Mato Grosso

Maratona de criação de projetos para o audiovisual está com inscrições abertas

Publicado

Profissionais, aspirantes e estudantes do mercado do audiovisual terão uma oportunidade para transformar ideias em projetos de marketing inseridos em contextos de filmes, séries, games e vídeos. Estão abertas as inscrições para o evento HackAthon, uma maratona que propõe aos participantes solucionar desafios de marketing no audiovisual durante quatro dias de imersão de trocas e conhecimento. O evento será entre os dias 02 e 05 de dezembro, na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). A participação é gratuita, mas é necessário fazer a inscrição para garantir vaga.  

A proposta é criar um ambiente de empreendedorismo e inovação, com aplicação de conteúdos de marketing no audiovisual e criação de projetos a partir dos desafios propostos pelos organizadores. Haverá palestras, exibição de filme e debates. Ao final, os participantes irão fazer um plano de negócio, contendo estratégias de marketing que incluem personalização e inserção de produtos dentro de narrativas e cenas de filmes, videoclipes, games, entre outros.  

Técnicos do Programa Mato Grosso Criativo, produtores e consultores que atuam no audiovisual mato-grossense, além de professores da UFMT irão oferecer orientação aos participantes. De acordo com Keiko Okamura, superintendente de Desenvolvimento da Economia Criativa da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), serão quatro dias de trabalho intenso e imersão para que os participantes possam criar, validar e desenvolver os projetos.

Leia mais:  Órgãos recebem orientação sobre Estratégia de Prevenção e Combate à Corrupção

“A ideia é reunir profissionais e estudantes de diferentes áreas para compartilhar e interagir, formando times que irão focar na aceleração dos projetos de conteúdo para a produção e distribuição no mercado”, explica. Ao final, os melhores planos de negócio receberão prêmios como forma de incentivo dos organizadores. Mas, de qualquer forma, todos terão um retorno com avaliação técnica dos consultores sobre pontos fracos e melhorias nos projetos.

O evento será realizado dentro da programação da Semana de Comunicação da UFMT. O HackAthon Audiovisual é promovido pela startup Filmjoin em parceria com a Secel, ZF Comunicação e UFMT.

Rodas de Conversa

Antes da realização do HackAthon, os organizadores do evento irão promover duas rodas de conversa, com o intuito de apresentar o projeto e esclarecer  dúvidas dos interessados. A primeira será nesta quinta-feira (21.11), às 19h, no Palácio da Instrução. A segunda será na próxima terça-feira (26.11), no Instituto de Linguagens da UFMT, às 10h30.

As rodas serão conduzidas pelo produtor Johnny DiBartolo, proprietário da startup Filmjoin (plataforma digital que tem a proposta de produzir conteúdo audiovisual através de um aplicativo de colaboração on-line), e por servidores e técnicos da Secel.

Leia mais:  Alunos do projeto Bombeiros do Futuro recebem orientações sobre trânsito seguro

Para participar, basta comparecer aos locais programados. Não é preciso fazer inscrição para as rodas de conversa.

Hackathon

Originalmente é um termo usado na tecnologia da informação para descrever uma maratona de programação na qual hackers se reúnem para explorar dados, desvendar códigos e sistemas, discutir ideias e desenvolver projetos de software ou mesmo de hardware.

Serviço:

HackAthon Audiovisual – 02 a 05 de dezembro na UFMT.

Entrada – gratuita, mas é preciso fazer inscrição prévia

Inscrição: https://bit.ly/2KECSW6 

Rodas de Conversa – Palácio da Instrução – quinta-feira (21.11), às 19h; e Instituto de Linguagens da UFMT – terça-feira (26.11), às 10h30. Não precisa de inscrição prévia.

Mais informações: (65) 3612-0240 (Superintendência de Desenvolvimento da Economia Criativa), [email protected] e (11) 97572-7404 – Whatsapp Filmjoin

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Doutores do Riso e Doadores da Alegria levam brincadeiras e conforto em hospitais de Cuiabá

Publicado

A rede de voluntários de Doutores do Riso e Doadores da Alegria, projeto da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), formou 80 pessoas com um único objetivo em comum: levar alegria para os pacientes que enfrentam algum tratamento ou procedimento médico.

A iniciativa, que a princípio será realizada nos hospitais Santa Casa e Júlio Muller, em Cuiabá, reuniu pessoas que se dedicam aos serviços de assistência e bem estar social. A ação social ganha ênfase nesta quinta-feira (05.12), quando se é comemorado o Dia Internacional do Voluntariado.

O espírito voluntário sempre existiu na vida de Maria Ester Silva Bianchi, uma das participantes do projeto. Mesmo aos 86 anos, mãe de 14 filhos, nunca pensou em desistir de ajudar outras pessoas.

“Em toda minha vida ajudei ao próximo. Sempre me envolvi com teatro e música e quando vi o anúncio do curso, pensei que era a minha hora de ajudar ainda mais outras pessoas”, conta.  

Maria Ester Silva (de vermelho ao centro), 86 anos, participando do curso de voluntários

As visitas nos hospitais para acompanhar enfermos já eram frequentes, mas ganharam um toque de profissionalismo ao concluir o curso do projeto que foi realizado no mês de novembro.

Leia mais:  Ciência e observação são as ferramentas utilizadas na investigação de crimes

“Cuidei muito da minha família, me dediquei muito aos meus filhos, agora aos meus netos. Eu adoro ajudar as pessoas. Eu não sei do meu amanhã, só sei que tenho que contribuir, colaborar”, diz Maria Ester, que ainda divide a rotina diária com os estudos, para conclusão do ensino médio.

O voluntariado também sempre esteve presente na vida de Carlos Frederico Ulrich Alves de Sousa, 33 anos. “Meu irmão nasceu com Síndrome de Down. Eu tinha nove anos quando meus pais fundaram a Associação Mato-grossense de Síndrome de Down e, desde então, faço ações voluntárias”.

A participação no projeto foi incentivada pela mulher, que trabalhou em um hospital de Cuiabá e viu muito a atuação dos palhaços lá dentro.

“A nossa vida é muito estressante no dia a dia, acabamos incorporando esse estresse em casa. Acredito que o momento de descontração, de levar alegria para outras pessoas, alegra o nosso coração e nos da mais estímulo para viver”, relata.

O coordenador do projeto, o ator André D’Lucca, explica que a iniciativa pode contribuir para o desenvolvimento dos pacientes durante os tratamentos.

Leia mais:  Secretarias reduzem casos de afastamentos de servidores por problemas de saúde

“Já está cientificamente comprovado que este trabalho de palhaços em hospitais traz benefícios aos pacientes. A primeira-dama me convidou para fazer o trabalho junto a secretária Rosamaria Carvalho, na Setasc”, explica.

Os voluntários que passaram pelo curso receberam orientações e dicas sobre atuações no formato de palhaços, além de aprender com profissionais da área de saúde os cuidados para a abordagem aos pacientes nos hospitais.

Segundo D’Lucca, a previsão é de que as visitas nos hospitais comecem no início do próximo ano. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Sema entrega barcos a 30 municípios para fortalecer fiscalização em rios de MT

Publicado

Trinta municípios de Mato Grosso receberam da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) barcos com motor para auxiliar as ações de patrulhamento nos rios de Mato Grosso em combate aos crimes ambientais. A entrega foi realizada na sede da Secretaria, na quarta-feira (04.12), oportunidade em que também foi anunciado o início da construção de dez secretarias municipais de meio ambiente, totalizando o investimento de R$ 2,8 milhões com aporte financeiro do Fundo Amazônia/BNDES.

“Esse barco irá nos auxiliar muito na fiscalização da pesca predatória, porque o Rio Arinos está muito próximo a nossa cidade e temos 110 quilômetros de rio em nosso município”, comemora a secretária de Meio Ambiente e Turismo de Porto dos Gaúchos, Andira Piovesan.

A gestora também ressalta que a construção da nova sede irá proporcionar melhor qualidade de trabalho aos servidores e melhor atendimento aos cidadãos, já que o município realiza tanto ações fiscalizatórias, quanto de licenciamento de empreendimentos de impacto local.

Além de Porto dos Gaúchos, as obras para construção de estruturas para os órgãos ambientais municipais em Brasnorte, Canarana, Cláudia, Comodoro, Juara, Porto dos Gaúchos, Querência, Ribeirão Cascalheira, São Félix do Araguaia, Vila Bela da Santíssima Trindade também foram anunciadas durante a entrega dos equipamentos. Também foi realizada a entrega de 22 equipamentos GPS com câmera.

Leia mais:  Órgãos recebem orientação sobre Estratégia de Prevenção e Combate à Corrupção

“A estratégia de Mato Grosso é fortalecer os municípios para que de forma descentralizada nós possamos aprimorar o combate ao desmatamento e aos incêndios florestais e, de forma eficiente, atender o cidadão”, explica a secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti.

Para o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, a entrega demonstra o compromisso em apoiar as prefeituras para que, junto com o Governo do Estado, possam realizar o combate aos crimes ambientais.

A instrumentalização dos órgãos ambientais municipais para descentralização da gestão ambiental integra o Programa Mato Grosso Sustentável, elaborado pela Sema, que conta com o apoio financeiro do Fundo Amazônia/BNDES para prevenção e controle do desmatamento e das queimadas ilegais, por meio de ações de monitoramento, fiscalização, educação ambiental, fortalecimento da conservação da biodiversidade e incentivo ao uso sustentável dos recursos naturais dos biomas de Mato Grosso.  

Conforme explica o superintendente de Gestão de Descentralização e Desconcentração (SUGDD), Archimedes Pereira Lima Neto, para oferecer os serviços ambientais ao cidadão as prefeituras têm que seguir algumas regras, como ter a lei de diretrizes e uso dos municípios e Secretaria Municipal de Meio Ambiente, incorporando o que está previsto na Lei Complementar Federal 140, que estabelece a cooperação entre União, Estados, Distrito Federal e os municípios nas ações administrativas comuns para proteção do meio ambiente.

Leia mais:  Infecção por HIV é maior entre jovens que não usam preservativo

Dentro do projeto de apoio aos municípios, já foram feitas as entregas de motocicletas, impressoras multifuncionais, computadores e trenas.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana