MATO GROSSO

Passageira sobrevivente que viajava no ônibus da Itamaraty que se chocou com carreta na BR 163 faz sérias denúncias contra a Empresa. E, agora?

Publicados

em

Uma das sobreviventes do acidente que matou 11 pessoas na BR-163, Kely Eronides da Silva da Cruz, 37 anos, relembrou as dificuldades enfrentadas durante a viagem e apontou descaso por parte da empresa Expresso Itamarati, responsável pelo ônibus.

A sobrevivente contou que saiu de Cuiabá com destino a Sinop MT na noite de segunda-feira (16). Contudo, por volta das 2h30 de terça-feira (17), o veículo parou de funcionar após a mangueira do radiador estourar.

A mulher disse que todos aguardaram no local até o amanhecer. Neste ínterim, o motorista do ônibus teria ficado estressado com a situação ao tentar contato com a empresa em busca de uma solução.

Já por volta das 7h, um ônibus da Verde Transportes passou pelo local e levou os passageiros até um ponto de apoio na cidade de Lucas do Rio Verde MT. Kely relembra que além dela e sua filha de 10 anos, havia outros 26 passageiros – fora as crianças que não foram contabilizadas.

A sobrevivente relatou que o veículo seguiu lotado, sendo que os homens foram em pé para dar lugar às mulheres e crianças nos assentos.

Leia Também:  Desenvolvimento Econômico discute processo para concessão de...

“Chegando na rodoviária de Lucas, o motorista disse que a gente iria tomar café da manhã. Daí, eu perguntei para ele ‘moço, que horas a gente vai chegar em Sinop? Vamos voltar com você? Daí ele virou para mim e falou ‘moça, eu fui no guichê e a empresa não autorizou eu ir com vocês. Vão ter que descer, pegar a bagagem e aguardar aqui. Já está vindo um carro de Sinop pegar vocês'”, relembrou.

Kely conta que então voltou para o ônibus e explicou a situação aos demais passageiros. Posteriormente, pressionaram as atendentes do guichê, que afirmaram que o ônibus que terminaria a viagem estava demorando por conta de um acidente na estrada.

“Quando encostou o carro, era o ônibus que a gente estava, que tinha estragado, e o mesmo motorista. O motorista estava de óculos escuro, super estressado e nervoso. Não quis nem abrir o bagageiro para colocar as malas, quem abriu foi inclusive o moço que perdeu a vida. E nós, os passageiros, que colocamos as malas”, relembra.

Kely narra que saíram de Lucas do Rio Verde por volta de 10h20 e que o motorista gastou cerca de 50 minutos para chegar a Sorriso. De Sorriso a Sinop, ela narra que não foram 40 minutos até o momento do acidente, às 11h55.

Leia Também:  Empresário envolvido em escândalo do PT é preso pela DEDDICA acusado de estuprar adolescentes

“Não posso dizer se ele foi fazer uma ultrapassagem ou se dormiu ao volante. Mas, eu acho que foi ultrapassagem, porque bateu de frente com a carreta”, afirmou.

“A empresa não deu nenhum respaldo para a gente, nenhum um suporte. Nem quando o ônibus quebrou, nem quando ficamos jogadas na rodoviária e nem no momento do acidente. Em momento algum a empresa deu o suporte para a gente”, acrescentou.

 

Otavio Ventureli(da redação com GD)

MATO GROSSO

Boletim diário da Secretaria de Saúde aponta novos casos de Covid 19 em MT nas últimas 24 horas

Publicados

em

Em 24 horas, o Painel Epidemiológico da Secretaria de Saúde notificou mais 1.850 novos casos de Covid-19 em Mato Grosso. Na quinta-feira (23), foram 1.857 notificações de casos de infecção pela doença no Estado.

Também nas últimas 24 horas, foram registradas mais três mortes causadas pela doença.Até agora, no total, foram registradas 14.975 mortes em decorrência do coronavírus.

A taxa de ocupação subiu mais ainda e está em 68,54% para UTIs adulto, e em 15% para enfermaria adulto.

A Secretaria de Estado de Saúde notificou, até a tarde desta sexta-feira (24), 756.167 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso.

Dentre os dez municípios com maior número de casos estão: Cuiabá (135.195), Várzea Grande (53.537), Rondonópolis (44.278), Sinop (34.275), Tangará da Serra (24.206), Sorriso (23.265), Lucas do Rio Verde (23.284), Primavera do Leste (22.609), Cáceres (17.354) e Alta Floresta (16.988).

Dos 756.167 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.522 pessoas estão em isolamento domiciliar e 731.989 estão recuperadas.

Leia Também:  Secretaria Municipal de Segurança de Lucas do Rio Verde MT dá inicio à contratações para a Brigada Mista

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 58 internações em UTIs públicas e 75 em enfermarias públicas. 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI