Internacional

Vacina Novavax tem mais de 90% de eficácia em testes nos EUA

Publicados

em


A empresa Novavax divulgou hoje (14) os resultados da última fase de testes da candidata a vacina contra a covid-19. O ensaio clínico, com base nos Estados Unidos (EUA), mostrou que a vacina é mais de 90% eficaz contra a doença e fornece proteção no caso das variantes.

O estudo incluiu 3 mil voluntários nos EUA e no México. A empresa vai pedir a autorização de emergência das autoridades de saúde norte-americanas e fará o mesmo em outros países no terceiro trimestre do ano.

A vacina candidata da Novavax foi mais de 93% eficaz contra as variantes predominantes de covid-19, que têm sido motivo de preocupação entre cientistas e funcionários de saúde pública, disse a empresa.

Durante os testes, a variante B.1.1.7, descoberta pela primeira vez no Reino Unido, se tornou a variante mais comum nos Estados Unidos.

A Novavax detectou também as variantes encontradas pela primeira vez no Brasil, na África do Sul e Índia entre os participantes do estudo, disse à Reuters o chefe de Pesquisa e Desenvolvimento da Novavax, Gregory Glenn.

A vacina foi 91% eficaz entre os voluntários com alto risco de infecção grave e 100% eficaz na prevenção de casos moderados e graves de covid-19. Foi aproximadamente 70% eficaz contra as variantes que a Novavax não foi capaz de identificar, disse Glenn.

Leia Também:  Meteoro ilumina os céus da Noruega; parte pode ter caído perto de Oslo

“Em termos práticos, é muito importante que a vacina possa proteger contra um vírus que está circulando descontroladamente” entre as novas variantes, acrescentou.

A Novavax informou que a vacina foi geralmente bem tolerada entre os participantes. Os efeitos secundários incluíram dor de cabeça, fadiga e dor muscular e foram geralmente leves. Um pequeno número de participantes registrou efeitos colaterais descritos como graves.

A Novavax continua a caminho de produzir 100 milhões de doses por mês até o final do terceiro trimestre de 2021 e 150 milhões de doses por mês no quarto trimestre de 2021.

Propaganda

Internacional

Gangues de macacos: Primatas se encontram e brigam em rua da Tailândia; assista

Publicados

em


source
Confronto entre grupos de primatas ocorreu em Lopburi, no centro, em frente às ruínas de um templo budista
Reprodução

Confronto entre grupos de primatas ocorreu em Lopburi, no centro, em frente às ruínas de um templo budista

Turistas e motoristas que transitavam em pelas ruas de Lopburi, uma cidade no centro da Tailândia, na última segunda-feira (26), se depararam com um confronto inusitado: duas  gangues de macacos rigando entre si. Veja o momento em que os grupos se encontram:

Nas imagens, é possível observar que os motoristas pararam os carros com medo dos macacos que se enfrentavam. Claramente há uma lacuna entre os dois grupos, que se observam com uma certa distância.

Khun Itiphat, um morador local, disse que ele se encontrava em um prédio “perto do templo quando ouvi os gritos dos macacos. Percebi que eles estavam discutindo. Então todos eles correram para a estrada e começaram a lutar.”

Leia Também:  Presidente da Tunísia destitui primeiro-ministro e suspende Parlamento

A causa da briga, segundo alguns habitantes da região, seria de que um dos grupos de macacos costuma transitar pelo terreno do antigo templo budista próximo do local. Com isso, turistas acabam alimentando os animais. O outro grupo parmanece próximo ao cinema da cidade e passou a querer ocupar uma outra área, o que gerou um estranhamento entre as ‘gangues’.


Supakarn Kaewchot, veterinário do governo, ressaltou que “os macacos estão acostumados a serem alimentados por turistas” e que desde o início da pandemia, com a diminuição no número de turistas, “eles se tornaram mais agressivos, lutando contra os humanos por comida para sobreviver.”

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA