Internacional

Talibã pede a companhias aéreas que retomem voos internacionais

Publicados

em


O governo do Talibã no Afeganistão pediu neste domingo (26) a retomada dos voos internacionais, prometendo cooperação total com as companhias aéreas e dizendo que os problemas no aeroporto de Cabul foram resolvidos.

A declaração do Ministério das Relações Exteriores vem no exato momento em que o novo governo intensifica esforços para abrir o país e ganhar aceitação internacional após o colapso do governo apoiado pelo Ocidente no mês passado.

Um número limitado de voos de apoio e de passageiros está operando no aeroporto. Mas os serviços comerciais normais ainda não foram retomados, uma vez que o local foi fechado após a evacuação caótica de dezenas de milhares de estrangeiros e afegãos vulneráveis que se seguiu à tomada da capital pelo Talibã.

O aeroporto, que sofreu danos durante a evacuação, foi reaberto com o auxílio de equipes técnicas do Catar e da Turquia.

Embora algumas companhias aéreas, como a Pakistan International Airlines, ofereçam serviços limitados e algumas pessoas tenham conseguido lugares nesses voos, os preços relatados das passagens estão muitas vezes mais altos do que o normal.

Leia Também:  Ucrânia: presidente denuncia tentativa de golpe de Estado

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Abdul Qahar Balkhi, disse que a suspensão dos voos internacionais deixou muitos afegãos presos no exterior e também impediu as pessoas de viajarem para trabalhar ou estudar.

Propaganda

Internacional

Ômicron: G7 convoca reunião de emergência para discutir nova variante

Publicados

em


source
G7 se reunirá para discutir variante ômicron
Reprodução/Flickr

G7 se reunirá para discutir variante ômicron

O G7 convocou uma reunião de emergência para discutir o avanço da variante ômicron do novo coronavírus pelo mundo. O chamado foi feito neste domingo (28) pelo Reino Unido, país à frente da presidência rotativa do grupo.

A reunião será realizada nesta segunda-feira (29) e contará com a participação dos ministros da Saúde dos Estados Unidos, Canadá, Alemanha, França, Itália, Japão e Reino Unido.

O primeiro país a identificar a variante ômicron foi a África do Sul, que  comunicou a Organização Mundial da Saúde (OMS) no dia 25 de novembro. De lá para cá, pelo menos 10 países já confirmaram casos com a nova cepa em seus territórios.

Por aqui, um brasileiro que esteve na África do Sul e desembarcou no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, testou positivo para a Covid-19 . Ainda não se sabe, porém, se este é um caso da variante ômicron.

Leia Também:  Austrália: Barco naufraga em rio com crocodilos e dupla é salva após 48 horas
Fonte: IG Mundo

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA