Momento Entretenimento

Mãe de criação de Jojo Todynho morre de Covid-19

Publicado


source

A cantora Jojo Todynho anunciou hoje em seu Instagram que sua mãe de criação faleceu, vítima da Covid-19 . Maria Helena tinha 60 anos e fazia hemodiálise, o que a enquadrava como paciente do grupo de risco.

Leia também: Jojo Todynho abre o jogo e revela real motivo de querer se aposentar com 25 anos

a cantora jojo todynho
Reprodução/Instagram/@jojotodynho

Após morte de sua mãe, Jojo Todynho diz que ficará sumida do Instagram


A notícia foi dada pela própria Jojo em seus stories do Instagram. A cantora chorava muito ao fazer o anúncio aos seus seguidores. “Eu vou ficar sumida do Instagram. Acabei de perder um dos meus maiores amores. Me criou. Eu não consigo acreditar que minha mãe, Maria Helena, me deixou. Eu vou sumir, tá gente? Eu preciso sumir”, disse, entre lágrimas.

A vítima, que é considerada mãe de criação de Jojo Todynho , era vizinha da avó da cantora, Dona Rita.

Horas após a publicação dos stories, a cantora fez uma postagem em seu IGTV, também no Instagram, em que falava sobre a perda de Maria Helena.

“Deus tirou de mim uma das pessoas mais importantes, que foi essencial na minha vida, para ajudar minha avó, para eu me tornar quem eu sou hoje. Os valores, o respeito ao próximo… Uma das pessoas mais lindas que eu conheci na minha vida e que foi peça chave para que eu não me perdesse por esse mundo”, disse Jojo.

No mesmo vídeo, ela fala indiretamente sobre a repercussão da briga entre Léo Dias e a cantora Anitta , sua amiga. Jojo Toddynho afirmou que existem coisas mais sérias para se preocupar no momento.

Leia também: Leo Dias acusa Anitta de usar sexo para ganhar espaço em rádio e apaga o vídeo


“Vocês tão preocupados com fofoca. […] O mundo gira em torno de fama, mas fama não é tudo, beleza não é tudo, dinheiro não é tudo. Vai embora e ficar tudo aí”, afirmou. “Deus tá sacudindo a Terra para que as pessoas vejam e entendam o que tá acontecendo. Só que não, o dinheiro, a fama que todo mundo quer ter… Isso é um inferno, uma porcaria na vida das pessoas”, continuou Jojo Todynho .

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

Momento Entretenimento

Jornalista da CNN dá show de homofobia ao falar sobre doação de sangue

Publicado


source

Leandro Narloch virou assunto por conta de um comentário dele durante a exibição do programa “Live CNN” desta quarta-feira (8). O comentarista afirmou ao vivo que a decisão do Supremo Tribunal Federal que libera homossexuais para doarem sangue é uma “mudança pequena” na sociedade e que “gays têm uma chance muito maior de ter Aids”. 


“A mudança na verdade é pequena, ela vai restringir mais a conduta, e não o tipo de pessoa, a opção sexual (sic) do indivíduo. Toda essa polêmica começou porque, não há dúvida disso, os gays, os homens gays, eles têm uma chance muito maior de ter Aids, né? Em 2018, uma pesquisa mostrou que 25% dos gays de São Paulo eram portadores de HIV”, começou Narloch, sem citar a fonte da pesquisa em questão.

“Mesmo que esse número seja exagerado, e de fato ele parece mesmo exagerado, o fato é que é dezenas de vezes maior, maior a chance do que na população geral. A questão é que outros critérios para exclusão já restringem os gays que têm comportamento promíscuo, né?”, continuou Leandro, piorando mais ainda a situação.

Os apresentadores do programa, Marcela Rahal e Phelipe Siani, ficaram sem reação diante das frases ditas pelo comentarista. “Bom, é… A gente acabou de falar sobre essa mudança de protocolo. 2020 e só agora a gente teve retirado de fato esse impedimento de homossexuais fazendo doação de sangue”, falou Siani. “Gente!”, limitou-se a falar Marcela, mudando repentinamente de assunto.

Na internet, a fala do jornalista da CNN Brasil foi bastante criticada. “Rapaz, nunca ouvi tanta merda na minha vida. E olha que acompanho Bolsonaro desde 2013, mas essa supera todas as merdas que o presidente já disse”, disse um usuário do Twitter.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Entretenimento

Giulia Be lança clipe de sua música “Recaída”; confira

Publicado


source
Giulia Be
Reprodução/Instagram/@giuliabe

Giulia Be


Giulia Be, que é cantora, compositora e instrumentista , tem apenas 20 anos de idade, mas já está trilhando uma carreira brilhante. Nesta quarta-feira (8), ela lançou o clipe de seu single “Recaída”, que abre o seu EP de estreia “solta”.

O vídeo, dirigido por Fernando Moraes, tem participação do DJ e cantor Pedro Sampaio. Ele foi produzido e gravado na casa da própria artista, que mora no Rio de Janeiro, para contornar as restrições que pandemia do novo coronavírus trouxe.

“Dizem que a necessidade é a mãe da invenção, e pode ter certeza que fomos muito criativos na execução. O objetivo era fazer um vídeo, gravado dentro do meu box, parecer um clipe com acabamento incrível. Fiquei muito feliz com o resultado!”, diz Giulia à Folha.


O EP “solta” é composto por seis faixas, entre elas os hits de sucesso “menina solta” e “(não) era amor”. Nas plataformas digitais, Giulia já ultrapassou mais de 232 milhões de audições e 143 milhões de visualizações em seus clipes. Ela tem 4,4 milhões de seguidores no Spotify.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana