Internacional

Trump reclama da popularidade de infectologista e diz “ninguém gosta de mim”

Publicados

em


source
trump
Reprodução/Twitter

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump , reclamou publicamente sobre as altas taxas de aprovação do médico e infectologista Anthony Fauci, integrante da força-tarefa contra o coronavírus no país.  Trump declarou “ninguém gosta de mim” a respeito da popularidade de Fauci e complementou “só pode ser a minha personalidade”.


Fauci é considerado pelos norte-americanos como uma das pessoas mais confiáveis do governo. Os conselhos do especialista em doenças infecciosas são bem recebidos no país.

 Já Trump vem enfrentando duras críticas, por conta do seu posicionamento na condução da crise sanitária, até mesmo com riscos eleitorais em novembro. A conversa sobre a aprovação de Fauci e a sua baixa aprovação surgiu durante uma entrevista coletiva em que o presidente voltou a defender a administração de hidroxocloriquina em pacientes no estágio inicial da doença.

Leia Também:  Paris obriga uso de máscaras ao ar livre em áreas movimentadas

Não há estudos científicos acadêmicos que comprovem a eficácia do medicamento no combate à Covid-19 (Sars-cov-2) e médicos divergem sobre o seu potencial de cura, com a maioria sendo contra o remédio. Além disso, a hidroxicloroquina pode causa problemas cardíacos. 

A Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA) decidiu suspender o uso emergencial do medicamento no combate à pandemia no país. 

Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Internacional

Paris obriga uso de máscaras ao ar livre em áreas movimentadas

Publicados

em


source
máscara
Getty Images/BBC

A regra se aplica a pessoas com 11 anos ou mais

Autoridades de Paris impuseram, neste sábado (8), o uso obrigatório de máscaras ao ar livre em regiões movimentadas da capital francesa, a partir de segunda-feira (10), no momento em que crescem as infecções por coronavírus na cidade.

A regra se aplica a pessoas com 11 anos ou mais, disse a prefeitura de Paris, em um comunicado. “Todos os indicadores mostram que, desde meados de julho, o vírus voltou a circular mais ativamente”, disse a prefeitura.

A taxa de testes positivos na região da Grande Paris está em 2,4%, em comparação com a média nacional de 1,6%, acrescentou.

As regiões onde as máscaras serão obrigatórias serão detalhadas separadamente e avaliadas regularmente, disse a prefeitura. Serão incluídas áreas com alta densidade demográfica nos subúrbios de baixa renda da capital.

Leia Também:  Mortes por explosão em Beirute sobem para 154, diz agência estatal

Após medidas rígidas de lockdown diminuírem a velocidade das infecções, muitos países europeus estão começando a ver novos bolsões do vírus depois de afrouxar as restrições para tentar limitar os danos econômicos e aliviar a frustração popular.

A França tornou obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos fechados, como lojas e bancos, desde 21 de julho, e Paris se junta a uma lista crescente de cidades mandando pessoas usarem máscaras em áreas movimentadas ao ar livre, como Toulouse, Lille e Biarritz.

Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA