Internacional

Paciente da vacina de Oxford teve inflamação rara na medula

Publicados

em


source
Vacina
Pixabay

Vacina de Oxford é uma das mais avançadas nas fases de testes

A voluntária da vacina de Oxford que apresentou sintomas adversos graves após a aplicação do imunizante na fase de testes teve uma inflamação na medula considerada, afirmou nesta quarta-feira (9) o presidente da AstraZeneca, Pascal Soriot, em um reunião com investidores. A informação é do site STAT, veículo especializado em saúde ligado ao jornal americano Boston Globe .

De acordo com a publicação, o sintomas apresentado pela paciente foi uma mielite reversa. Ela, no entanto, passa bem e deve ter alta hospitalar ainda hoje.

A suspensão do testes da vacina britânica foi divulgada nesta terça-feira (8) pelo STAT, sendo confirmada logo em seguida pelos próprios desenvolvedores do imunizante e por autoridades.

Leia Também:  'Overdose de doces'? Homem morre após consumir muita bala; entenda

Apesar da suspensão, não foi confirmada na reunião de hoje o diagnóstico de mielite transversa da paciente. Em sua fala, porém, Soriot disse que ela está melhorando.

A AstraZeneca enviou um posicionamento à agência de notícias dizendo que o diagnóstico da voluntária está “pendente” e, por conta disso, é incorreto relacionar a suspensão dos testes da vacina a um caso de mielite.

O STAT ainda afirmou que Soriot disse que o ensaio clínico já havia sido interrompido antes. Isso teria ocorrido em julho depois que um outro participante dos testes apresentou sintomas neurológicos. Mas após exames, foi constatado que ele esclerose múltipla não relacionada ao tratamento.

Suspensão no Brasil

Por conta dessa ocorrência, a suspensão da vacina afetou também o Brasil, que é um dos países que está aplicando doses na fase final de testes do imunizante. O estudo, que está sendo conduzido pela com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), já vacinou 5 mil voluntários brasileiros. Segundo a instituição, “não houve registro de intercorrências graves de saúde”.

Leia Também:  Ataque com faca deixa quatro feridos em Paris

A vacina de Oxford/AstraZeneca é a principal aposta do Ministério da Saúde para imunizar a população. Ao todo, o Brasil prevê desembolsar R$ 1,9 bilhão com a vacina. Ainda de acordo com a pasta, as aplicações devem começar em dezembro deste ano ou janeiro do ano que vem.

Fonte: IG Mundo

Propaganda

Internacional

Trump indica juíza católica e anti-aborto para a Suprema Corte

Publicados

em


source

Crusoé

eua
Olivier Douliery/Getty Images

Donald Trump anuncia sua indicada à Suprema Corte, Amy Coney Barrett, na Casa Branca


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump , indicou, neste sábado, 26, a juíza Amy Coney Barrett (foto) para ocupar a vaga de  Ruth Bader Ginsburg na Suprema Corte .


Amy foi assistente do ministro da Suprema Corte Antonin Scalia, que morreu em 2016. No ano seguinte, Trump a indicou para um tribunal de apelação em Chicago, onde ela trabalhou nos últimos três anos.

Católica praticante, Amy é contra o aborto , o que foi um dos motivos pelo qual Trump a escolheu. Nos últimos anos, Amy tem declarado que o precedente firmado pela Suprema Corte em 1973 deve ser respeitado.

Nesse ano, o tribunal analisou o caso Roe contra Wade e entendeu que o aborto é uma questão privada entre a mulher e o seu médico. Na prática, a decisão acabou liberando a prática no país.

Leia Também:  Ataque com faca deixa quatro feridos em Paris

Mas Amy entende que é possível mudar algumas decisões em relação às restrições contra clínicas que fazem abortos. “Não acho que o cerne do caso Roe contra Wade, de que as mulheres têm direito ao aborto, poderá mudar”, disse ela em um debate na Universidade de Jacksonville, em 2016. “Mas acho que a questão se as pessoas podem fazer abortos tardios ou quantas restrições podem ser impostas às clínicas, acho que isso pode mudar.”

A juíza e seu marido, Jesse Barret, têm sete filhos , incluindo dois que foram adotados do Haiti e um com síndrome de Down. Com 48 anos, ela pratica crossfit e, se for aprovada pelo Senado, será a integrante mais nova da corte.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA