

em


source
Vladimir Putin, presidente da Rússia
Reprodução

Vladimir Putin, presidente da Rússia

Durante a celebração dos 76 anos do fim da Segunda Guerra Mundial , o presidente da Rússia, Vladimir Putin , denunciou a volta de discursos fundamentalistas, racistas e antissemitas, afirmando que trabalhará firmemente para defender interesses nacionais em âmbito internacional.

“Sempre irei defender interesses russos e garantir a segurança do povo. As idades nazistas estão de volta”, disse o presidente a 12 mil militares e veteranos na Praça Vermelha da capital Moscou. Desde que Putin assumiu o comando da Rússia , trabalhou para transformar o dia 9 de maio na maior celebração nacional.

O feriado relembra a vitória russa e a memória de militares da antiga União Soviética que perderam suas vidas no confronto contra a Alemanha nazista. Em outros países da Europa, o feriado do “Dia da Vitória” é comemorado em 8 de maio.

Leia Também:  Parlamento de Israel aprova novo governo que encerra era Netanyahu

Além dos 12 mil militares, milhares de russos se reuniram na Praça Vermelha em meio à pandemia de Covid-19 para comemorar o “Dia da Vitória”. Até o momento, a Rússia vacinou 8,54 milhões com a segunda dose da vacina contra a doença. Em todo o território, mais de 21 milhões de imunizantes foram aplicados, correspondendo a 5,9% da população geral. 

Fonte: IG Mundo

Propaganda

Internacional

Vacina Novavax tem mais de 90% de eficácia em testes nos EUA

Publicados

em


A empresa Novavax divulgou hoje (14) os resultados da última fase de testes da candidata a vacina contra a covid-19. O ensaio clínico, com base nos Estados Unidos (EUA), mostrou que a vacina é mais de 90% eficaz contra a doença e fornece proteção no caso das variantes.

O estudo incluiu 3 mil voluntários nos EUA e no México. A empresa vai pedir a autorização de emergência das autoridades de saúde norte-americanas e fará o mesmo em outros países no terceiro trimestre do ano.

A vacina candidata da Novavax foi mais de 93% eficaz contra as variantes predominantes de covid-19, que têm sido motivo de preocupação entre cientistas e funcionários de saúde pública, disse a empresa.

Durante os testes, a variante B.1.1.7, descoberta pela primeira vez no Reino Unido, se tornou a variante mais comum nos Estados Unidos.

A Novavax detectou também as variantes encontradas pela primeira vez no Brasil, na África do Sul e Índia entre os participantes do estudo, disse à Reuters o chefe de Pesquisa e Desenvolvimento da Novavax, Gregory Glenn.

A vacina foi 91% eficaz entre os voluntários com alto risco de infecção grave e 100% eficaz na prevenção de casos moderados e graves de covid-19. Foi aproximadamente 70% eficaz contra as variantes que a Novavax não foi capaz de identificar, disse Glenn.

Leia Também:  Israel oficializa Naftali Bennett como novo premiê e põe fim a 'era Netanyahu'

“Em termos práticos, é muito importante que a vacina possa proteger contra um vírus que está circulando descontroladamente” entre as novas variantes, acrescentou.

A Novavax informou que a vacina foi geralmente bem tolerada entre os participantes. Os efeitos secundários incluíram dor de cabeça, fadiga e dor muscular e foram geralmente leves. Um pequeno número de participantes registrou efeitos colaterais descritos como graves.

A Novavax continua a caminho de produzir 100 milhões de doses por mês até o final do terceiro trimestre de 2021 e 150 milhões de doses por mês no quarto trimestre de 2021.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA